Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Parceria entre Governo e Lotty Íris institui leitos de retaguarda

Parceria entre Governo e Lotty Íris institui leitos de retaguarda

Foram entregues 44 leitos de retaguarda - Foto: Edinaldo MoraisO governador Chico Rodrigues assinou nesta sexta-feira, 27, o contrato de credenciamento de leitos de retaguarda que vão funcionar no Complexo Hospitalar HLI, o Hospital Lotty Íris. Com esta medida, a meta é desafogar o Hospital Rubens de Souza Bento (HGR) e o Pronto Atendimento Airton Rocha, atualmente com grandes demandas.

Inicialmente foram entregues 44 leitos de retaguarda, de um total de 60 que ainda serão concluídos nos próximos meses. No entanto, a intenção do governador Chico Rodrigues é de que o total seja superior a 100 leitos. O custo das unidades será rateado com o Ministério da Saúde (MS) e o Estado.

“Este é um grande passo que estamos dando com foco em melhorar a saúde do Estado. Queremos desafogar o HGR e o pronto-atendimento, que hoje encontram-se com grandes demandas de atendimento. Esta nova unidade de apoio está excelente, uma obra muito importante. Num segundo momento, em 20 dias se possível, queremos ampliar o número para 100 leitos de retaguarda”, afirmou o governador. 

O Hospital Credenciado, como será denominado a unidade hospitalar com os leitos de retaguarda, vai dispor de cerca de 90 servidores contratados pela empresa HLI, que serão os responsáveis por prestar atendimento aos pacientes. Entre estes, incluem-se profissionais de saúde de diversas especialidades, como clínicos gerais, enfermeiros, técnicos em enfermagem, urologistas, psicólogos, entre outros.

Além dos leitos de retaguarda na modalidade de clínica médica para internação e tratamento qualificado, o hospital credenciado deve realizar no pacote insumos, como coleta e exames laboratoriais, procedimentos, como curativos, pequenas suturas, administração de medicamentos, serviços de raio-x simples, entre outros. A unidade conveniada vai funcionar 24 horas por dia, sete dias por semana, com leitos de internação disponíveis na especialidade clínica médica.

“A triagem será feita por meio do Núcleo Interno de Regulação do HGR, que vai determinar, de acordo com critérios estabelecidos, quais devem ser transferidos aos leitos de retaguarda. Por isso, é importante que as pessoas busquem normalmente o HGR que de lá, dependendo das possibilidades, é que poderão ser encaminhados à unidade credenciada”, explicou o secretário em exercício da Saúde, Alysson Lins.

O governador Chico Rodrigues também enfatizou que já se iniciaram obras de ampliação do HGR, em que serão instituídos mais 100 leitos de UTI. “Obra de construção civil leva tempo. Mas temos certeza de que as obras que estamos fazendo agora são de extrema necessidade, e que vamos atender de forma rápida pelo menos as ações emergenciais”.  

 

 

 

Deixe uma resposta