Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Colunistas | Wilson Barbosa | Panorama Esportivo – por Wilson Barbosa

Panorama Esportivo – por Wilson Barbosa

Clássico

Willian Arão marcou o gol de empate do Flamengo, no último minuto do tempo regulamentar – Foto: Staff Images/Flamengo

Flamengo e Fluminense empataram por 1 a 1 o clássico disputado na tarde deste domingo, no estádio Kléber Andrade, em Cariacica . O fez com que as duas equipes perdessem a vantagem para as semifinais da Taça Rio, sendo superados por Botafogo e Vasco em seus respectivos grupos. Na próxima fase, o Flamengo enfrentará o Vasco, enquanto o Fluminense terá o Botafogo, pela frente. Já nas semifinais do Campeonato Carioca, o Rubro-Negro vai enfrentar o Botafogo, enquanto o Tricolor vai encara o Vasco. Nesta fase, Fla e Flu terão vantagem do empate. Mesmo escalado com um time reserva, o Fluminense deu grande trabalho ao adversário e saiu na frente com um gol de Wendel, mas Willian Arão empatou no final do jogo, quando a equipe rubro-negra estava com dez jogadores por causa da expulsão do lateral-direito Pará.

Semifinais
O Palmeiras precisou suar para se aproximar das semifinais do Campeonato Paulista, na noite deste domingo. Jogando no Estádio Jorge Ismael de Biasi, o time comandado por Eduardo Baptista saiu atrás no placar, com gol de Roberto, e ficou exposto aos contra-ataques do Novorizontino. Ainda assim, chegou à virada por 3 a 1 – Dudu anotou no primeiro tempo e Borja e Róger Guedes (que seria expulso ao escalar o alambrado na comemoração) no segundo. O resultado deu ao Palmeiras o direito de até perder por um gol de diferença no jogo de volta – agendado para as 21 horas (de Brasília) de sexta-feira, no Pacaembu – para eliminar o Novorizontino, que protestou nos gols de Dudu e Borja, e assegurar presença nas semifinais do Estadual. Já pela Copa Libertadores da América, o Palmeiras só voltará a campo na quarta-feira de 12 de abril, quando receberá o uruguaio Peñarol no Palestra Itália.

Classificação
O São Paulo encaminhou a sua classificação às semifinais do Campeonato Paulista. Neste domingo, o time treinado por Rogério Ceni jogou para o gasto e venceu o Elefante por 2 a 0, com um gol contra marcado pelo meia Diego Felipe e outro de Lucas Pratto, de cabeça. Apesar de a partida ter acontecido no Morumbi, o mando de campo foi da equipe do interior, que preferiu dividir a renda com o clube da capital nos dois duelos. Diante de pouco mais de 15 mil torcedores, o Tricolor cansou de desperdiçar chances no primeiro tempo, mas voltou bem para a etapa final e conseguiu o triunfo, que dá a vantagem de poder perder por até um gol de diferença no jogo de volta. O confronto ainda marcou a estreia do meia Thomaz e a boa postura da defesa, que passou incólume pela segunda partida consecutiva. O São Paulo buscará confirmar a classificação às semifinais do Paulistão no próximo sábado, às 16 horas (de Brasília), novamente no Morumbi, mas desta vez como mandante. Antes, porém, terá de se preocupar com outro mata-mata. Às 19h15 de quarta-feira, visitará o Defensa y Justicia-ARG pelo jogo de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana.

Negociação
Na noite deste domingo, durante o programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, o diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto, colocou mais panos quentes na possibilidade de uma negociação com o Internacional para trocar Giovanni Augusto, que não vem rendendo no Alvinegro, por Valdívia, jovem destaque do Colorado. Adauto também fez questão de depositar confiança na recuperação do meia, lembrando os caminhos de Renato Augusto e Jadson na equipe, que deram a volta por cima e se transformaram em nomes importantes para o Timão nos últimos anos. “Houve um início de conversa, uma faísca, mas ainda não tem fogo não. É uma fumaça. Existe a possibilidade de progredir, mas a gente tem um jogador valioso que é o Giovanni Augusto. A gente quer valorizar esse jogador para quem sabe ele vingar como Renato e o Jadson”, afirmou Adauto durante o programa dominical. Em 2012, Renato Augusto voltou ao futebol brasileiro depois de quatro anos no Bayer Leverkusen e recuperou seu bom futebol, retornando, inclusive, à Seleção Brasileira. Hoje, mesmo no futebol chinês, o meio-campista é um dos nomes de confiança de Tite na retomada do bom futebol da equipe verde e amarela. O caso foi parecido com Jadson que, depois de uma passagem pelo São Paulo, chegou ao Timão e foi o destaque na conquista do Brasileirão de 2015.

Empate
Adauto também comentou sobre o empate na primeira partida do time de Fábio Carille nas quartas de final do Paulistão, contra o Botafogo de Ribeirão Preto, fora de casa. “Como resultado, bom. Mas não foi um bom jogo. Foram muitas mudanças. Chegaram nove jogadores no Corinthians. Estamos mesclando nomes de muita experiência e outros bem jovens. É um time que tá sendo remontado pela terceira vez. Estou adorando a paciência e compreensão do torcedor”, analisou. Sobre novas contratações para o começo do Campeonato Brasileiro, o dirigente foi muito ponderado e não prometeu nada grande para o Timão. Flávio afirmou que o Corinthians pensa em novas negociações, mas nada muito grande. “A gente não pensa em enganar o torcedor”, completou. “O Valdívia viria para somar. Seria só empréstimo. Do mesmo jeito do Marlone e agora o Clayton, para discutir o desempenho na temporada e fechar por um preço fixo. Mas isso é bastante embrionário”, completou o diretor de futebol da equipe alvinegra.

Colocação
O Vasco garantiu a classificação para as semifinais da Taça Rio ao derrotar o Nova Iguaçu por 2 a 0, em partida disputada na tarde deste domingo, em Moça Bonita. O resultado fez o time de São Januário terminar o segundo turno na primeira colocação do Grupo C com 12 pontos ganhos, superando o Fluminense também assegurando a presença na fase decisiva do Campeonato Carioca. O Nova Iguaçu ficou na terceira posição do Grupo B com dez pontos ganhos. O resultado fez justiça ao time dirigido por Milton Mendes que procurou o gol durante os 90 minutos e acabou premiado com a vitória. O Nova iguaçu foi um adversário valente que lutou muito, mas não conseguiu superar um adversário mais qualificado. Rafael Marques e Yago Pikachu marcaram os gols da equipe cruz-maltina. Logo depois, o Nova Iguaçu assustou em investida de Marlon, mas a bola acabou nas mãos de Martín Silva. Aos 30 minutos, o Vasco ampliou. Nenê recebeu a bola na esquerda e deu um passe perfeito para Yago Pikachu que entrou de carrinho e tocou para as redes.

