Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Colunistas | Wilson Barbosa | Panorama Esportivo: por Wilson Barbosa

Panorama Esportivo: por Wilson Barbosa

wilsonbarbosa6Classificados

Na luta contra o rebaixamento, Vasco encara o Corinthians na próxima rodada - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Na luta contra o rebaixamento, Vasco encara o Corinthians na próxima rodada – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

A vontade de escapar do rebaixamento pôde mais que o desejo de retornar ao G4 do Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo. Com a derrota por 2 a 0 no Allianz Parque, o Palmeiras fica ainda mais longe do grupo de classificados à Copa Libertadores e o Vasco renova suas esperanças de permanecer na elite. Com os mesmos 48 pontos ganhos, o Palmeiras, a quatro rodadas do final do Campeonato Brasileiro, figura apenas na nona colocação da tabela. Já o Vasco chega aos 33 pontos e pode terminar a jornada na penúltima colocação do torneio nacional. Vindo de três derrotas consecutivas, o Palmeiras volta a campo para enfrentar o Atlético-PR às 21h (de Brasília) do dia 18 de novembro, em Curitiba. Já o Vasco, reabilitado após uma série de cinco jogos sem ganhar, pega o Corinthians no dia seguinte, às 22h, no Rio de Janeiro.

Liberada

A torcida do Corinthians já grita “é campeão” há uma semana – desde a contundente vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-MG. O centroavante Vagner Love cogitou até dar volta olímpica em Itaquera. A comemoração pelo hexacampeonato brasileiro, contudo, só estará liberada pelo técnico Tite em, no mínimo, dez dias. Com a vitória por 1 a 0 do Atlético-MG sobre o Figueirense, conquistada nos minutos finais da partida disputada neste domingo, em Florianópolis, a diferença do segundo colocado para o Corinthians na tabela de classificação se manteve em 11 pontos. Restam quatro rodadas (12 pontos em disputa) para o término do Campeonato Brasileiro. E a próxima delas terá os postulantes ao título em campo apenas em 19 de novembro.

Jogadores

Com a pausa em função das partidas das Eliminatórias para a Copa do Mundo, Tite precisará controlar novamente os nervos do seu elenco virtual campeão. O Corinthians sentiu os efeitos da ansiedade – conforme o técnico e os jogadores admitiram – e sofreu para vencer por 2 a 1 o ameaçado Coritiba no sábado, em Itaquera. Na ocasião, o meio-campista Elias chegou a chorar no trajeto do gramado até o vestiário. O próprio Tite havia derramado lágrimas um dia antes, quando se lembrou do falecido pai em uma entrevista coletiva. “Foi uma semana atípica e muito difícil. Encaminhamos o título no jogo contra o Atlético-MG e tivemos que filtrar tudo aquilo que veio de fora. Isso acaba mexendo com os atletas”, comentou o treinador. “Estou tentando me conter porque a grandeza de um título nacional gera muita ansiedade”, acrescentou.

Veterano

Jogador que mais tempo está a serviço do Corinthians, o volante Ralf só não é o capitão permanente da equipe porque o técnico Tite promove um rodízio entre os portadores da braçadeira. O veterano, no entanto, continua cotado a capitanear os seus companheiros nas rodadas que ratificarão a conquista do Campeonato Brasileiro. “Não importa quem vai ser o capitão e levantar a taça”, esquivou-se Ralf, com o seu discurso humilde característico. “O que importa é o trabalho de todos, que já valeu a pena. Quem levantar a taça terá o apoio de todo o mundo”, completou. Tite abriu um sorriso amarelo quando ouviu que ele próprio poderia assumir o papel de capitão para erguer o troféu. Antes da vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba, em Itaquera, a torcida abriu mão do costume de não entoar os nomes de técnico e jogadores, e o gaúcho foi o mais ovacionado.

