Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Servidores do Hospital da Criança reclamam do aumento da carga horária

Servidores do Hospital da Criança reclamam do aumento da carga horária

Sueli Cardozo, presidente do Sitram - Foto: Ascom/SitramUm grupo de servidores, responsável pela higienização do Hospital da Criança Santo Antonio, procurou o Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Boa Vista (Sitram), para denunciar que terão um aumento de 20 horas na carga horária de trabalho a partir do próximo dia 12 de agosto, passando, portanto, de 160 horas para 180 horas mensais. O comunicado da mudança na jornada de trabalho desses servidores partiu da direção da unidade, que sequer esclareceu como essas 20 horas a mais serão pagas. 

A presidente do Sitram, Sueli Cardozo, disse que os servidores não vão cumprir a nova carga horária de trabalho imposta pela direção do hospital, uma vez que esse aumento não tem previsão legal. 

“Os servidores não aceitam a mudança da carga horária, portanto, não vão cumpri-la. Exigir mais 20 horas para quem já cumpre uma jornada de 160 horas/mês é absurdo, e não tem previsão legal. O município está tirando desse servidor o convívio familiar, o momento de descanso, de lazer, tendo em vista que trabalhar em hospital é estressante, ainda mais na área da limpeza, que é um serviço que exige força”, comentou. 

Por esse motivo, conforme Sueli Cardozo, nesta quinta-feira, 7, o Sindicato encaminhará um documento à Secretaria Municipal de Saúde solicitando uma reunião com o secretário Marcelo Lopes para discutir esse assunto. “Esse assunto não é para o secretário decidir sozinho. Ele tem que conversar com o sindicato antes, que é o representante legal dos servidores do município. Nós entendemos que, se o hospital necessita desses servidores, nesse caso, auxiliar de serviços diversos, pois que a prefeitura faça concurso público”, disse.

 

 

 

Deixe uma resposta