Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Variedades | Programa gratuito de orientação vocacional ajuda estudantes

Programa gratuito de orientação vocacional ajuda estudantes

Orientação vocacional – Foto: Ascom

Ajudar estudantes do 2º e 3º ano do Ensino Médio na escolha de suas profissões. Essa é a ideia do Programa de Orientação Vocacional, inserido no estágio do curso de Psicologia da Faculdade Cathedral. Os encontros começam no dia 12 de abril e serão supervisionados pela professora e psicóloga especialista Mariana Pessoa, que terá auxílio de acadêmicos do 8º ao 10º semestre. O programa é gratuito e a estimativa para este ano é atender 60 adolescentes.“Vamos auxiliá-los na escolha da profissão, além de ensinar habilidades sociais e para a vida por meio de Técnicas Psicoterápicas”, ressalta. Os encontros serão realizados das 19h às 21h na Faculdade Cathedral, na sala 208 no Bloco I (Saúde), no bairro Caçari. Ao todo, serão realizados nove encontros. O estudante interessado em participar do programa deve fazer inscrição no endereço eletrônico https://goo.gl/forms/3h0V9SQmcuhKHiSa2 ou pelo e-mail orientacaovocacionall@gmail.com.

Conforme a psicóloga, do primeiro ao terceiro encontro é trabalhado o autoconhecimento, explorando o conhecimento das aptidões e habilidades deles. Do quarto ao quinto, são aplicados os testes e as visitas técnicas nos laboratórios e nas clínicas da Cathedral. Do sétimo em diante, são exploradas as opções e conhecimento delas no mercado de trabalho. “Estamos incluindo no processo, a psicoeducação, técnicas de habilidades para a vida e habilidades sociais”, afirma.

Durante os encontros, a equipe monta um banco de dados sobre o adolescente e de todas as etapas do processo de orientação. No final, de forma personalizada, ele recebe um gráfico com os resultados dos testes, que mostra quais áreas ele tem mais aptidão.

O serviço foi implantado em 2015 e atendeu seis adolescentes. No ano passado o número subiu para 40. “Antes, esse trabalho fazia parte da disciplina de Orientação Vocacional, mas agora foi transformado em estágio, o que permite atender 30 pessoas por semestre”, disse Mariana.

Ozieli Ferreira

 

Deixe uma resposta