Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Colunistas | Wilson Barbosa | Panorama Esportivo – por Wilson Barbosa

Panorama Esportivo – por Wilson Barbosa

Contratação

Neymar durante sua apresentação ao Barcelona, em 2013 – Foto: Getty Images

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e seu antecessor, Sandro Rosell, declararam à Justiça da Espanha que fecharam a contratação de Neymar em dezembro de 2011, quando o jogador tinha contrato com o Santos até agosto de 2014, com o pagamento de um adiantamento de 10 milhões de euros. Segundo as regras da Fifa, um atleta só pode assinar com outro clube quando faltar menos de seis meses para o fim de seu contrato. Esta negociação, porém, foi autorizada pelo então presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro (morto em 2016). Barcelona e o estafe de Neymar descreviam esse pagamento como um empréstimo. O GloboEsporte.com obteve áudios e transcrições dos depoimentos prestados por Rosell em 2014 e Bartomeu em 2015 no âmbito de uma investigação movida pelo fisco espanhol. O caso foi encerrado por meio de um acordo – o Barcelona aceitou pagar uma multa de 6 milhões de euros às autoridades da Espanha. É o motivo pelo qual nem o clube europeu e nem Neymar quiseram comentar o caso. Num depoimento prestado em julho de 2014, Rosell declarou ao juiz Pablo Ruz que havia outros clubes interessados em contratar Neymar, e por isso recorreu a um adiantamento para assegurar que o jogador fecharia com o Barcelona. O estafe de Neymar tinha uma carta do então presidente do Santos, Luis Alvaro Oliveira Ribeiro, que os autorizava a negociar.
Negociação
“Havia outros clubes com outras cifras. Então, quando voltamos a acertar por 40 milhões de euros (…) o pai de Neymar me disse: “Isto é o sinal?”. E então eu lhe disse: “Muito bem, quanto quer de sinal?”. “Quero 10 (milhões de euros)”. “Pois te daremos o sinal de 10”. Sorte que ele me pediu, senão eu teria oferecido. Eu teria dito: “Veja, não quer nada adiantado?”. “E essa negociação, entende você, é um pagamento como sinal” comentou o juiz Ruz. “Um sinal muito bem pago com empréstimo” respondeu Rosell. O juiz insistiu: “Quando alguém fala em um sinal é uma coisa, quando se fala de empréstimo é outra. Por isso, digo: quero saber se o que se conversou entre vocês foi de adiantar um sinal e o clube (Barcelona) decidiu que se formalizaria como um empréstimo. É assim, verdade?”. Nos áudios, porém, não é possível ouvir a resposta de Rosell a esta pergunta. O dirigente renunciou e foi sucedido por Josep Maria Bartomeu, que também prestou depoimento sobre o caso. Numa audiência realizada em fevereiro de 2015, Bartomeu declarou: “Havia três jogadores neste país [Brasil] muito interessantes para contratar. Dos três, dois foram para outros clubes europeus, sobrou Neymar. Então iniciamos uma conversa com o pai de Neymar para que quando acabasse o contrato com o Santos, viesse jogar no Barcelona. É um contrato um pouco para amarrar o jogador. No momento que ficasse livre do Santos, viesse jogar no Barcelona. No fundo, é um contrato para amarrar. É um contrato como se fosse… não um pagamento antecipado, mas quase-quase um pagamento antecipado para assegurar que ele não fosse para outro clube”.

Presidente
O Santos segue firme na luta para contratar um centroavante ‘cascudo’ que possa revezar com Ricardo Oliveira na disputa da Copa Libertadores da América de 2017. Mesmo ainda aguardando a rescisão de Luis Fabiano com o Tianjin Quanjian, da China, o Peixe não quer perder tempo esperando e também foi atrás de Hérnan Barcos. O presidente Modesto Roma Júnior, inclusive, está na Argentina e aproveitou a viagem para tentar a contratação do atacante. O alvinegro já acertou as questões financeiras e espera apenas que o jogador acerte a rescisão de seu empréstimo com o Vélez Sarsfield. A cúpula santista está otimista com o acordo, pois entende que o clube argentino não deve fazer força para segurar Barcos, que não vive boa fase e está fora dos planos. Até junho, ele está vinculado ao Sporting, de Portugal, que também não irá se preocupar para liberá-lo ao Peixe. O Santos já havia demonstrado interesse no centroavante no final do ano passado. A diretoria, porém, havia desanimado do negócio após saber que o argentino estava indo para o Atlético Nacional. Após receber a informação de que o ex-palmeirense não acertou com os colombianos, o alvinegro decidiu agir rápido para fechar com o atacante antes que outras equipes tentem investir no negócio.