Resultado
O Botafogo garantiu a classificação para as semifinais da Taça Rio ao derrotar o Resende por 3 a 2, em partida disputada na tarde deste domingo, no estádio Nilton Santos. O resultado fez o Alvinegro de General Severiano chegar aos 13 pontos ganhos e assumir a primeira posição do Grupo B. O Resende ficou na penúltima colocação do Grupo C, com quatro tentos. Entrando no segundo tempo, Sassá foi o destaque da partida com dois gols, sendo um de bicicleta. O time dirigido por Jair Ventura dominou o jogo inteiro e poderia ter saído com um placar mais avantajado, mas desperdiçou inúmeras chances para marcar. O Resende foi apenas lutador e não conseguiu melhor sorte na partida. Agora na semifinal, o time da Estrela Solitária enfrenta o Fluminense por uma vaga na decisão. Aos 40 minutos, Pimpão cruzou e Sassá, de bicicleta, colocou a bola nas redes. O Resende ainda marcou o segundo gol com o zagueiro Thiago Salles aos 46 minutos, definindo o resultado da partida.

Dominou
O Grêmio dominou a primeira partida das quartas de final do Campeonato Gaúcho contra o Veranópolis, no Estádio Antônio David Farina, deste domingo. O Tricolor de Porto Alegre teve tranquilidade para vencer o Pentacolor da Serra pelo placar de 2 a 0. Os gols foram marcados por Miller Bolaños e por Lucas Barrios. A partida começou com os dois times mostrando muita disposição. Era tanta vontade que logo aos 6 minutos de partida, o lateral Léo Moura foi parado com uma falta que resultou em confusão entre os jogadores no gramado. Com a desordem, os jogadores Maicon, do Grêmio, e o Jonathan Lima, do Veranópolis, receberam cartão amarelo. Na cobrança da falta, o lateral Edílson cobrou com muita força muito perto do gol de Reynaldo. Com muita marcação e estudo, os times trocavam muito passes procurando espaços para conseguir furar os bloqueios. A partir dos 16 minutos o Grêmio começou a crescer na partida. De fora da área, Miller Bolaños arriscou, a bola pegou um efeito, mas saiu para tiro de meta.

Goleou
Mesmo jogando fora de casa, o Coritiba não tomou conhecimento da torcida rival e goleou o Cascavel por 5 a 0 na primeira partida das quartas de final do Campeonato Paranaense. Com quatro gols no primeiro tempo e até mesmo um pênalti perdido, o vice-líder da fase regular do estadual conseguiu bela vantagem para o jogo de volta, em casa, no próximo domingo. Muito forte ofensivamente, o time comandado por Pachequinho foi um rolo compressor. Após gol de Walisson Maia logo no começo do primeiro tempo, o Coxa marcou três vezes em onze minutos, com Anderson, Kleber e Willian Matheus, para sacramentar a larga vantagem antes do intervalo. Neto Berola ainda deixou o seu antes de perder um pênalti já no último minuto da partida. Punido com um cartão amarelo na reta final da etapa complementar, o lateral Rodrigo Ramos recebeu sua terceira tarja e irá perder o jogo de volta no Couto Pereira.

Derrota
O Atlético-PR se vingou a derrota para o Paraná na última rodada da fase classificatória ao vencer o clássico deste domingo por 1 a 0 na Arena da Baixada, com gol de Eduardo da Silva, nos acréscimos do primeiro tempo. Em um jogo bastante disputado, o time do técnico Paulo Autuori teve dificuldades, mas conseguiu superar o líder do Campeonato Paranaense, que teve Robson expulso aos 20 minutos da etapa complementar. Com o resultado, o Atlético-PR leva a vantagem para o jogo de volta, no próximo sábado, no Durival de Britto. O Furacão se classifica à próxima fase do Estadual mesmo empatando com o Paraná. Para o Tricolor ir à semifinal, terá de vencer os rivais por um gols de diferença. Se levar um gol em casa, terá que conquistar um triunfo por dois ou mais gols em relação ao adversário. Daí em diante só deu Atlético-PR. Concentrado em não levar mais gols, o que complicaria sua vida nas quartas de final, o Paraná se fechou e segurou o ímpeto dos rivais, que se jogaram no ataque, até o apito final do juiz.

Convocado
O torcedor do Sport sabia que a equipe não teria vida fácil para conseguir avançar às semifinais da Copa do Nordeste neste domingo, muito pelo resultado do jogo de ida. Mas se sabe, também, da boa fase de Diego Souza, meia-atacante convocado por Tite na última data Fifa. E o jogador foi essencial para a conquista: com dois belos gols do meia, o Leão devolveu os 3 a 1 do primeiro encontro ao Campinense e definiu a vaga nas cobranças de pênaltis, vencida por 4 a 2. Correndo atrás do prejuízo, o Sport comandou o primeiro tempo. Pressionando o rival, logo abriu o placar. Aos três minutos, Rithely deu belo passe para Rogério, que driblou o goleiro, fez o gol e animou a Ilha do Retiro. Aos 17, destacou-se o talento de Diego Souza pela primeira vez. Em tabela com Rithely, ele fez bela jogada pela direita, invadiu a área adversária, driblou mais um zagueiro e tocou com categoria na saída de Glédson. Na segunda etapa, o Campinense começou melhor e achou o gol no início. Aos três minutos, a equipe de Campina Grande conseguiu envolver o Leão na troca de passes e, premiando a boa ação coletiva, diminuiu com Fernando Pires. O atleta recebeu o passe de Reinaldo Alagoano, que fez pivô e rolou para ele finalizar.

