Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Trabalhar como mesário contará pontos em critério de desempate no concurso do TRE-RR

Trabalhar como mesário contará pontos em critério de desempate no concurso do TRE-RR

Quem atuar como mesário terá vários benefícios - Foto: Orib ZiedsonAlém das vantagens determinadas em lei para o cidadão que atuar como mesário nas eleições gerais de 2014, a exemplo dos dois dias de folga por dia de convocação, o Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR) acrescentou outro benefício: trabalhar nas mesas receptoras de votos contará pontos como critério de desempate no concurso público da Justiça Eleitoral roraimense, com previsão de publicação do edital até o final de agosto.

Conforme explicou o presidente da Comissão de Treinamento de Mesários do TRE-RR, Randerson Aguiar, há também benefícios para quem é universitário. Desde 2008, o Tribunal firma parcerias com instituições de ensino superior, e este ano foi formalizado convênio com a Universidade Estadual de Roraima (UERR), Faculdades Cathedral e Atual da Amazônia e Faculdade Roraimense de Ensino Superior (FARES).

“O acadêmico de qualquer curso pode se beneficiar. Além dos dois dias de folga para cada dia de convocação, sendo um de treinamento e outros dois no 1º e no 2º turno da eleição, ou seja, seis dias de folga, ele terá a vantagem no critério de desempate, caso se inscreva no concurso do TRE, e ainda ganhará 30 horas de crédito que contarão para as disciplinas optativas, como atividade na grade extracurricular”, explicou.

Aguiar ressaltou que o mesário é personagem fundamental para a realização das eleições e que este ano serão necessários 4.348 cidadãos para trabalhar nas 1.087 seções eleitorais instaladas em todo o Estado. Para se inscrever, basta preencher um formulário no site www.tre-rr.jus.br, em um banner localizado na parte inferior da página, ou diretamente no cartório eleitoral ao qual o eleitor pertence.

“Quando uma pessoa é convocada para ser mesário de forma obrigatória, muitas vezes chega ao treinamento mal-humorada e realiza os procedimentos com má vontade. Já o mesário voluntário não, ele realmente quer participar”, disse Aguiar, ao lembrar que o mesário é responsável por organizar todo o processo de votação, desde a instalação da urna eletrônica, organização de filas, conferência do nome do eleitor no caderno de votação e entrega de comprovante de votação. Eles irão receber auxílio alimentação no dia da eleição e uma camiseta da Justiça Eleitoral.

Impedimentos

Para ser mesário, basta ser eleitor, maior de 18 anos, em situação regular perante a Justiça Eleitoral. Não podem atuar como mesário: candidato ou parente de candidato, ainda que por afinidade, até o segundo grau, inclusive, cônjuge ou companheiro; membro de diretório de partido político; autoridade ou agente policial; os que pertencem ao serviço eleitoral; e fiscais e delegados de partido político ou coligação.

 

 

 

Deixe uma resposta