Destaques
Ytalo foi um dos destaques do Grêmio Audax que por pouco não conseguiu conquistar o Campeonato Paulista na última temporada. A equipe comandada por Fernando Diniz fez história mesmo com a derrota para o Santos na final e ainda abriu oportunidades para muitos jogadores até então desconhecidos do grande público. Um deles era o jovem centroavante de 28 anos, que acabou chamando a atenção do São Paulo. Mas, menos de um ano depois, Ytalo está de volta ao elenco de Osasco de forma melancólica. O Tricolor do Morumbi confirmou a liberação do atleta depois de apenas 13 partidas e um gol marcado. O grande vilão dessa história foi joelho direito de Ytalo. Durante um clássico contra o Corinthians, dia 17 de julho, o jogador acabou sofrendo uma lesão no menisco e também precisou passar por uma cirurgia para reconstruir o ligamento cruzado anterior. Desde o Majestoso em Itaquera, o Reffis do CT da Barra Funda se tornou no único ambiente de Ytalo dentro do São Paulo. Após estrear no fim de maior pela equipe do Morumbi cheio de sonhos e metas para a carreira, o atacante sabia que não teria muito tempo para mostrar serviço. Seu contrato era válido apenas até dezembro de 2016. O São Paulo teve de esperar até a recuperação plena do jogador, já que por lei nenhum clube pode dispensar um atleta em tratamento.

Comandante
Os jogadores do time sub-20 do Corinthians conseguiram chamar a atenção de Fábio Carille na primeira rodada da Copa São Paulo de Juniores. Com o comandante da equipe profissional presente no Joaquinzão, em Taubaté, eles golearam o modesto Pinheiro-MA por 6 a 0 na noite de quarta-feira. “Sabíamos que ele viria aos jogos, mas devemos continuar focados no nosso trabalho. Se a oportunidade aparecer depois disso, será consequência”, comentou o meia Mantuan, autor de dois gols na partida. Quem também balançou as redes duas vezes foi o centroavante Carlinhos, que já treinava com os profissionais do Corinthians no ano passado. “Fiquei feliz por descer para disputar a Copinha, até porque a gente joga no maior clube do País. Estou tentando ajudar da melhor maneira”, discursou o atleta, que beijou o escudo corintiano na direção da torcida após fechar o placar da goleada, convertendo pênalti. Apesar da boa estreia, Carlinhos ainda sofre com a falta de ritmo de jogo. “Estou cansado. Graças a Deus e ao nosso preparador físico, fui abençoado com dois gols”, disse, ciente de que precisará entrar em ação novamente já na sexta-feira, contra o Operário-MS. “Tenho um dia para descansar. Se Deus quiser, estarei bem”, sorriu.

Mandatário
Antes da estreia na Copa São Paulo de Futebol Júnior, os meninos do sub-20 do Santos ouviram o presidente do clube Modesto Roma Júnior afirmar que não esperava grandes revelações da equipe. E se depender do que foi apresentado na vitória por 1 a 0 sobre o Floresta, na noite desta quarta-feira, na Arena Barueri, o mandatário santista irá acertar sua ‘previsão’. Após um apagão no primeiro tempo, a equipe comandada por Marcos Soares acendeu logo no início da segunda etapa e marcou o único gol da partida com Giovane. Porém, o Peixe não mostrou um grande futebol, foi pressionado pelo time cearense e quase saiu de campo sem os três pontos. Com a vitória, o alvinegro alcançou a liderança do grupo 25 da Copinha. Os ‘peixinhos’ dividem a ponta com o Audax-SP, que bateu o Rio Branco por 2 a 1, na tarde desta quarta-feira. O Floresta, por sua vez, ficou zerado e é o lanterninha da chave. Na próxima rodada, o Santos encara o Rio Branco, nesta sexta-feira, às 20h (de Brasília), também na Arena Barueri. Mais cedo, às 18h, o Floresta encara o Audax-SP, no mesmo estádio.

