Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Variedades | Roraima: artesanato indígena receberá certificação

Roraima: artesanato indígena receberá certificação

A iniciativa visa proporcionar ao artesão, a oportunidade de solicitar financiamentos junto a bancos para fomentar a atividade e fomentar o Turismo - - Foto: Neto Figueiredo

A iniciativa visa proporcionar ao artesão, a oportunidade de solicitar financiamentos junto a bancos para fomentar a atividade e fomentar o Turismo – – Foto: Neto Figueiredo

Além de representarem uma parte da cultura e história de Roraima, os artesanatos indígenas também compõem fonte de renda para os índios que o produzem. A partir do mês de setembro, os artesãos irão contar com um incentivo: o certificado de origem. O documento vai atestar a procedência do produto e do fabricante. A iniciativa também vai proporcionar ao artesão, a oportunidade de solicitar financiamentos junto a bancos para fomentar a atividade.

O diretor do Centro de Comercialização de Artesanato Indígena Ko’go Damiana, Martiniano Vieira, destaca a importância do certificado. “Em Roraima, existem diversas etnias indígenas. Com este certificado, o turista ou até mesmo o roraimense que comprar o produto, saberá em que localidade ele foi feito, se por índios yanomami, macuxi, wapixana e outras”, explicou.

Outra vantagem citada por Vieira é o acesso a financiamentos. “A maioria dos artesãos indígenas não são regulamentados, eles apenas fabricam e vendem. Com este documento, eles sairão da informalidade e poderão ter acesso a linhas de crédito para aumentar a produção e a qualidade do produto”, observou.

O certificado de origem vai atestar a procedência do produto e do fabricante - Foto: Neto Figueiredo

O certificado de origem vai atestar a procedência do produto e do fabricante – Foto: Neto Figueiredo

O diretor do Centro de Artesanato garantiu que um dos objetivos da nova gestão é fomentar o Turismo, por meio do artesanato indígena. “Desde o início do ano, nós disponibilizamos este tipo de salas no prédio do Centro, mesmo local onde funciona a SEI [Secretaria Estadual do Índio], para a exposição e venda deste tipo de produto”, assegurou.

Conforme Vieira, o setor estava funcionando com as atividades reduzidas. “Nós retomamos este trabalho, pois acreditamos que o artesanato indígena é uma peça importante na cultura e história de Roraima. Não podemos abandonar este projeto”, ressaltou.

A artesã Lurdete Amaro acredita que o certificado vai beneficiar o setor. “Consigo tirar o sustento de minha família apenas com a venda de artesanato. Se contarmos com mais este incentivo, poderemos produzir muito mais e em consequência aumentar a nossa renda”, reconheceu.

Lurdete ainda destacou a importância do espaço disponibilizado no Centro de Artesanato durante a semana dos povos indígenas. “Já vendi mais do que o esperado. Essa é uma ótima oportunidade de fazer com que o nosso trabalho seja reconhecido, pois podemos expô-lo a diferentes públicos”, comentou.

Isaque Santiago

 

 

Deixe uma resposta