Confirmar
Com a situação confortável após vencer bem fora de casa, na partida de ida, o Bahia entrou em campo neste domingo, na Fonte Nova, para confirmar a vaga à semifinal da Copa do Nordeste, o clássico contra o Vitória. Em ritmo leve, a boa vitória do Tricolor sobre o Sergipe, por 3 a 0, construída na segunda etapa, foi importante para a vantagem do mando de campo na próxima fase. Com o acumulo dos três pontos, o Bahia joga em seus domínios a segunda partida do Ba-Vi. Os gols do Bahia foram marcados por Edson, duas vezes, e Edigar Junio, todos na etapa complementar. Aos cinco minutos, o volante aproveitou o erro da defesa adversária, que tentou fazer linha de impedimento em uma cobrança de falta, dominou a bola que sobrou aos seus pés e mandou com tranquilidade para o gol. O segundo dele, aos 17 minutos, nasceu também de uma bola parada. Em cobrança de escanteio, viu Hernane ajeitar a bola, na segunda trave, antes de empurrar para o gol. Aos 37, mesmo com um jogador a menos, o lateral Eduardo foi expulso depois de cometer falta violenta, o Bahia achou o terceiro gol e fechou a conta. Edigar Junio, que entrou no lugar de Régis, aproveitou sobra da zaga e deixou o seu.

Atitude
Com a situação confortável após vencer bem fora de casa, na partida de ida, o Bahia entrou em campo neste domingo, na Fonte Nova, para confirmar a vaga à semifinal da Copa do Nordeste, o clássico contra o Vitória. Em ritmo leve, a boa vitória do Tricolor sobre o Sergipe, por 3 a 0, construída na segunda etapa, foi importante para a vantagem do mando de campo na próxima fase. Com o acumulo dos três pontos, o Bahia joga em seus domínios a segunda partida do Ba-Vi. Os gols do Bahia foram marcados por Edson, duas vezes, e Edigar Junio, todos na etapa complementar. Aos cinco minutos, o volante aproveitou o erro da defesa adversária, que tentou fazer linha de impedimento em uma cobrança de falta, dominou a bola que sobrou aos seus pés e mandou com tranquilidade para o gol.

Escanteio
O segundo dele, aos 17 minutos, nasceu também de uma bola parada. Em cobrança de escanteio, viu Hernane ajeitar a bola, na segunda trave, antes de empurrar para o gol. Aos 37, mesmo com um jogador a menos, o lateral Eduardo foi expulso depois de cometer falta violenta, o Bahia achou o terceiro gol e fechou a conta. Edigar Junio, que entrou no lugar de Régis, aproveitou sobra da zaga e deixou o seu. Na próxima fase da competição, a semifinal, o Tricolor joga contra o Vitória, no clássico Ba-Vi, a partir do próximo domingo, e decide a classificação em casa por ter somado mais pontos. Apesar da derrota, o Galo segue líder do Campeonato Mineiro, com 27 pontos, quatro de diferença em relação ao Cruzeiro que é o segundo colocado.

Viradas
Em partida muito disputada de sete gols e duas viradas na etapa final, o Joinville venceu o Tubarão em casa por 4 a 3 e assumiu a vice-liderança do Campeonato Catarinense. Com o tento da vitória marcado aos 43 do segundo tempo, o JEC chegou a treze pontos no estadual, três a menos que a líder Chapecoense. O Tubarão permaneceu na quinta posição, com sete tentos. Agora com quatro vitórias, um empate e uma derrota em seis jogos, a equipe do interior joga novamente em casa na próxima rodada, contra o Inter de Lages, no sábado às 19h (de Brasília). O Tubarão, por sua vez, viaja até o Heriberto Hulse para enfrentar o Criciúma no domingo, às 18h30. E aos 43, o ponto final da partida. Juninho recebeu cara a cara com Matheus e chutou em cima do goleiro do Tubarão. No rebote, o meio campista não titubeou e balançou as redes, sacramentando a vitória do JEC. Dois minutos depois, Paulinho ainda foi expulso por agredir Caíque e novo empate ficou mais distante.

Consecutiva
Em jogo único neste sábado, que abriu a sexta rodada do segundo turno do Campeonato Catarinense, a Chapecoense chegou à sua quinta vitória consecutiva no estadual após vencer o Figueirense por 2 a 0, no Orlando Scarpelli. Com o resultado, os comandados de Vagner Mancini foram a 16 pontos e se mantiveram na liderança do torneio, enquanto o time alvinegro permanece com quatro pontos na oitava colocação, podendo virar o último do segundo turno do Catarinense dependendo dos resultados do domingo. A Chapecoense começou a partida com tudo e criou duas grandes chances nos primeiros cinco minutos. Em um dos lances, Dodô rolou para Reinaldo, que chegou apoiando o ataque e finalizou cruzado, forçando o goleiro a fazer uma boa defesa. No escanteio após essa jogada, Rossi cruzou, Wellington Paulista desviou na primeira trave e Grolli, que estava livre na segunda trave, furou e desperdiçou a chance de abrir o placar. Aos poucos o jogo passou a ser mais equilibrado e o Figueirense conseguiu criar sua primeira boa chance. O goleiro Arthur Morais saiu mal e o meia Hélder aproveitou e arrancou em direção ao gol, mas bateu por cima da meta.

Encaminhando
Atuando como visitante em seu estádio, o São Paulo largou na frente do Linense e venceu o jogo de ida, por 2 a 0, encaminhando sua classificação às semifinais do Campeonato Paulista. Ciente de que a venda de mando de campo não é o ideal no futebol, o técnico Rogério Ceni negou que tenha sido esse o motivo de sua equipe sair vitoriosa do Morumbi. “Eu acho sempre mais justo cada um jogar sempre dentro do seu estádio. Não sei exatamente o que ocorreu, mas pelo o que eu vi o presidente do Linense não tinha condição de mandar o jogo em Lins. Talvez fosse mais coerente mandar no Pacaembu, mas parece que não houve tempo hábil para isso”, analisou o treinador, em entrevista coletiva, após a partida. Jogando diante de pouco mais de 15 mil são-paulinos, o Tricolor construiu o seu triunfo no segundo tempo, quando Diego Felipe, contra, e Lucas Pratto balançaram as redes, aos quatro e 48 minutos, respectivamente.