Classificação
Às 21 horas (de Brasília) desta quinta-feira, pela segunda rodada da Copa São Paulo de Juniores, o Palmeiras enfrenta o Villa Nova-MG, no Estádio da Fonte Luminosa. Com um triunfo na cidade de Araraquara, o time alviverde garante classificação à próxima fase. Na primeira rodada, o Palmeiras bateu o Paranoá por 3 a 2, enquanto Villa Nova-MG e Ferroviária ficaram no empate sem gols. Com três pontos ganhos, a equipe palestrina ocupa a liderança do Grupo 7 e os dois primeiros passam para a fase seguinte do torneio. No confronto com o Paranoá, o Palmeiras chegou a ficar duas vezes em desvantagem no marcador e teve trabalho para conseguir a virada com gols de Fernando, Matheus Iacovelli e Léo Passos. A performance do primeiro jogo foi tratada entre comissão técnica e elenco. “Conversamos com eles para mostrar os erros e acertos da estreia. Estamos muito focados novamente. Sabemos da dificuldade que enfrentaremos no jogo, mas vamos em busca da vitória que pode nos dar a classificação”, declarou o técnico João Burse, responsável pelo time sub-20. Na preliminar do jogo entre Palmeiras e Villa Nova-MG, às 19 horas, a Ferroviária enfrenta o Paranoá no Estádio da Fonte Luminosa. O time alviverde encerra sua participação na primeira fase da Copa São Paulo às 17 horas de sábado, contra a equipe local.

Preferência
Em dezembro de 2016, o Santos anunciou a contratação do zagueiro Cleber, do Hamburgo, da Alemanha, por R$ 7,4 milhões. Mas além da quantia em dinheiro, o Peixe também cedeu a preferência de compra do lateral-direito Daniel Guedes. Antes de concretizar o acordo pelo zagueiro, o time alemão exigiu que o alvinegro que liberasse a preferência de pelo menos uma jovem promessa e sugeriu também o volante Fernando Medeiros. O clube de Vila Belmiro, por sua vez, acabou aceitando o acordo pelo lateral de 22 anos. Após a negociação com o Santos, porém, o Hamburgo acabou se concentrando na disputa para fugir da zona de rebaixamento do Campeonato Alemão e ‘esqueceu’ de Daniel Guedes. Mas com a abertura da janela de transferências para a Europa, a equipe pretende retomar as conversas para tirar o atleta do Peixe. O Santos, por sua vez, não quer vender o lateral em definitivo, mas entende que ele terá pouco espaço na equipe titular deste ano, principalmente após a chegada de Matheus Ribeiro, e espera fazer um acordo por empréstimo de um ano com o clube da Alemanha. Além do Hamburgo, o Daniel Guedes também já foi sondado pelo Botafogo. Na época, o técnico Dorival Júnior afirmou que contava com o ‘Menino da Vila’ e brecou as negociações. Porém, com a preferência da contratação, o treinador nada poderá fazer caso o Peixe acerte a transferência do lateral para a Alemanha. Em 2016, por conta de sucessivas lesões, o jovem ganhou poucas oportunidades e participou de apenas cinco partidas pelo clube.

Situações
Apesar de ainda seguir firme em busca de novos reforços para o setor ofensivo, o Santos também quer resolver logo a situação dos jogadores que já estão no elenco. O principal objetivo é renovar os contratados de três titulares da equipe comandada por Dorival Júnior: Vanderlei, Ricardo Oliveira e Lucas Lima. O goleiro e o centroavante estão com as situações mais adiantadas e vão se reunir com a diretoria no final do mês para iniciar as tratativas. O arqueiro santista, um dos principais destaques do time na última temporada, já mostrou o desejo de se aposentar na Vila Belmiro. Por conta disso, sua renovação é a menos complicada. O Peixe, por sua vez, entende que Vanderlei merece um aumento salarial e também um contrato longo, com duração até 2021. O atual vínculo do camisa 1 termina só em dezembro de 2018, mas as partes já querem adiantar o acordo logo após a reapresentação do elenco, no dia 11 de janeiro, no CT Rei Pelé. Já Ricardo Oliveira, que foi procurado pelo São Paulo em dezembro e recebeu proposta milionária da China no começo de 2016, tem uma reunião marcada com a cúpula santista na segunda quinzena de janeiro. O empresário do centroavante, Augusto Castro, está fora do país e vai retornar em aproximadamente dez dias. Assim que desembarcar, ele vai se reunir com o presidente Modesto Roma Júnior para iniciar as tratativas. Com contrato terminando em dezembro, o alvinegro pretende acertar a renovação por pelo menos mais um ano, para evitar o assédio por outras equipes.

