Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Prefeitura faz primeira entrega de títulos definitivos do ano

Prefeitura faz primeira entrega de títulos definitivos do ano

A entrega dos títulos ocorreu no auditório da PMBV – Fotos: Diego Dantas

A regularização fundiária está entre as prioridades de gestão da prefeita Teresa Surita. Em um dos primeiros atos deste ano, 109 moradores de diversos bairros de Boa Vista receberam títulos definitivos de posse de propriedades. A entrega aconteceu nessa quarta-feira, 25, no auditório do Palácio 09 de julho.

Do total de títulos definitivos entregues, 75 abrangeram imóveis em áreas declaradas por lei de Especial Interesse Social, como Cidade Satélite, Calungá, Raiar do Sol e outros. É o caso do aposentado Adaildo Rodrigues, que há sete anos aguardava a titulação de seu imóvel no bairro Calungá.

“É um momento de grande satisfação. Moro com a mulher e meus três filhos e esta regularização era muito esperada. Poderemos investir ou vender, fazer o que quisermos, pois agora podemos dizer que o imóvel é nosso”, festejou o aposentado, o primeiro a receber o documento das mãos da prefeita.

Teresa Surita falou na solenidade sobre os avanços da regularização fundiária na capital. Desde 2013, foram mais de três mil títulos definitivos entregues, sendo que cerca de 800 apenas no ano de 2016. A meta agora é cumprir com novas entregas, conforme o processo de regularização aconteça, por meio da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (Emhur).

“Temos a determinação de o ano inteiro fazer a entrega dos títulos, na medida em que vamos regularizando os imóveis. E isso acontece todos os meses, pois faz muita diferença receber a certidão do imóvel. Estamos trabalhando para atender a todos os bairros de Boa Vista. Os documentos são entregues já com registro em cartório”, afirmou a prefeita.

Em 2016, a União repassou para Boa Vista uma área de 862.421 hectares que abrangem 14 bairros da cidade. Com isso, serão beneficiados mais de 50 mil moradores com a emissão de 14 mil títulos definitivos. “Isso representa maior valorização dos imóveis, auxiliando seus proprietários a conseguirem, por exemplo, financiamento para construção, reforma, além de venda ou herança”, ressaltou o presidente da Emhur, Sergio Pillon.

Fábio Cavalcante

 

Deixe uma resposta