Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Tuberculose: Encontro tratará da implantação de cultura para diagnóstico da doença

Tuberculose: Encontro tratará da implantação de cultura para diagnóstico da doença

O encontro inicia nesta segunda-feira,4, no auditório da CGVS, para técnicos dos 15 municípios - Foto: AscomO trabalho de controle e diagnóstico da Tuberculose será reforçado em Roraima. A partir desta segunda-feira, 4, técnicos da Universidade Federal do Espírito Santo, em parceria com o Ministério da Saúde, virão ao estado ministrar treinamento para aproximadamente 15 técnicos que atuam nos laboratórios de unidades da capital e do interior. A capacitação iniciará, às 8h, no auditório da Coordenação-Geral de Vigilância em Saúde, na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, e segue durante toda a semana, pela manhã e a tarde, com teoria e prática.

O encontro tratará da realização da técnica de cultura para identificação do bacilo da tuberculose, nos laboratórios existentes no Hospital Geral de Roraima (HGR), Casai, Distritos Sanitários Especiais Indígenas do Leste e o Yanomami e no laboratório de Pacaraima. Também será discutido o processo de implantação da técnica de cultura nos laboratórios do Centro de Referência do Mecejana, Policlínica Cosme Silva e nos laboratórios localizados nos municípios de Mucajaí, Bonfim, Normandia e Rorainópolis.

Conforme a bioquímica do Lacen, Mônica Maria Quirino Gomes, após o treinamento já será iniciada a realização da cultura em todos os laboratórios, nos quais os servidores tenham sido capacitados. “Nesses municípios já têm o laboratório mas não é realizada a cultura, apenas o exame de baciloscopia (coleta do escarro), o que por muitas vezes limita o trabalho de busca do diagnóstico. E com a implantação dessa técnica, o trabalho de busca e elaboração do diagnóstico será complementado, por ser a cultura um exame mais sensível que a baciloscopia realizada nas referidas unidades”, esclareceu.

Esse será o primeiro treinamento ministrado na área de controle da tuberculose, por técnicos do Espírito Santo. “Para a equipe do Lacen é fundamental, pois será o momento para formação de multiplicadores, e ao mesmo tempo de aquisição de conhecimento no que se refere às técnicas de cultura, especialmente a parte prática do exame de laboratório”, complementou.

Segundo a gerente substituta do Núcleo de Controle da Tuberculose (NCT), Ângela Felix, seguindo as propostas de trabalho planejadas para o alcance das metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde, em relação ao trabalho de prevenção, controle e tratamento, são promovidas em Roraima capacitações frequentes aos servidores que atuam nessa área. Este mês médicos e enfermeiros de todo o Estado participaram de um treinamento direcionado ao diagnóstico precoce e o tratamento. “Durante três dias de treinamentos conseguimos reunir profissionais dos Distritos Sanitários Indígenas, sistema prisional e da atenção básica da capital e do interior do Estado. Foi um momento para aquisição de conhecimento e formação de multiplicadores”, salientou.

Espaço

Existe proposta de criação de um espaço específico para atendimento ao paciente com suspeita de Tuberculose, no Hospital Geral de Roraima. “A proposta é receber o paciente que dá entrada no hospital, com suspeita de tuberculose, de forma mais ampla e segura, de forma que esse paciente ao ser identificado, será encaminhado para um local específico para que lá seja coletado o exame de escarro. O que será muito bom, pois o paciente estará melhor assistido e com isso será também reforçada a prevenção da transmissão intra hospitalar”, finalizou Angela.

 

Deixe uma resposta