Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Roraima tem a 8ª menor taxa de incidência de tuberculose

Roraima tem a 8ª menor taxa de incidência de tuberculose

Ações de combate ajudam a conter o avanço da doença no Estado - Foto: Ascom SesauPelo relatório do Conselho Federal de Medicina, Roraima tem a 8ª menor taxa de incidência de tuberculose do país. A tabela divulgada nesta terça-feira, 7, mostra que o Estado fechou 2013 com uma taxa de 25,77 casos para cada 100 mil habitantes. Nos últimos anos, o número de novos casos confirmados tem ficado dentro da meta estipulada pelo Ministério da Saúde.

Com base em cálculos orientados pelo MS, o Núcleo de Controle da Tuberculose (NCT) estipulou o teto de 163 casos para o ano passado. No período, foram registrados 142 casos novos de pessoas residentes no Estado. Outros 27 casos registrados foram em pessoas que residem fora.

Para este ano, a meta é fechar o período com até 161 novos casos. No primeiro semestre, foram registrados 53 casos de residentes no Estado e outros sete casos em pessoas residentes nos países vizinhos.

A técnica da gerência do NCT, Angela Felix, explicou que núcleo vem realizando ações constantes para manter a doença sob controle. Uma delas foi a Campanha de Combate à Tuberculose, realizada no primeiro semestre, quando foram realizados centenas de procedimentos, entre consultas médicas e exames clínicos e especializados.

Além disso, como entidade apoiadora das ações dos municípios, o Estado vai concluir a capacitação de profissionais como técnicos e auxiliares de enfermagem, técnicos de laboratório e agentes comunitários, além de médicos que atuam nas unidades de saúde. “As ações vêm apresentando resultado, pois os números estão dentro do esperado”, disse.

A tuberculose é uma doença infecciosa, que se não diagnosticada e tratada adequadamente, pode matar. O principal sintoma da tuberculose é a tosse (por três semanas ou mais), associada ou não a febre, suor noturno, falta de apetite e emagrecimento. A transmissão da tuberculose é direta, ou seja, a pessoa com tuberculose expele, ao falar, espirrar ou tossir, pequenas gotas de saliva que contêm o agente infeccioso e que podem ser aspiradas por outro indivíduo contaminando-o.

Prevenção

A prevenção contra a Tuberculose é feita através da vacinação BCG, a busca ativa de casos e tratamento da infecção latente. A busca ativa de casos é a principal atividade destinada a prevenção da doença. Ela tem a finalidade de identificar precocemente o paciente evitando que infecte familiares e outros indivíduos da comunidade, além de aumentar a probabilidade de um desfecho favorável do caso.

 

 

 

 

Deixe uma resposta