Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Variedades | Parlamento Juvenil: estudante de RR participará de treinamento em Brasília

Parlamento Juvenil: estudante de RR participará de treinamento em Brasília

A Estudante Isys Grazielle e a coordenadora do Projeto Terezinha Vinhote embarcam para a Capital Federal - Foto: Ascom/SEEDA aluna Isys Grazielle Medeiros de Souza, da Escola Ayrton Senna é a representante de Roraima no Projeto Parlamento Juvenil do Mercosul. No período de 16 a 19 de julho, ela participará em Brasília (DF) de um treinamento como forma de preparação para a viagem à Argentina.

Isys e outros 26 estudantes do Brasil representarão o País na etapa internacional do projeto que ocorrerá na segunda quinzena de agosto. Neste encontro também estarão reunidos jovens da Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, Paraguai, Uruguai e Venezuela para discutir sobre o Ensino Médio.

A ação integra o Projeto Parlamento Juvenil do Mercosul, que busca incentivar a participação dos jovens na política com a sugestão de propostas para a melhoria do Ensino Médio no Brasil.

Para representar bem o Brasil, os estudantes selecionados participarão de um treinamento na Escola Superior de Administração Fazendária (ESAF) que incluirá palestras e debates. Os eixos a serem trabalhados pelos estudantes são “Inclusão Educativa”, “Gênero” e “Participação Cidadã”.

A estudante Isys Grazielle informou que ela e o representante do Amapá (AP) serão os debatedores do tema “Participação Cidadã”. Sem esconder a expectativa, a aluna disse que está ansiosa mesmo para a viagem internacional.

“Este projeto representa uma experiência única, com troca de informação e conhecimentos que vou levar para a vida escolar, mas também que serão importantes na minha formação particular. É tão bom que minha vontade é de divulgar, quero que outros jovens participem também”, destacou a aluna.

Isys viaja acompanhada de Terezinha Vinhote, coordenadora do Projeto Parlamento Juvenil do Mercosul na Secretaria Estadual de Educação e Desportos (SEED). Terezinha informou que em Brasília participará de uma capacitação que será ministrada a todos os coordenadores. Ela falou sobre a importância do projeto para a Educação.  

“No Parlamento Juvenil, os estudantes possuem voz e podem falar o que desejam para o Ensino Médio e propor quais mudanças são necessárias para a melhoria do ensino melhor, e isso é muito importante para a elaboração de políticas públicas na área da educacional”, explicou Terezinha.

Parlamento Juvenil

Promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), MEC (Ministério da Educação e Cultura) e Parlamento Mercosul, o Parlamento Juvenil do Mercosul é direcionado à jovens com idades entre 14 e 17 anos matriculados no 1° ou no 2° ano do Ensino Médio de escola pública regular.

Tem a intenção de abrir espaço para encontro e diálogo a partir da discussão de temáticas de interesse comum e com foco na formação política e cidadã da juventude.

A partir do questionamento “O ensino médio que queremos”, jovens da Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, Paraguai, Uruguai e Venezuela se reúnem para analisar e propor a escola de Ensino Médio que desejam, com destaque para a inclusão educativa, direitos humanos, participação cidadã e os jovens e o trabalho.

Os parlamentares juvenis possuirão mandato de dois anos e durante este período, devem participar de várias ações de integração e formulação de propostas para a melhoria do Ensino Médio. Outras informações sobre o programa estão disponíveis no endereço eletrônico http://parlamentojuvenil.educ.ar/pt-br/.

 

 

 

Deixe uma resposta