Colocado

Um gol foi suficiente para alimentar o sonho do Sport. Apenas dois pontos separam o Leão da Ilha do quarto colocado Santos, de modo que pensar no G4 é plenamente palpável para a equipe pernambucana. Autor do gol tão importante sobre o Grêmio, neste domingo, André marca posição. “A gente sonha com esse G4. Se tem um time que merece estar no G4 é a gente, por tudo que fizemos no campeonato. Estamos brigando por isso, mas não adianta só sonhar, tem que querer, brigar”, afirma ao Sportv o centroavante, que vive grande fase com 12 gols neste Campeonato Brasileiro. O mais recente deles saiu aos 24 minutos do segundo tempo, sobre o Grêmio, quando a partida se esgueirava para um final cada vez mais indefinido. A vitória por 1 a 0 leva o Leão aos 52 pontos, igualando recorde alcançado em suas melhores campanhas no Nacional, conquistadas em 2008 e 2014.

Esperança

A torcida cruzeirense continua em “lua de mel” com o técnico Mano Menezes. E não é para menos. Neste domingo, o Cruzeiro venceu o São Paulo por 2 a 1 e alcançou a sua décima partida de invencibilidade no Brasileirão, o que reacendeu a esperança da torcida de ver o time celeste disputando a Libertadores do ano que vem. Na 10ª colocação com 48 pontos, o Cruzeiro está a seis do Santos, quarto colocado e primeiro time do G4 da competição, restando apenas quatro rodadas para o término do Brasileirão. Apesar das chances de ainda buscar uma classificação para a competição continental, o treinador cruzeirense preferiu adotar um discurso mais pragmático, buscando não criar falsas expectativas na torcida.

Obstáculo

Há quase 50 dias convivendo com muita chuva, o gramado da Arena Joinville foi o grande obstáculo na partida da noite deste domingo, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, entre o time da casa e o Santos. Sem condições de apresentar o famoso futebol de toque de bola e velocidade que o caracterizou neste segundo semestre, o alvinegro praiano teve de entrar em um jogo com muitos lançamentos, de mais disposição do que de técnica. Desta forma, apesar da entrega das duas equipes em campo, a partida terminou 0 a 0 em Santa Catarina. O resultado foi pior para o JEC, que agora é o lanterna da competição com apenas 31 pontos e vê o retorno à Série A2 cada vez mais próximo. Já o Santos foi beneficiado pela derrota do São Paulo e se manteve na quarta colocação com 54 pontos conquistados.

Terceiro

Sem ressaca! Com um gol nos minutos finais e grande atuação de Victor, o Galo venceu o Figueirense por 1 a 0, no Orlando Scarpelli e mostrou poder de reação no Campeonato Brasileiro após sofrer uma pesada derrota, na rodada passada, para o líder Corinthians, no Independência. Com a vitória, o time mineiro, ao menos, mantém a distância de três pontos para o terceiro colocado Grêmio e adia o hexacampeonato do Timão. Cada vez mais próximo de assegurar uma vaga na Libertadores, o Galo precisa apenas uma vitória sobre o São Paulo, no dia 19 (quinta-feira), às 21h, no Morumbi, para garantir presença na competição continental no ano que vem.

Retorno

O Flamengo acabou com a sequência negativa no Campeonato Brasileiro ao golear por 4 a 1 o Goiás, neste domingo, no Maracanã. A partida marcou o retorno de parte dos jogadores afastados após serem flagrados em uma festa. Um deles, Alan Patrick, foi o destaque da goleada com dois gols e uma assistência. Kayke também fez dois, enquanto Erik diminuiu para o Esmeraldino. O resultado leva o Mengão aos 47 pontos, sem o aproximar de qualquer objetivo palpável, mas mantendo vivo o sonho de estar na próxima Copa Libertadores. No próximo dia 19, o Rubro-Negro visita o Santos pela 35ª rodada.