Diretoria
Preocupado com o jogo diante do Atlético Paranaense, pela terceira rodada da Copa Libertadores, o técnico Zé Ricardo vai pedir à diretoria do Flamengo que tente antecipar o jogo contra o Vasco, pelas semifinais da Taça Rio. Como o confronto com o Furacão vai acontecer na quarta-feira, dia 12, o treinador acredita que seria importante ganhar mais um dia para preparar a equipe para o jogo diante dos paranaenses. Em relação ao clássico diante do Fluminense, o técnico rubro-negro disse que é preciso entender que existe um adversário de qualidade do outro lado e que dificultou muito as pretensões do Flamengo de sair com a vitória. “Às vezes acontece de não fazermos os gols que gostaríamos. Agora é pensar nas semifinais da Taça Rio e do Carioca, mas também na Libertadores”, disse. Enquanto o técnico do Flamengo mostrava tranquilidade com o resultado, os dirigentes rubro-negros não escondiam o descontentamento com a arbitragem do clássico. O gerente Rodrigo Caetano garantiu que vai pedir à Federação do Rio de Janeiro que Rodrigo Carvalhães de Miranda não seja mais escalado para os jogos do Flamengo na competição estadual.

Acréscimos
O técnico Abel Braga confessou ter ficado com um “gosto de derrota” na boca por ter sofrido o gol de empate no clássico contra o Flamengo, nos acréscimos. Na entrevista coletiva, o treinador disse que o Fluminense fez um segundo tempo perfeito e que merecia sair com a vitória. Abel lamentou o excesso de oportunidades perdidas e disse que as falhas não podem acontecer no jogo diante do Liverpool do Uruguai, quarta-feira, na estréia da Copa Sul-Americana. “Nós saímos com o sentimento de derrota, mas não posso reclamar. Hoje eles justificaram a confiança que eu tenho neles”, afirmou Abel. Para o treinador, o time pode tirar lições do clássico. Abel lamentou o fato de ter sofrido o gol do empate, em lance de bola parada, quando tinha um jogador a mais e dominava amplamente. O comandante do Tricolor ainda disse ter pedido desculpas ao técnico Zé Ricardo, antes do jogo, por escalar uma equipe reserva. “Estamos classificados e vamos enfrentar um jogo eliminatório durante a semana”, justificou.

Satisfação
No alegre vestiário do Vasco, o técnico Milton Mendes não escondia sua satisfação com a exibição da equipe na vitória sobre o Nova Iguaçu. Ele disse que a equipe conseguiu se posicionar em campo e construir o resultado. O treinador afirmou que a equipe está de parabéns pela entrega demonstrada em campo para obter um resultado tão importante. Na entrevista coletiva, Mendes fez questão de destacar a atuação de Yago Pikachu, que marcou seu terceiro gol em três partidas, depois de ter mudado de posição por opção do treinador: “É uma felicidade ver um garoto humilde e trabalhador crescendo cada vez mais na posição”, disse. Ao ser perguntado sobre a ríspida discussão entre Nenê e Douglas, no primeiro tempo, Milton Mendes disse que falou com os dois jogadores no intervalo e mostrou quem comanda dentro do clube. “O comando dentro de campo é meu. A responsabilidade é minha. Não vou admitir isso mais”, assegurou. O técnico cruz-maltino explicou que a vitória sobre o Nova Iguaçu foi merecida porque o Vasco teve sempre o controle da partida. E destacou o progresso nas últimas partidas: “Nossa equipe está crescendo, evoluindo no momento certo, na hora da decisão”, afirmou.

Libertadores
Mais preocupado com a Taça Libertadores do que com as semifinais da Taça Rio, o técnico Jair Ventura admite poupar os titulares no jogo diante do Fluminense. Na entrevista coletiva, o treinador alvinegro explicou que a prioridade do clube neste início da temporada é a disputa do torneio sul-americano. “Conseguimos ser competitivos nas duas competições. Apesar de ser a única equipe que jogou a pré-Libertadores, fomos a equipe com maior pontuação da Taça Rio”, avaliou. Jair disse que durante a semana a comissão técnica vai planejar o trabalho da semana e que se o jogo contra o Fluminense, pela Taça Rio, for marcado para domingo, a tendência é que os titulares sejam poupados porque no meio da outra semana, o Botafogo vai jogar à Colômbia, enfrentar o Atlético Nacional, pela Libertadores. “Não queremos perder jogadores. Vamos ver se vale a pena escalar os titulares e se dará tempo de recuperar”, declarou. Em relação à sequência de gols de bicicleta marcados pelo Botafogo, Jair adotou um tom de brincadeira e ‘revelou’ que tem feito os jogadores treinarem o movimento. O comandante botafoguense jogou futebol de areia, esporte no qual os gols de bicicleta são muito comuns. “Estou brincando. Bom que a torcida gosta, a gente gosta. O mais importante são os gols. Mas é bom para o espetáculo”, afirmou.

Adversário
O técnico Eduardo Baptista não se deixou levar pela vitória por 3 a 1 do Palmeiras sobre o Novorizontino, no domingo, fora de casa. Mesmo podendo perder por até um gol de diferença para o adversário no jogo de volta das quartas de final do Campeonato Paulista, na sexta-feira, no Pacaembu, ele não cogita poupar jogadores. “De maneira nenhuma. Quem estava no jogo viu a dificuldade com que construímos o placar. Respeitamos o Novorizontino. Conseguimos um resultado importante, mas ponto. Não tem nada resolvido. Precisaremos estar atentos para fazer uma nova partida forte na sexta e, aí, sim, buscar a classificação”, comentou Eduardo. Se preservasse atletas, o técnico palmeirense privilegiaria o próximo compromisso palmeirense na Copa Libertadores da América, apenas na quarta-feira de 12 de abril, contra o uruguaio Peñarol, no Palestra Itália. Justamente para não comprometer os seus atletas no torneio continental, no entanto, Eduardo vinha adotando um rodízio nas rodadas finais da fase de grupos do Estadual. “Agora, o rodízio acabou. Escalei quem estava melhor. Tenho jogadores de qualidade e preciso respeitar o momento de cada um”, disse.

Envolvendo
O Corinthians acredita que conseguirá nesta segunda-feira o acerto com o meia-atacante Valdívia. Depois de chegar a um acordo com o Internacional, envolvendo Giovanni Augusto na negociação, o Timão discutirá as bases salariais com o jogador do Colorado. A troca terá validade até o fim de 2017. Dirigentes paulistas e gaúchos fecharam a transação na última sexta-feira à tarde, restando apenas a discussão dos termos financeiro com os atletas. Isso não é considerado pelas partes como um obstáculo, já que ambos estão dentro do teto salarial dos clubes. Valdívia, aliás, tem salários mais baixos do que Giovanni, o que fará o Corinthians economizar. Por enquanto, Timão e Colorado evitam falar sobre a negociação e só se manifestarão depois que tudo estiver acertado. Antes da partida contra o Botafogo, no último sábado, em Ribeirão Preto, o presidente do Timão, Roberto de Andrade, fez elogios a Valdívia, mas negou que os clubes estivessem conversando sobre a troca.

