Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Ronda no bairro: Para Rodrigo Jucá programa deve reduzir índice de criminalidade em Roraima

Ronda no bairro: Para Rodrigo Jucá programa deve reduzir índice de criminalidade em Roraima

Programa visa diminuir a violência em Boa Vista - Foto: Ascom/RJCom a proposta de garantir mais segurança à população e reduzir o índice de criminalidade no Estado, o governo lançou neste domingo, o programa Ronda no Bairro. O programa integra a nova política de segurança pública e implementa o policiamento comunitário que ocorrerá por meio de rondas ostensivas em todos os bairros da capital.

Para auxiliar no patrulhamento, foram entregues 22 viaturas e 40 motocicletas, todas adquiridas com recursos do estado. O deputado estadual, Rodrigo Jucá (PMDB) participou do evento e parabenizou a iniciativa do governo, que tem investido em setores prioritários para os cidadãos.

“O governador tem demonstrado que governo se faz com prioridades, principalmente em um momento de dificuldades, e a sua prioridade tem sido o servidor público, a saúde e a segurança da população. Tenho certeza que esse projeto dará certo aqui em Roraima, pois temos policiais capacitados para executar esse trabalho. O governador tem demonstrado firmeza, determinação e tem priorizado aquilo que é mais importante para o Estado”, destacou Rodrigo.

Para o governador Chico Rodrigues (PSB), a segurança é uma das áreas prioritárias em seu governo. “Entendo que essa é uma área importante que tem que ser priorizada e hoje a população pode contar com o policiamento ostensivo em todos os bairros, um programa que vai proteger o nosso cidadão e garantir mais segurança a todos. Posteriormente estaremos implantando o programa no interior, atendendo principalmente aqueles considerados mais violentos” disse.

Programa 

A medida é uma ação de combate à criminalidade, onde serão identificados os principais focos de ilícitos como violência, assaltos, entre outros. Para isso, a cidade foi dividida em cinco áreas integradas de segurança comunitária, totalizando 60 setores. Cada setor receberá uma viatura e duas motocicletas. Os veículos são compostos por câmeras, celulares e tablets. O efetivo é de 800 policiais para execução do programa, que deve ser expandido em um segundo momento para os municípios.

 

Deixe uma resposta