Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Soja familiar: técnicos da Seapa oferecem suporte a agricultores

Soja familiar: técnicos da Seapa oferecem suporte a agricultores

Wolney Costa: "A equipe de técnicos do estado agora pode oferecer o suporte necessário e adequado aos produtores componentes do programa" - Foto: Neto Araújo

Wolney Costa: “A equipe de técnicos do estado agora pode oferecer o suporte necessário e adequado aos produtores componentes do programa” – Foto: Neto Araújo

Depois de repassar o fornecimento de implementos agrícolas, como calcário e sementes, para agricultores participantes do programa Soja Familiar, o Governo do Estado enviou técnicos da Seapa (Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e da Seplan (Secretaria Estadual de Planejamento) à cidade de Lucas do Rio Verde (MT), onde conheceram a exitosa experiência mato-grossense, que inspiraram o programa. De volta à Roraima, os técnicos agora oferecem suporte técnico aos pequenos produdores, voltados especificamente para o cultivo de soja no estado.

Por meio da disponibilização desse suporte técnico, neste mês de abril, o Governo de Roraima inicia efetivamente a primeira etapa do programa, que envolve 22 famílias do Projeto de Assentamento (PA) Nova Amazônia.

Segundo o diretor do Dater (Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural), da Seapa, Wolney Costa, que integrou a comitiva, a ida dos técnicos à uma cidade de referência no cultivo de soja no Brasil, estabeleceu a adequação necessária do Soja Familiar para Roraima.

“O fornecimento do suporte técnico para o plantio diversificado de grãos no estado, por meio do ‘Soja Familiar’, acarretará também o baixo custo para criações de animais como aves, suínos e peixes, além do cultivo de hortaliças”, observou Costa.

Fomento à economia

Durante a visita na cidade de Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, acontecia uma grande feira do Agronegócio, denominada “Safra Show”, que possibilitou também à Roraima a atração de investidores de médio e grande porte.

Diante do compromisso em fortalecer o Estado e da preocupação em atender as demandas das famílias e produtores, ao final deste ano, após a colheita, o projeto estadual ganhará nova dimensão e abrangência com adesão de novos produtores em 2016.

 

Deixe uma resposta