Interesse
Corinthians e Internacional, porém, estão em contato há mais de duas semanas. O Colorado mostrou interesse em contratar Giovanni Augusto, mas avisou que não envolveria Valdívia e Nico López, duas de suas maiores estrelas. Os nomes colocados na mesa, como do atacante venezuelano Seijas, não agradaram à comissão técnica corintiana. O Internacional só concordou em incluir Valdívia na negociação depois do aval do técnico Antônio Carlos Zago. O jogador está em baixa desde a chegada do treinador e passa a maior parte do tempo como reserva. Ele disputou 11 partidas e marcou apenas um gol nesta temporada. Valdívia agrada bastante aos corintianos por poder atuar em várias posições no sistema ofensivo. O elenco, por exemplo, não tem reservas para os armadores Rodriguinho e Jadson. Além disso, a diretoria queria a contratação de mais um jogador de velocidade, mesmo depois de buscar Clayton, do Atlético-MG.

Definir
Zé Ricardo e sua comissão técnica têm nove dias para definir algumas questões e fechar buracos no Flamengo. Talvez seja exagero e injusto sugerir que o time imaginado para ser titular neste início de ano está em xeque. Mas há alguns pontos de interrogação no ar que o Fla-Flu, que terminou em empate por 1 a 1, em Cariacica (ES), reforçou antes de pegar o Vasco na semifinal da Taça Rio e do jogo importante contra o Atlético-PR, dia 12, no Maracanã. A partida será fundamental para as pretensões rubro-negras na competição continental. Rômulo e Mancuello, que devem ser preparados para jogar a Libertadores dia 12 contra o Atlético-PR, seguem como titulares da equipe? Márcio Araújo voltou a ser dono da posição? Berrío normalmente é a alternativa ao argentino. Foi titular no Fla-Flu. Mas o desempenho o credencia a ganhar a vaga no ataque? Rafael Vaz, na berlinda da simpatia com a torcida rubro-negra, permanece com total confiança de Zé Ricardo? Donatti ganha espaço?. Somente Zé, os jogadores e os treinos durante a semana vão responder. Contra o Fluminense, Rafael Vaz chamou a atenção. Não pelo azar de desviar a bola do gol de Wendel, mas por que acumulou marcas pessoais negativas neste Carioca.

Planejar
Sem muito dinheiro em caixa, o Corinthians começa a se planejar para segurar um de seus principais jogadores nesta temporada. Depois de apenas 15 partidas disputadas, a diretoria do Timão já decidiu que exercerá a prioridade de compra dos direitos econômicos do zagueiro Pablo, titular absoluto da equipe. O clube terá de pagar cerca de 3 milhões de euros (R$ 10 milhões na cotação atual) ao Bordeaux, da França, para segurar o defensor em 2018. O contrato de empréstimo tem validade até 31 de dezembro de 2017, mas a intenção da direção alvinegra é se antecipar para não correr riscos. Caso o clube francês receba outras propostas, o Corinthians será obrigado a, pelo menos, igualar os valores para adquirir os direitos. A direção, porém, acredita que o desejo do jogador em permanecer no Timão será fundamental para o acordo. O dinheiro para comprar os direitos pode vir da venda de outro zagueiro. O Timão deve negociar nas próximas semanas os 25% dos direitos econômicos que ainda tem de Felipe, hoje no Porto. A opção de compra está prevista em contrato e provavelmente será exercida, já que a equipe portuguesa pode vender o defensor para o Real Madrid. O clube receberá cerca de 5 milhões de euros (R$ 16,6 milhões).

História
O primeiro rebaixamento de sua história leva o Inter a ampliar seus investimentos em 2017, mesmo com pendências financeiras e projeção de déficit de R$ 58 milhões em um ano atípico, com a disputa da Série B. Após diagnosticar as carências do elenco na campanha traumática de 2016, o clube ampliou sua folha salarial em R$ 1 milhão na temporada atual, justamente para evitar que as fragilidades do passado se repitam na segunda divisão. O desempenho mais do que insuficiente serve como norte para explicar o investimento, mas a justificativa para o acréscimo na despesa tem a ver com as chegadas e saídas de atletas ao clube na temporada. A começar pelo retorno de D’Alessandro, dono do salário mais alto do clube, que contratou ainda outras nove caras novas – há ainda Felipe Gutiérrez a confirmar, além de Pottker, já acertado, que segue na Ponte Preta. Em contrapartida, o Colorado promoveu uma verdadeira faxina em seu elenco, com a liberação de um total de 26 atletas, com Anderson, Alex e Ariel como expoentes de salários mais elevados. Os números exatos são mantidos em sigilo pelo mandatário, ainda que o acréscimo de R$ 1 milhão permita a projeção de que a folha salarial gire na casa dos R$ 7 milhões mensais.

Vantagem
O Grêmio retorna da serra gaúcha com vaga encaminhada na semifinal do Gauchão, após bater o Veranópolis por 2 a 0, no Antônio David Farina, neste domingo. E pode – aliás, deve – creditar a vantagem no estadual a Miller Bolaños. O gringo abriu o caminho para o triunfo com o “gol mais fácil de sua carreira”. Mas que não perde seu emblema. Além de isolá-lo na artilharia do Gauchão, com seis gols, o tento o consolida como grande protagonista da equipe em 2017 e o faz honrar até seu apelido no Equador: “The Killer”, ou “O matador”. Não à toa. A liderança no ranking dos artilheiros, por mais pomposa que seja, não é a única estatística que expõe seu papel para o Grêmio de Renato Gaúcho. Com seus seis gols na temporada, o equatoriano é responsável por anotar um terço dos 18 tentos do Tricolor no Campeonato Gaúcho. A equipe, diga-se, só encerrou a série de quatro empates seguidos com o retorno antecipado do gringo da seleção equatoriana, na goleada por 4 a 0 sobre o Juventude. Neste domingo, o equatoriano contou com um erro grotesco de Reynaldo para abrir o placar, já aos 34 da primeira etapa, a partir de um lançamento venenoso de Maicon para o ataque. A bola quicou no gramado e traiu o arqueiro rival. O goleiro saíra para tentar afastar de cabeça, e o lance sobrou livre para o equatoriano apenas completar para as redes.

