Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Polícia | Quadrilha é presa com pessoas com 4 kg de cocaína

Quadrilha é presa com pessoas com 4 kg de cocaína

A prisão dos acusados ocorreu nos bairros Pricumã, Sílvio Leite e Santa Teresa - Foto: Secom/RR

A prisão dos acusados ocorreu nos bairros Pricumã, Sílvio Leite e Santa Teresa – Foto: Secom/RR

Uma investigação realizada por agentes da DRE (Delegacia de Repressão a Entorpecentes) e que já durava 15 dias, em três bairros distintos da Capital, resultou na prisão de quatro pessoas com aproximadamente quatro quilos de drogas, entre cocaína e pasta base. A ação policial é uma diretriz da Delegacia Geral de Polícia Civil e foi coordenada pelo Denarc (Departamento de Narcóticos).

A execução dos trabalhos para a prisão dos acusados ocorreu na tarde desta última segunda-feira, dia 23, nos bairros Pricumã, Sílvio Leite e Santa Teresa. Inicialmente foram presos o casal Lívio Mendonça Tupinambá, de 38 anos e Viviane de Lima dos Santos, de 32 anos, no bairro Pricumã, enquanto faziam a entrega de droga em via pública.

Segundo o delegado titular da DRE, João Evangelista, o casal fornecia droga por meio de disk-droga, e que após informações de que eles receberam uma certa quantidade de cocaína recentemente, passaram a ser monitorados.

Após a abordagem ao casal, a equipe se deslocou até a residência deles, no bairro Santa Tereza, onde foi apreendido aproximadamente um quilo de droga entre cocaína e pasta base, além de dinheiro, aparelhos de telefones celulares, uma balança de precisão e um veículo que era utilizado para a prática do crime.

A segunda ação, que também envolve outro casal, ocorreu no bairro Silvio Leite e resultou na prisão de Iara Lima da Silva, de 26 anos e Idevaldo José Pinto, de 29 anos, mais conhecido como “Gordinho”. Com eles foram aprendidos aproximadamente três quilos de drogas entre cocaína e pasta base, uma balança de precisão, uma motocicleta, uma prensa hidráulica (para prensar a droga em tabletes ou tijolos), um revolver calibre 38, munição e a quantia de R$ 2.249,00 em espécie.

As investigações apontam que a droga vinha de um fornecedor do Amazonas - Foto: Secom/RR

As investigações apontam que a droga vinha de um fornecedor do Amazonas – Foto: Secom/RR

Segundo o delegado, esse casal também agia por meio do disk-droga e utilizava uma motocicleta para fazer as entregas. O que impressionou a equipe, segundo o delegado, foi a audácia do acusado que no momento da abordagem tentou engolir o chip do aparelho de telefone celular.

“Durante a abordagem policial, Idevaldo tentou engolir o chip do seu aparelho celular, tentando burlar uma ação policial mais aprofundada, querendo com isso evitar que a Polícia tivesse acesso a maiores informações sobre sua conduta criminosa”, destacou

Para João Luiz Evangelista, não há ligação entre os traficantes, porém as investigações apontam que eles recebiam a droga do mesmo fornecedor, vindo da cidade de Manaus. “Essa droga provavelmente entra no País pela Colômbia e passa por Manaus antes de chegar até Roraima”, observou o delegado.

Os quatro acusados responderão por crime de tráfico, apetrechos e associação para o tráfico de drogas, porém Idevaldo será autuado em flagrante também por crime de posse ilegal de arma de fogo e munição.

Os acusados foram autuados em flagrante e após os procedimentos na DRE os homens serão encaminhados à Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo) e as mulheres para a Cadeia Pública Feminina, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Neuzelir Moreira

 

 

Deixe uma resposta