Maracanã

O Fluminense foi mais uma vez derrotado pela Chapecoense, desta vez por 3 a 2 na noite deste sábado, no Estádio do Maracanã, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em quatro jogos entre as duas equipes, os catarinenses venceram todos contra os cariocas. Jean abriu o placar de pênalti, e Túlio de Melo e Thiego viraram o placar na primeira etapa. Gustavo Scarpa empatou no início do segundo, mas Camilo decretou a vitória para a Chapecoense. A derrota fez o Fluminense perder uma posição na tabela, e agora é o 13º colocado com 43 pontos. Com a mesma contagem e uma posição atrás, a Chapecoense deu um grande passo para afastar o risco de rebaixamento. Na próxima rodada, as duas equipes jogam no dia 19 de novembro. O Fluminense encara o Grêmio na Arena, e a Chape recebe o Inter em Chapecó

Importante

O Atlético-PR fez uma partida tranquila nesse sábado à noite e derrotou o Avaí por 2 a 1, na Arena da Baixada. O resultado foi importante para o Furacão encerrar um jejum de vitórias dentro de casa que já durava desde o dia 30 de agosto. O último triunfo dos paranaenses em Curitiba pelo Campeonato Brasileiro havia sido um 3 a 0 contra o Goiás, na 21ª rodada da competição. O Furacão fez um primeiro tempo absoluto e chegou aos seus dois gols com Walter e Sidcley, aos 34 e 42 minutos, respectivamente. Já o Avaí apresentou melhora na etapa complementar e descontou com Anderson Lopes, aos 13. Com 46 pontos, o Atlético-PR segue estacionado no meio da tabela e já não possui nenhuma pretensão nessa reta final de Brasileirão. O Avaí, por sua vez, está com 35 pontos e terá de torcer contra seus adversários diretos para não entrar na zona do rebaixamento.

Partida

Em confronto que abriu a 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Internacional se livrou por pouco de um tropeço que custaria caro. Em partida bastante aberta com a Ponte Preta, contou com gol de Vitinho, aos 42 do segundo tempo, para celebrar vitória por 1 a 0 no Estádio Beira-Rio. O triunfo chega no momento exato para o Internacional, que se recupera de derrota sofrida para o Goiás na rodada passada. Agora com 53 pontos, joga pressão em Santos e São Paulo, que entram em campo no domingo. O compromisso seguinte do Colorado é fora de casa contra a Chapecoense, no próximo dia 19. Já a Ponte Preta segue em desvantagem na corrida por vaga no G4, ficando à margem de onde a disputa é mais acalorada. Com 50 pontos, pode ver a diferença para a zona de classificação à Copa Libertadores aumentar. A equipe campineira tenta reagir contra o Figueirense, no dia 18.

Suspensão

O Santos não terá um de seus principais jogadores, se não for o principal, no dia 19, contra o Flamengo, na Vila Belmiro. Lucas Lima foi advertido ainda no primeiro tempo por uma falta no campo de ataque e terá de cumprir suspensão. O cartão recebido neste domingo, durante o empate por 0 a 0 com o Joinville, também explicou um pouco da substituição feita por Dorival Júnior ainda no intervalo, quando o técnico sacou o camisa 20 e colocou o volante Alison em campo. “(Eu o tirei) Porque a área central do campo estava muito mais pesada. E o detalhe importante é que ele já estava com o cartão amarelo. Eu fiquei com receio de perdê-lo por mais tempo. Eu ia tirar um dos dois meias e essas duas razões acabaram pesando”, comentou o treinador santista, evitando muita lamentação pela perda de seu articulador contra o rubro-negro carioca.

Ausência

“A ausência do Lucas é natural que, em razão do momento que ele vive, da própria situação que a equipe apresenta jogando com Lucas. Mas já fizemos isso em outras oportunidades e os jogadores responderam a altura”, disse. Mas quando questionado sobre o fato de não ter Lucas Lima e Ricardo Oliveira durante os 10 dias de pausa no Campeonato Brasileiro, já que ambos servirão à Seleção Brasileira, Dorival Júnior, aí sim, mostrou toda sua chateação. “Eu lamento, porque perderemos quatro (atletas). Dois para a Seleção olímpica. Serão peças importantes em um momento de definição de competição, por estarmos brigando por G4 no Brasileiro, finais da Copa do Brasil. Seria importante para continuarmos o trabalho, buscando uma melhora da equipe. Mais uma vez, em função das convocações, mas temos que entender”, conformou-se, lembrando também das ausências de Zeca e Gabriel.

