Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Romaria de N. Sra. Aparecida e a Paixão de Cristo entram oficialmente no Calendário Municipal

Romaria de N. Sra. Aparecida e a Paixão de Cristo entram oficialmente no Calendário Municipal

Os dois projetos incluem datas religiosas no Calendário de Eventos do Município de Boa Vista.

O Plenário da Câmara Municipal de Boa (CMBV) vista aprovou, na sessão desta quarta-feira, 6, dois projetos que atendem a solicitações da Igreja Católica, ambos de autoria da vereadora Dra. Magnólia Rocha (PPS). Os dois projetos incluem datas religiosas no Calendário de Eventos do Município de Boa Vista.

O primeiro Projeto de Lei (PL) aprovado é o de nº 189/2017, que inclui no Calendário de Eventos a Romaria de Nossa Senhora Aparecida, que ocorre anualmente na data de 12 de outubro.

“A Romaria de Nossa Senhora Aparecida é um dos maiores eventos religiosos da Região Norte, organizada anualmente pela Diocese de Roraima, recebendo fiéis de todo o Estado. A Romaria ocorre há 30 anos na capital roraimense e atualmente conta com a participação de cerca de 30 mil pessoas”, diz a vereadora em sua justificativa.

O segundo PL aprovado foi o de nº 190/2017, que “dispõe sobre a instituição do feriado religioso da Sexta-Feira Santa da Paixão (que antecede o Domingo de Páscoa) no Calendário de Eventos do Município de Boa Vista. A vereadora argumenta que a Legislação permite que cada município institua quatro datas como feriados religiosos e que Boa Vista dispõe atualmente de apenas três: 20 de janeiro (feriado municipal de São Sebastião), 29 de junho (feriado municipal de São Pedro), e 8 de dezembro (feriado municipal de Nossa Senhora do Carmo).

“Nossa intenção com esse projeto é completar essa cota de feriados municipais religiosos que o nosso município tem direito de instituir. Além disso, na data em questão é oferecida às nossas crianças, nossos jovens e todas as famílias a oportunidade de refletirem em torno da crucificação de Jesus Cristo e sua morte no Calvário, preservando com isso a memória religiosa. Trata-se da data máxima para o Cristianismo e não podemos negar à sua população o direito de comemorá-la”, justifica Magnólia Rocha.

Aprovadas por unanimidade pelo Plenário da CMBV, as duas matérias agora seguem para sanção da prefeita Teresa Surita.

Wirismar Ramos

As duas proposições são de autoria da vereadora Dra. Magnólia Rocha – Foto: Assessoria Parlamentar

 

Deixe uma resposta