Eliminação
Ao que tudo indica, a eliminação no Campeonato Carioca tem tudo para não definir o fim do relacionamento entre o Boavista e Joel Santana. Pelo menos no que depender da parte do clube, o treinador continuará à frente da equipe para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. A informação foi confirmada pelo gestor do Verdão de Bacaxá, João Paulo Magalhães, após o empate com a Portuguesa em 1 a 1 neste domingo, no Elcyr Resende, pela última rodada da Taça Rio. Segundo o homem forte do clube, a decisão de seguir na equipe está nas mãos do comandante. “Já convidei o Joel para ficar e ele vai definir esta semana. Mas ele é o nosso treinador” disse. Apresentado pelo Boavista no dia 12 de dezembro para o Carioca, Joel Santana comandou o clube em 15 jogos entre o estadual e a Copa do Brasil. À frente do time, o treinador teve cinco vitórias, sete derrotas e três empates. Fora das fases finais do Campeonato Carioca, o Boavista terá uma pausa no calendário. O time só volta a entrar em campo em maio, para a disputa da Série D do Campeonato Carioca.

Volante
Wendel fez o gol do Fluminense no empate com o Flamengo, domingo, em Cariacica. Porém, o volante foi o destaque tricolor no clássico da Taça Rio por todo um repertório. Apesar dos 19 anos, comandou o time reserva escalado por Abel Braga. Ditou o ritmo dos ataques, com qualidade na saída de bola, e as roubadas de bola, com marcação adiantada. Quase faz a torcida esquecer Douglas, o titular da posição, o que o eleva a mais uma promessa de Xerém. É improvável que Wendel esteja em campo na quarta-feira, no Maracanã, diante do Liverpool, do Uruguai, na estreia da Sul-Americana, competição prioritária do clube. Mesmo que Douglas ainda se recupere de dores musculares nas duas coxas, deve estar em campo. O suplente, entretanto, não teria dificuldade de substituí-lo. O que não chega a ser uma novidade a quem pertence ao dia a dia do clube. “O garoto foi inserido no elenco faz pouco tempo. O que nos surpreende, a comissão técnica, a direção e especialmente os colegas, é a maneira espontânea e criativa com que joga. Dá dinâmica ao time. A personalidade dele é grande, dá segurança. Ele tem a confiança dos colegas. É humilde, simples, muito do bem, trabalha bem, não fala nada e joga muito” comentou Abelão.

Considerado
O Santos perdeu por 1 a 0 para a Ponte Preta em Campinas, no sábado, mas tem dois bons motivos para acreditar na reação e na classificação para a semifinal do Campeonato Paulista. O Peixe deve ter o time considerado ideal pela primeira vez na temporada. A única dúvida é o retorno de Zeca, que se recupera de edema muscular na coxa direita e fará trabalho intensivo nos próximos dias, assim que voltar da Itália, onde tenta obter a cidadania italiana. Nas primeiras partidas da temporada, o técnico Dorival Júnior sofreu com os desfalques. Vanderlei, David Braz, Renato, Lucas Lima e Ricardo Oliveira foram ausências em mais de uma compromisso. Agora, todos estão à disposição. Outro fator para confiar na vaga na semi é a semana inteira livre para trabalhos visando a Ponte. Enquanto isso, a equipe de Campinas entrará em campo na quarta-feira, no Moisés Lucarelli, contra o Gimnasia, da Argentina, pela Sul-Americana. O elenco santista folgou no domingo e também não treinará nesta segunda. O grupo se reapresenta na tarde de terça-feira. A comissão técnica vai ter seis dias de trabalho como preparação para o jogo da próxima segunda-feira, às 20h (de Brasília), no Pacaembu. Algo que ainda não ocorreu em 2017.

Encontro
Chapecó abriu os braços, o coração e se vestiu de homenagens para o encontro histórico com o Atlético Nacional, pela Recopa, terça-feira, às 19h15 (de Brasília), na Arena Condá. Do saguão do aeroporto, passando pelas ruas da cidade e estádio, há mensagens de fraternidade e carinho com a equipe de Medellín. E os primeiros torcedores colombianos já circulam pela cidade catarinense com camisas que fazem alusão aos dois times que, por coincidência, têm as cores verde e branca. “Bem-vindo, campeão do mundo em respeito e solidariedade”. Essa é a frase que o time colombiano lerá assim que sair da pista para o saguão do aeroporto Serafim Enoss Bertaso. E tantas outras lerão até a chegada ao hotel e também à Arena Condá, onde realizará um treino fechado nesta segunda-feira, dia da chegada a Chapecó, por volta de 13h45 – a delegação já está em São Paulo, onde treinou neste domingo. O apoio vem também em espanhol e uma camisa imensa da Chape presa num prédio, com um escudo da Colômbia. Na loja oficial, o aviso: ingressos esgotados. E desde sábado.

Barradão
O Vitória está nas semifinais da Copa do Nordeste. Neste sábado, o Rubro-Negro recebeu o River-PI, no Barradão, e venceu o adversário por 1 a 0, com gol de José Welison. O Leão já havia vencido o primeiro confronto entre as duas equipes por 3 a 2, na última quarta-feira, em partida realizada no Piauí. O jogo deste sábado foi marcado por uma longa paralisação devido a um problema no abastecimento de energia elétrica no bairro Canabrava, onde está localizado o Barradão. Os refletores do estádio apagaram na marca de 23 minutos do segundo tempo e só voltaram a funcionar 55 minutos depois. Com a classificação assegurada, o Vitória agora fica na expectativa para conhecer seu adversário na briga por uma vaga na decisão. O Rubro-Negro pode enfrentar seu arquirrival, o Bahia, que venceu o primeiro compromisso das quartas de final contra o Sergipe por 4 a 2, fora de casa, e está muito próximo das semifinais.

Decisivo
Anderson Salles foi novamente decisivo para o Santa Cruz contra o Itabaiana. Neste sábado, o zagueiro voltou a marcar em cobrança de falta, assim como aconteceu no primeiro confronto entre as duas equipes, e garantiu o Santinha nas semifinais da Copa Nordeste, competição que o time pernambucano venceu na última temporada. A partida deste sábado foi movimentada desde o início, uma vez que era interessante para ambas as equipes fazer um gol logo no começo. O Santa Cruz havia vencido o jogo da ida, no Sergipe, por 1 a 0 e tinha a vantagem do empate. Com a classificação às semifinais garantida, o Santa Cruz espera agora seu adversário na briga por um lugar na grande final. O Tricolor pode ter pela frente o rival Sport, que recebe o Campinense neste domingo. O Leão perdeu o primeiro duelo por 3 a 1 e precisa vencer por dois gols de diferença na Ilha do Retiro.