Campanha

Verdade que a derrota na Ilha do Retiro não representa grande golpe na campanha do Grêmio, mas pode ter sido decisiva para lhe impedir de alcançar a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Pedindo reação ao time, o lateral Rafael Galhardo ainda pensa no segundo lugar. “Temos que dar sequência no campeonato. Agora temos confronto com o Fluminense em casa e precisamos da vitória para poder se distanciar (de quem está fora do G4) e colar no Atlético”, explica o defensor tricolor ao Sportv. A cobrança de Galhardo tem tudo a ver com a corrida por vaga na próxima Copa Libertadores. Com 59 pontos, o Grêmio tem seis de vantagem para o quinto colocado São Paulo faltando quatro rodadas para o término do Nacional.

Eliminatórias

Depois do goleiro Cássio e do zagueiro Gil, os meias Elias e Renato Augusto completaram os selecionados do Timão para os confrontos contra Argentina e Peru pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. No início da noite deste domingo, os dois chegaram juntos ao hotel em que a Seleção vai se concentrar, em Guarulhos (SP), e tentaram não mostrar abalo algum com o título brasileiro adiado pela vitória do Atlético-MG. Evidenciando que o entrosamento dentro de campo começa até mesmo fora das quatro linhas, Renato chegou lado a lado com Elias aproveitando a carona. O meia ainda brincou com o fato de Carlos Alberto ter perdido dois gols na partida contra o Atlético-MG – lances que poderiam ter antecipado o título do Corinthians, já que o Timão dependia de um tropeço do Galo.

Dificuldades

Durante toda a preparação para o confronto deste domingo, contra o Joinville, Dorival Júnior avisou que seus jogadores estavam alertas sobre o problema que enfrentariam com o castigado gramado da Arena Joinville. Mas, mesmo cientes de tudo, os santistas tiveram muitas dificuldades em Santa Catarina e não passaram de um 0 a 0 com o time da casa, que assume a lanterna do Campeonato Brasileiro com este empate. Ricardo Oliveira, que desperdiçou a melhor chance de gol do jogo, aos sair cara a cara com o goleiro Agenor a 1 minuto do segundo tempo, negou a satisfação com o ponto conseguido depois de muita luta, mas não deixou de culpar o gramado pelo futebol apresentado. “Não (foi bom). Santos não pode jogar por empate. Mas é claro que com um campo desse fica impraticável, difícil de pôr nossa qualidade. Mas é o que se deu hoje para o jogo, e saímos com um ponto”, comentou o artilheiro do Brasil em 2015.

Vestiários

O entrevero ao final da vitória colorada sobre a Ponte Preta, por 1 a 0, no último sábado, ainda tem desdobramentos. Relatando tudo na súmula, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG) detalhou o ocorrido no caminho para os vestiários do Estádio Beira-Rio. “Após o término da partida, ocorreu um tumulto generalizado próximo à beira do campo de jogo, onde jogadores de Internacional e Ponte Preta, bem como membros das comissões técnicas, trocaram empurrões e insultos”, começa o árbitro, explicando que o problema se estendeu até o túnel que leva aos vestiários. Ele ainda afirma que os pontepretanos, muito exaltados, falavam em “covardia” e “falta de fair play” por parte do Internacional. “Neste mesmo instante, um segurança do Internacional tentou desferir chute contra Renato Chaves, da Ponte Preta, que ficou bastante irritado e transtornado”, escreve Ricardo Marques Ribeiro.

Isolado

O Botafogo, líder isolado da Série B do Campeonato Brasileiro, visitou o Criciúma na tarde deste sábado e saiu derrotado por 1 a 0. Maurinho marcou o único gol da partida, no segundo tempo. O resultado adiou a garantia matemática do acesso à Série A em 2016. O Bota continua líder com 65 pontos, cinco a mais que o vice América-MG, mas terá de esperar até a 35ª rodada para carimbar o passaporte ao encarar o Luverdense fora de casa. Para o Criciúma, a vitória foi muito importante na luta contra o rebaixamento. A equipe catarinense soma agora 42 pontos, contra 38 do Macaé, primeira equipe dentro da zona da degola. Na próxima rodada, o Criciúma volta a jogar em casa diante do já rebaixado Boa Esporte, na terça-feira.

