Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Variedades | Pátio Roraima apresenta mostra fotográfica em alusão ao Dia da Consciência Negra

Pátio Roraima apresenta mostra fotográfica em alusão ao Dia da Consciência Negra

patiororaimaexposicao1‘Morena, não. Negra!’, esse é o tema da exposição fotográfica que estará em cartaz no Pátio Roraima Shopping a partir de 20 de novembro, na praça de eventos, localizada no primeiro piso, em frente às lojas Cacau Show e Mr. Kitsch, com duração de um mês.

A mostra é em alusão ao Dia da Consciência Negra, que é comemorado no da 20 de novembro. O projeto fotográfico conta com 10 fotografias feitas ao ar livre, visando dar representatividade às mulheres negras.

O trabalho é uma parceria da fotógrafa e estudante de jornalismo, Nara Michelly, 20, com a desenhista Brenda Marcela. “Eu procurava alguém para viabilizar o projeto. Foi quando a Brenda me fez uma proposta. Então, juntamos nossas ideias e montamos o conceito” explicou.

A ideia da mostra é que as mulheres entronizem a identidade negra, se aceitem e se amem como são. “O fato de todas as modelos serem negras chama a atenção das pessoas. Isso porque não é comum vermos tantas mulheres negras na mídia. Queremos vê-las representadas, diariamente, em propagandas, novelas ou fotografias “, disse.

As modelos fotografadas são mulheres ‘comuns’, convidadas por meio das redes sociais. Todas foram fotografadas sem maquiagem, sem recursos de estúdio e edição de imagens. “As fotos não dizem como elas devem ser, mas dizem quem elas são. E são mulheres lindas. Nós queremos mostrar que elas não precisam se encaixar nos padrões de beleza para se sentirem bonitas”, complementou Nara.

Brenda também participou do projeto como modelo. “Fiquei muito satisfeita com o resultado porque o que me motivou foi a busca da representatividade da mulher negra, e conseguimos isso. No processo de convidar as meninas, vi o quanto ficaram surpresas e felizes com o convite. Quando vi as fotos, finalmente me senti representada num ensaio de beleza, e isso melhorou minha autoestima. Queremos que todas as mulheres negras sintam-se assim ao apreciar a exposição.” afirmou.

Pinturas faciais

As pinturas no rosto com diferentes símbolos têm sido parte da tradição de muitas culturas, incluindo nações africanas. Na tribo Efik, por exemplo, que reside principalmente no sudeste da Nigéria, utiliza-se a pintura facial para demonstrar amor e pureza. Durante os tempos antigos da tribo, a pintura de rostos era uma forma de expressar a própria identidade da tribo.

Cada pintura demorou cerca de 10 minutos. “Utilizamos as pinturas para simbolizar a identidade negra.” disse Brenda, ao salientar que levou em consideração o formato do rosto e os traços de cada modelo para criar os desenhos.

A fotógrafa

Nara Michelly, 20, jornalista em formação, iniciou o interesse pelas artes aos 15 anos, quando começou a produzir desenhos. Mas foi há dois anos que encontrou na fotografia a melhor maneira de se expressar. Essa é o terceiro trabalho. As duas anteriores tinha s como foco a natureza e pontos turísticos do Estado. Neste ano começou a retratar pessoas, mas sempre com a natureza como cenário.

Serviço

O quê: Exposição fotográfica “Morena, não. Negra!”

Data: a partir de 20 de novembro

Local: 1º piso do Pátio Roraima, em frente às lojas Cacau Show e Mr. Kitsch

Marilena Freitas

Deixe uma resposta