Retornará
Desfalque do Corinthians no empate por 0 a 0 com o Botafogo-SP, no sábado, pelo Campeonato Paulista, o meia Rodriguinho deverá retornar à equipe diante da Universidad Católica, na quarta-feira, pela Copa Sul-Americana. O jogador faz tratamento para se recuperar de dores no joelho esquerdo, problema que o acompanha desde a pré-temporada. “Vamos esperar a reação dele. Acordou sem confiança (no sábado), sentindo um pouquinho, mas tem melhorado. Há grandes chances de estar à disposição para quarta-feira”, confiou o técnico Fábio Carille, que utilizou Jadson centralizado para amenizar a baixa de Rodriguinho e viu o seu time ser pouco criativo em Ribeirão Preto. Por outro lado, existe a possibilidade de o Corinthians ter novas ausências, por precaução. Carille está receoso com a sequência de jogos eliminatórios (no Campeonato Paulista, na Sul-Americana e na Copa do Brasil) no mês de abril e admite que poderá preservar atletas diante dos chilenos, em Itaquera. “Devemos respeitar todo o mundo, analisar jogo a jogo. Se alguém ficar fora, será porque realmente teve que ficar. Não poupo ninguém”, disse o técnico, resgatando um discurso do seu mentor Tite, que culpava as recomendações do departamento médico por eventuais baixas na equipe.

Ausências
Dois jogadores já são ausências certas contra a Universidad de Chile – os meias Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto, que estão em fase final de reabilitações físicas. “Para domingo, sim, poderão voltar”, previu Carille, referindo-se ao reencontro com o Botafogo-SP. “Mas o Kazim talvez tenha que esperar um pouco”, ponderou, sobre o atacante inglês naturalizado turco, que tem lesão no joelho direito. Embora muitos jogadores reclamem de cansaço, caso do centroavante Jô, a maioria tem se mostrado animada para estar em campo na quarta-feira. “A sequência de jogos está sendo muito grande, mas o Corinthians tem grandes profissionais para ajudar na recuperação. Estou disposto a jogar”, avisou o lateral esquerdo Guilherme Arana.

Lotado
O Santos conta com o apoio da torcida para reverter a vantagem da Ponte Preta e alcançar a classificação para as semifinais do Campeonato Paulista. E para ter o Pacaembu lotado, no próximo dia 10, às 20h (de Brasília), no duelo de volta das quartas contra a Macaca, o Peixe colocou os ingressos mais baratos custando R$ 20 no Tobogã (meia-entrada). A venda já começou na manhã deste domingo, apenas para os sócios das categorias prioritárias (diamante, ouro e prata), pelo portal Sócio Rei (www.sociorei.com.br). Já para os sócios da categoria oficial, a comercialização acontece a partir das 11h desta segunda-feira e prosseguirá até às 17h do próximo domingo, caso os ingressos não tenham se esgotado antes disso. Por fim, o torcedores comuns poderão comprar as entradas apenas na próxima quinta-feira, às 11h, na bilheteria da Vila Belmiro, do Pacaembu e também nos pontos de vendas autorizados, conforme relação abaixo. No jogo de ida das quartas de final, o Peixe perdeu para a Ponte por 1 a 0, em Campinas, com gol de William Pottker. Para conseguir a classificação, a equipe comandada por Dorival Júnior precisa vencer por dois gols de diferença. Uma vitória simples levará a decisão para os pênaltis. Caso seja derrotado ou a partida termine empatada, o alvinegro estará eliminado do Campeonato Paulista.

Mandatário
O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, falou neste domingo sobre os rumores de uma eventual chegada de Everton Ribeiro ao Morumbi. Em conversa com jornalistas, o mandatário disse achar “muito difícil” a contratação do meia pelo Tricolor no momento. O interesse em Everton Ribeiro, bicampeão brasileiro com o Cruzeiro, em 2013 e 2014, surgiu nesta semana, quando o próprio técnico Rogério Ceni disse que o atleta seria bem-vindo ao clube do Morumbi. Com 27 anos, o atleta defende o Al Ahli-EAU desde 2015 e gostaria de retornar ao futebol brasileiro. Palmeiras e Flamengo também apareceram como interessados no jogado, o que torna mais difícil uma negociação com o Tricolor, visto que os dois clubes apresentam no momento melhores condições financeiras. “Não é inviável, mas é muito difícil. Pouco provável que aconteça. Se nós deslumbrarmos uma possibilidade, óbvio que teremos o interesse, mas não é uma coisa que eu imagino que seja fácil de acontecer”, disse Leco, momentos antes da partida contra o Linense, neste domingo, no Morumbi.

Favorável
A primeira partida do Santos nas quartas de final do Campeonato Paulista contra a Ponte Preta, fora de casa, não foi favorável para o Peixe. Mesmo com os jogadores colocando certa culpa no gramado do Moisés Lucarelli, o técnico Dorival Júnior fez questão de exaltar novamente a boa atuação da Macaca na partida deste sábado. O treinador ainda comentou sobre o caminho que vem sendo traçado por Rogério Ceni no comando do São Paulo. “Dois aspectos importantes. O gramado não é dos melhores assim como a grande maioria que a gente viu no campeonato. Mas a gente perdeu ontem porque a Ponte jogou muito melhor que o Santos. A equipe conseguiu marcar melhor, atacar melhor. O gramado era ruim para as duas equipes. O resultado foi pela grande partida deles, marcando muito bem. Fomos mal na criação e o resultado poderia ter sido pior do que foi pelo que a gente apresentou”, analisou o treinador alvinegro durante o programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, neste domingo.

Recuperando
Precisando recuperar o resultado, o técnico do Santos “Temos total competência para reverter esse resultado no jogo de volta. O Thiago ainda está sem ritmo. Outros jogadores vão melhores, se recuperando. Até que todos se adaptem e consigam mostrar todas as condições vai um tempo. Você sempre acredita que no jogo seguinte você encontrará o caminho. Fizemos um grande jogo contra o Palmeiras e perdemos o jogo. O treinador tem que avaliar e analisar muito mais que um simples resultado”, acrescentou Dorival. O comandante do clube da baixada também comentou sobre o trabalho que vem sendo realizado por seu agora companheiro de profissão Rogério Ceni no São Paulo. “Ele tem um conceito definido de trabalho, o que é muito importante. Além do que é um profissional muito inteligente, se preparou muito enquanto estava parado. Conhece o São Paulo como ninguém. Tudo é uma sequência de uma carreira já estabilizada. É o melhor jogador que o clube teve e tem um respeito de todas as partes”, colocou. Sobre novas peças vindas da base, Dorival fez questão de afirmar que gosta de observar pessoalmente as possíveis promessas das equipes de revelação do Santos. “Podem me falar dos jogadores, mas gosto de ver eu mesmo. É uma coisa que faço desde o primeiro time que treinei”, completou o técnico.