Virada

Fazendo uma campanha de recuperação no returno da Série B na tentativa de conseguir o acesso à elite, o Santa Cruz surpreendeu o Bahia, neste sábado, fora de casa. Em jogo disputado na Arena Fonte Nova, cujo primeiro tempo foi escasso em emoções, os donos da casa inauguraram o placar, mas amargaram a virada já na reta final e foram ultrapassados na tabela de classificação. Os três pontos, assegurados graças ao gol de Bruno Moraes já na reta final do jogo, fizeram o Santa Cruz chegar aos 55 na competição, ultrapassando o Bahia, que ficou com 54. O provisório quarto lugar pode, inclusive, ser concretizado caso o Sampaio Correa tropece diante do Oeste. Com quatro jogos para o fim da competição, o time pernambucano recebe o Oeste na próxima semana, enquanto o Bahia segue em Salvador (BA) para enfrentar o ABC.

Tranquilidade

Náutico e Paraná se enfrentaram na Arena Pernambuco pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, e, precisando da vitória para tentar entrar no G4, o Timbu venceu com tranquilidade por 2 a 0. Os gols da partida foram marcados por Rafael Pereira e Daniel Morais. Apesar de o Timbu ter feito sua parte com um trinfo tranquilo, o Alvirrubro não conseguiu chegar ao G4. Isso porque o Santa Cruz, que jogou no mesmo horário, venceu o Bahia, de virada, por 2 a 1 na Fonte Nova. Assim, o Santa foi à 57 pontos enquanto o Náutico foi à 55 e segue vivo na luta para subir à Série A. Na próxima rodada, o Náutico visita o Macaé, terça-feira (10), no Estádio Moacyrzão, às 19h (de Brasília). Já o Paraná atua mais uma vez fora de casa e enfrenta o CRB, também na terça-feira, no Estádio Rei Pelé, às 21h30 (de Brasília). Ambos os duelos são válidos pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Sequência

Após uma ótima sequência de vitórias sobre equipes que brigam na parte de baixo da tabela, o América-MG mostrou, nesta terça-feira, que não está na vice-liderança da Série B por acaso. Diante do Paysandu, concorrente direto pelo acesso, o Coelho segurou o Papão no primeiro tempo e na etapa final, com uma grande atuação, venceu, de maneira autoritária, a equipe paraense por 3 a 1, no Independência. Com seis vitórias nos últimos sete jogos, o América-MG se firma de vez na segunda colocação da Série B, com 60 pontos, estando, momentaneamente, a cinco pontos do líder Botafogo e a seis do Bahia, primeiro time fora do G4. O Paysandu, por outro lado, continua comprometendo a sua campanha com um rendimento ruim fora de casa e com a derrota desta terça, já não vence há cinco partidas longe de seus domínios.

Distância

Agora na oitava posição, com 52 pontos, o Papão fatalmente verá a distância de dois pontos para o G4 aumentar ao final da rodada, já que Bahia e Santa Cruz, quinto e sétimo colocados, respectivamente, ainda se enfrentarão no próximo sábado, na Fonte Nova. Com isso os olhos da equipe bicolor se voltam para a próxima rodada da Série B, quando o Paysandu terá grandes chances de se recuperar na competição, uma vez que enfrenta o lanterna e já rebaixado Mogi Mirim, na terça-feira, às 19h (de Brasília), no estádio Romildo Ferreira. No mesmo dia e horário, o América-MG também entra em campo para enfrentar outro concorrente direto na tabela, o Vitória, em partida decisiva a ser realizada no Independência.

Formação

O Vitória quebrou um jejum de três rodadas para seguir firme na briga pelo acesso, quiçá pelo título. Fora de casa, a formação baiana venceu o Macaé por 2 a 0, afundou o adversário na degola e voltou a encostar no vice-líder América-MG. Os gols saíram pelos pés de Vander e Rhayner. O tropeço do líder Botafogo para o Criciúma na rodada reacendeu as esperanças de título do clube baiano, que chega aos mesmos 60 pontos do América-MG. Na próxima terça-feira, às 19h (de Brasília), as equipes farão um confronto direto pela vice-liderança, no Independência. O Glorioso dono de 65 pontos, enfrentará o Luverdense. Já o Macaé permanece na zona de rebaixamento, na 17ª posição, com 38 unidades. A chance de reabilitação será contra o Náutico, também na terça.

Rebaixado

Promovido à Série B em 2010, o Boa Esporte experimenta, cinco anos depois, o descenso para a Terceira Divisão. Praticamente rebaixado antes do começo da rodada, o time mineiro apenas aguardava a confirmação matemática do rebaixamento, que veio, nesta sexta-feira, após a derrota por 2 a 0 para o Luverdense, acompanhada por apenas 916 presentes no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT). Entregue durante toda a partida, o Boa Esporte foi presa fácil para a equipe mato-grossense, que, mesmo sem apresentar um grande futebol, não teve dificuldade para alcançar três pontos tranquilos dentro de casa. Sem uma única vitória em todo o returno, o clube mineiro, 19ª na tabela com 24 pontos, agora, faz companhia ao Mogi Mirim como os primeiros clubes rebaixados na Série B deste ano.

Competição

O Ceará voltou a reafirmar sua boa fase e conseguiu mais um resultado importante na Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe comandada por Lisca venceu o ABC por 3 a 0 em casa, no Estádio Presidente Vargas, e somou seu quarto triunfo seguido na competição, ficando provisoriamente fora da zona de rebaixamento e afundando os potiguares. O grande destaque dos donos da casa na partida foi o atacante Siloé, que, em sua décima partida pelo clube na Série B, anotou seus primeiros dois gols com a camisa do Vovô e foi importante na vitória que confirma a boa sequência do time. Além dele, o zagueiro Charles também balançou as redes, e pela primeira vez nesta Segundona.

Pontuação

Com o resultado, o Ceará vai a 38 pontos na tabela e sobe para a 16ª colocação, enfim fora da zona de rebaixamento. O posto, no entanto, é provisório, uma vez que o Macaé é o atual 17º, com a mesma pontuação, e enfrenta o Vitória em casa neste sábado, também pela 34ª rodada, e pode voltar à frente do Alvinegro. O próximo compromisso do time cearense na competição está marcado para terça-feira, contra o Bragantino, novamente no Presidente Vargas. Já o ABC vive situação dramática, e tem grandes chances de ser rebaixado à Série C. Com 28 unidades, a equipe potiguar ocupa a 18ª posição e terminará a rodada a pelo menos 10 pontos de deixar a zona da degola, com quatro jogos restantes para o fim do campeonato. Neste final de semana, uma combinação de resultados (vitórias de Macaé e Criciúma) ainda pode decretar o rebaixamento do time, cujo próximo adversário é o Bahia, fora de casa, na terça-feira.

Nacional

O Bragantino deu mais um passo importante na corrida pelo acesso à elite do futebol nacional. O Massa Bruta venceu o Mogi Mirim em casa por 3 a 1, de virada, em duelo válido pela abertura da 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Tanto o primeiro (de falta) quanto o terceiro (belo chute de dentro da área) gols do Braga foram anotados pelo meia Alan Mineiro, que defenderá o Corinthians em 2016. O segundo tento dos donos da casa foi anotado por Thiago Santos, enquanto Henrique Motta balançou as redes pelo Sapo.

Assume

Com o resultado, o Bragantino vai a 54 pontos e assume provisoriamente a quarta colocação na tabela, último posto que dá vaga na Série A do ano que vem. Mas Bahia, Sampaio Corrêa, Santa Cruz, Paysandu e Náutico, que ocupam as quatro posições abaixo no momento e também estão na briga, ainda entram em campo pela 34ª rodada. Já o Mogi Mirim faz um fim de temporada cada vez mais melancólico. Já rebaixado desde o último jogo, quando Toninho Cecílio fez sua estreia no comando da equipe, o Sapo soma 22 pontos e ocupa a lanterna da competição.