Estadual
Foi na raça! Derrotado pelo Tupi até os 44 minutos do segundo tempo, o América-MG correu atrás do resultado e conseguiu o gol de empate que garantiu sua classificação para a próxima fase do Campeonato Mineiro, em duelo em Juiz de Fora. O empate por 1 a 1 deixa o Coelho com 18 pontos, na terceira colocação do torneio estadual. O confronto foi complicado para o Coelho. A equipe alviverde sofreu gol no primeiro tempo, em lance confuso, e passou o jogo inteiro correndo atrás do resultado, conseguindo o tento da classificação somente aos 44 minutos do segundo tempo. Foi isto mesmo. Figura folclórica do futebol brasileiro, o atacante Flávio Caça-Rato participou mais uma vez de um gol, no mínimo, diferente, em duelo contra o América-MG. O camisa 10 do Tupi, Jajá, recebeu a bola na área, conseguiu driblar o goleiro do América e ficou frente a frente com as redes. Ele parou, virou de costas para as traves, mas não contava que Caça-Rato apareceria para mandar para dentro do gol, de bico, sem esperar. No momento ficou claro o desconforto de Jajá. Pressionado pelos jogadores do América-MG, que entenderam o lance como uma afronta, Jajá disse que pensou que estava impedido e, por isso, não mandou a bola direto para o fundo das redes. Segundo ele, Caça-Rato observou que não tinha nada de errado e fez o tento.

Especulações
Durante a semana, ganhou força na imprensa internacional as especulações de que Neymar pode trocar o Barcelona pelo poderoso futebol inglês, onde ganharia valores recordes em termos de salário. E o atleta poderia realmente estar disposto a mudar de ares. De acordo com o Sunday Times, para se tornar o jogador mais bem pago do futebol mundial, o camisa 11 dos catalães vai ouvir as propostas de dois dos maiores clubes da Inglaterra e do planeta: Chelsea e Manchester United. Neymar pede cerca de 400 mil libras (R$1,5 milhão, aproximadamente) por semana, e teria recebido a garantia do técnico José Mourinho de que os Diabos Vermelhos podem cobrir este valor. Ainda de acordo com a publicação, o atacante já teria confessado a amigos que ambos as equipes estavam atrás dele, com o treinador português insistindo bastante. Se realmente trocar de clube, Neymar pode se tornar protagonista de seu time. No Barça, ele divide as atenções com Lionel Messi e Luis Suárez.

Menisco
O Barcelona confirmou na noite deste domingo que o meia Rafinha Alcântara sofreu uma lesão no menisco interno do joelho direito durante a vitória por 4 a 1 sobre o Granada, fora de casa, pelo Campeonato Espanhol. Após os primeiros exames realizados, o departamento médico ainda não revelou quanto tempo o brasileiro ficará fora de combate, mas a notícia já deixou o técnico Luis Enrique preocupado para a reta final da competição. “É um desfalque importante, triste para nós. Com a lesão do Rafinha teremos que buscar soluções, mas temos um elenco com jogadores versáteis. São os elencos que ganham títulos” disse o treinador. O filho do tetracampeão Mazinho sentiu as dores no joelho logo aos 13 do primeiro tempo e deixou o gramado quatro minutos depois, dando lugar a Alcacer. Esta é a quinta lesão de Rafinha na temporada. O brasileiro tem sido titular com Luis Enrique e disputou 27 partidas na temporada (17 no Espanhol, quatro na Copa do Rei e seis na Liga dos Campeões), com sete gols marcados (seis no campeonato nacional e um na Copa).

Trâmites
Liberado pela diretoria e comissão técnica do Santos, Zeca viajou para a Itália neste domingo. O lateral-esquerdo pretende finalizar os trâmites burocráticos para a regulamentação da cidadania italiana. Ele foi acompanhado de Bruno Paiva, sócio da OTB Sports, empresa que gerencia a sua carreira. Além de permitir que o jogador do Peixe não preencha vaga de estrangeiro em clubes da Itália, a dupla cidadania agiliza a obtenção do passaporte europeu, que facilitaria qualquer negociação com equipes do Velho Continente. Fora de combate por causa de edema muscular na coxa direita, o jovem santista aproveitou a folga de domingo e segunda-feira do elenco para viajar. O clube espera que ele treine na terça-feira à tarde, data marcada para a reapresentação dos atletas após a derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta. Zeca teve proposta do Atlético de Madrid, da Espanha, e consulta do PSG, da França, no ano passado. Já na janela de transferências em janeiro de 2017, o Peixe só recebeu sondagens e o lateral escolheu permanecer.

Sucesso
Além da chegada do técnico Jorge Sampaoli, grande parte da imprensa espanhola considera o diretor de futebol Ramón “Monchi” Vendejo a chave do sucesso do Sevilla, que luta pelas primeiras posições no Campeonato Espanhol. Há 17 anos no clube, ele anunciou sua saída neste último domingo, sem ainda revelar o destino, apesar de muito indicarem que ele irá para o Roma. E, em entrevista coletiva, o dirigente aproveitou para lembrar momentos importantes de sua longa passagem em Sevilha. Para ele, sua principal contratação foi o brasileiro Daniel Alves, que chegou do Bahia em 2003 e foi negociado em 2008 com o Barcelona. “Essa contratação cumpriu todos os passos que você pode querer. Jogador desconhecido, que teve que se adaptar, demos seu tempo, foi crescendo, nos deu títulos e logo foi vendido. Compramos por 800 mil euros e o vendemos por 35 milhões mais Fernando Navarro” afirmou Monchi, lembrando que a negociação envolveu ainda o lateral-esquerdo espanhol, hoje no Deportivo La Coruña.

(*) Wilson Barbosa é jornalista e cronista esportivo. Email: www.wilsonbarbosatreze@gmail.com

Deixe uma resposta