Empate

O Londrina largou na frente da final da Série C do Campeonato Brasileiro. A formação paranaense superou o Vila Nova por 1 a 0, no estádio do Café, e garantiu a vantagem do empate para o jogo de volta, marcado para o dia 21 de novembro, no Serra Dourada. O gol saiu pelos pés de Zé Rafael aos 31 minutos de jogo. O clube anfitrião pressionou na etapa inicial. Germano e Rafael Gava desperdiçaram boas oportunidades de abrir o marcador na casa dos 20 minutos, mas, pouco depois, Zé Rafael apagou os erros dos companheiros. O meia aproveitou uma cobrança de lateral, arrematou da entrada da área e acertou o ângulo de Vitor. Ele ainda teve chance de ampliar aos 42, quando foi acionado por Quirino na área e errou um toque de letra.

Críticas

O superintendente de futebol do Corinthians, Andrés Sanchez, não poupou críticas ao opinar sobre a pior crise da história da CBF. Convidado do programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, na noite do último domingo, o dirigente alvinegro afirmou que o presidente da entidade que regula o futebol brasileiro, Marco Polo Del Nero, está sendo egoísta ao não permitir uma reforma institucional. Andrés crê que o mandatário dificilmente terminará o mandato à frente da CBF. O presidente da CBF tem evitado deixar o Brasil desde que o FBI deflagrou a operação que desmantelou um esquema de corrupção na Fifa e levou sete dirigentes da entidade para a cadeia, entre eles o ex-vice-presidente da CBF, José Maria Marin.

Suspeito

Assim como Ricardo Teixeira, ex-mandatário da entidade brasileira, Del Nero é suspeito de ter envolvimento com atividades ilícitas cometidas na Fifa. Uma viagem para o exterior nesse momento poderia levar o FBI a requisitar uma eventual prisão do dirigente. “O Marco Polo deveria pensar no futebol, e não nele. O que ele está fazendo, sem poder viajar, é péssimo para o futebol brasileiro e para quem quer investir no esporte. Ele deveria pensar mais no futebol do que nele”, afirmou o corintiano. “Tenho certeza absoluta que não (termina o mandato). Acho que não (termina o ano). Disso não tenho tanta certeza, mas que ele não acaba é absoluta”, acrescentou.

Brasileira

Parte do grupo convocado para os confrontos contra Argentina e Peru, nos dias 12 e 17 de novembro, respectivamente, chegou na noite deste domingo à concentração da Seleção Brasileira, em um hotel próximo ao aeroporto de Guarulhos. Dos 23 convocados, dez conseguiram se encontrar com a comissão técnica de Dunga nesta noite, e o restante deverá chegar a São Paulo no decorrer desta segunda, quando acontecerá o primeiro treino da equipe. A maior parte dos jogadores que atuam na Europa, e que inclusive estiveram em campo neste domingo, tem viagem marcada para esta segunda-feira, casos de Miranda, Filipe Luís e David Luiz, que devem chegar ao hotel logo no início da manhã. A dupla do Chelsea, Oscar e Willian, também é aguardada na parte da manhã, assim como os santistas Lucas Lima e Ricardo Oliveira, que atuaram pelo Peixe diante do Joinville, pelo Brasileirão.

Treinamento

A chegada mais esperada, de Neymar, está marcada para acontecer apenas no final da tarde. Ao lado do colega de Barcelona Daniel Alves, o atacante, que volta à convocação da Seleção após cumprir suspensão de quatro jogos – em decorrência da confusão na Copa América – deve participar apenas do segundo treino do grupo, já na tarde de terça-feira, também no centro de treinamento Dr. Joaquim Grava. A Seleção Brasileira realizará dois treinos no centro de treinamento corintiano, além de um trabalho na Arena Corinthians, antes de viajar a Buenos Aires, na tarde de quarta. Cientes disso, os selecionados alvinegros – Cássio, Gil, Elias e Renato Augusto – se apresentaram com folga à Seleção após verem o título brasileiro adiado por mais uma rodada em virtude da vitória do Atlético-MG. Gil, inclusive, admitiu se sentir em casa com o fato de treinar no CT do Timão.

Defensor

“Vai ser bom, já estamos acostumados lá. Os novos companheiros também vão conhecer um pouco da estrutura”, disse o defensor. “Temos que nos preparar bem para fazer uma boa apresentação lá, esperamos fazer um grande jogo. O mais importante é pensar no grupo. Estou aqui para aprender e ajudar”, declarou o defensor, abstendo-se de se colocar na briga pela titularidade, deixando a decisão à cargo do treinador. Além do quarteto alvinegro, outros três jogadores que atuam no futebol brasileiro chegaram de forma antecipada à concentração, casos dos goleiros Jefferson – que viu o Botafogo ter o acesso adiado ao perder para o Criciúma no último sábado – e Alisson, arqueiro do Internacional, titular contra a Venezuela, além do lateral Douglas Santos. Do exterior, já chegaram o volante Fernandinho e o atacante Douglas Costa, que desembarcaram na parte da tarde.

Artilheiros

Após o fim de temporada na liga norte-americana, com o Orlando City fora das fases finais, Kaká chegou ao hotel quando o sol ainda não tinha caído. Em busca de um gol para igualar Romário e Zico como maiores artilheiros do Brasil em Eliminatórias, o meia se sentiu honrado em ser lembrado para um clássico contra a Argentina, além do duelo contra o Peru, últimos embates do Brasil no ano. “É um prazer e um privilégio servir à Seleção em um jogo como esse. A Argentina vem de dois resultados negativos e vai querer buscar a vitória contra o Brasil. Temos esses dias para nos prepararmos bem. O próximo jogo pelas Eliminatórias vai ser só em março, então temos que terminar esse bloco somando pontos”, disse Kaká, presente na última vitória brasileira em solo argentino, em jogo que terminou 3 a 1, em 2009, e garantiu vaga à Seleção na Copa do Mundo da África do Sul.

Contrato

A trajetória do atacante Luis Fabiano no São Paulo está perto do fim. Após a derrota por 2 a 1 para o Cruzeiro, no Mineirão, o jogador disse que definirá seu futuro até o dia 15 de dezembro e não descartou atuar por outro clube do Brasil. Foram veiculadas nos últimos dias informações de que o Fabuloso estaria nos planos do Tianjin Songjiang, time da segunda divisão chinesa que é comandado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. O contrato do atleta com o Tricolor se encerrará ao final dessa temporada. “Aparecem coisas, mas hoje o meu pensamento está aqui. Serei leal até o último dia do meu contrato. Parece que não vai haver essa possibilidade (de renovar o contrato). Até o dia 6 (de dezembro) temos campeonato. Depois, no dia 7, nós vamos ver o que acontecerá. Provavelmente até o dia 15 vou anunciar onde vou jogar”, afirmou Luis Fabiano à ESPN Brasil.

Seleção

O técnico Antônio Conte anunciou nesta segunda feira a convocação da Seleção da Itália com 28 atletas, que defenderão a equipe nos próximos dois compromissos, as partidas amistosas diante de Bélgica, em Bruxelas, e Romênia, dentro de casa, em Bolonha, nos dias 13 e 17 de novembro. A Juventus, com seis jogadores, é a equipe que mais cedeu jogadores para o selecionado nacional. O Milan também foi bastante requisitado, com cinco chamados, enquanto a Inter de Milão, sem italianos de grande destaque no time atual, não possui nenhum convocado. No ataque, o brasileiro naturalizado italiano Eder voltou a ser lembrado. Nascido em Santa Catarina, o atleta da Sampdoria recebeu sua primeira convocação por Antônio Conte em março deste ano. Desde 2005 atuando no país que agora defende, o atacante não chegou a fazer carreira em equipes brasileiras, apesar de ter pertencido a categoria de base do Criciúma.

wilsonbarbosa3(*) Wilson Barbosa é jornalista e cronista esportivo. Email: www.wilsonbarbosatreze@gmail.com

Deixe uma resposta