Volante
O volante Gabriel continua nos planos do Corinthians para a próxima temporada. O contrato do jogador de 24 anos com o Palmeiras expirou em 31 de dezembro, e a diretoria rival ainda procura uma solução para a contenção do meio-campo do time comandado por Fábio Carille. Gabriel já havia sido especulado como possível reforço do Corinthians durante o Campeonato Brasileiro. Na época, a equipe tinha como técnico Oswaldo de Oliveira, o mesmo que o dirigiu no Botafogo e o recomendou ao Palmeiras. O problema para Corinthians ou Palmeiras ter Gabriel em 2017 é financeiro. Os direitos econômicos do volante pertencem ao Monte Azul, que pretende vendê-los integralmente por mais de R$ 13 milhões. O clube do interior paulista já rechaçou uma oferta palmeirense de R$ 5 milhões, por metade dos direitos, no ano passado. Agora, o espaço para Gabriel no Palmeiras está reduzido, já que o clube encaminhou a contratação de Felipe Melo. No Corinthians, ele não teria muitas dificuldades para ser titular, uma vez que o veterano Cristian já não goza do prestígio de outros tempos e Warian ainda é um novato. Gabriel apareceu com destaque no Palmeiras de 2015, quando teve interrompida a sua ascensão por uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Ele voltou a atuar em 17 de março, contra o uruguaio Nacional, porém se machucou novamente dois meses depois – sofreu uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo.

Vitória
Atual campeão da Copa São Paulo, o Flamengo iniciou a defesa do seu título com uma goleada sobre o Central, de Caruaru, por 5 a 0, em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Anacleto Campanela. Os gols da vitória rubro-negra só foram marcados no segundo tempo. Vinicius Júnior, dois, Patrick, de pênalti, Gabriel Silva e Dener anotaram para a equipe da Gávea. O resultado fez o Flamengo assumir a liderança do Grupo 23 com três pontos ganhos. O Flamengo superou o São Caetano no número de gols marcados. No outro jogo da chave, o Azulão venceu o São Bento por 4 a 2. Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o São Bento. O Central, de Caruaru, vai tentar a reabilitação diante do São Caetano. O Flamengo partiu para o ataque desde o início da partida. E logo aos sete minutos, criou uma boa chance quando Lucas Silva recebeu livre e bateu, mas o goleiro Carlos saiu bem do gol e fez a defesa. Dois minutos depois, Lincoln fez grande jogada e rolou para a conclusão de Patrick, mas a bola saiu. O Central tinha dificuldades de manter a bola sob controle e não conseguia se aproximar da área rubro-negra.

Marcação
Aos 13 minutos, Dener lançou Patrick que se livrou da marcação e chutou forte, mas a bola saiu. O jogo ficou mais lento por causa dos erros de passes das duas equipes e , só aos 21 minutos, é que a equipe carioca conseguiu criar novo momento de perigo. Após cobrança de escanteio, a defesa centralina se atrapalhou e Jean Lucas concluiu, mas a bola saiu sem levar perigo. O Flamengo continuou desperdiçando oportunidades para marcar. Aos 31 minutos, Patrick lançou Jean Lucas que entrou na área e bateu em cima do goleiro Carlos, quando tinha tudo para colocar a bola nas redes. O time da Gávea dominava, mas não mostrava objetividade na hora de decidir as jogadas. Aos 40 minutos, Jean Lucas lançou Michel que cruzou para Lincoln, mas o goleiro Carlos se antecipou em ficou com a bola. O segundo tempo mostrou um Flamengo mais agressivo. Aos sete minutos, Patrick foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Patrick bateu fraco e o goleiro Carlos defendeu, mas o árbitro determinou nova cobrança, alegando que o goleiro do time de Caruaru saiu antes. Patrick bateu, de novo, e marcou o primeiro gol do Flamengo.

Ampliou
Aos 13 minutos, o time carioca quase ampliou. Jean Lucas investiu pela direita e cruzou para Lucas Silva que foi desarmado na hora do chute. A bola sobrou para Michel que bateu por cima, desperdiçando uma boa chance. O rubro-negro carioca seguiu dominando completamente e ampliou aos 23 minutos. Patrick tocou para Jean Lucas que chutou forte. Carlos deu rebote e Gabriel Silva empurrou para o fundo do gol. O terceiro gol aconteceu aos 29 minutos. Após lançamento do goleiro Gabriel , o atacante Vinicius Júnior dominou antes da chegada dos zagueiros e tocou na saída do goleiro do Central. A goleada se concretizou aos 33 minutos, novamente com Vinicius Júnior que recebeu na entrada da área e bateu no ângulo, sem chance para o goleiro caruaruense. O Central se entregou completamente e o Flamengo chegou ao quinto gol aos 36 minutos, através de Dener, após cobrança de escanteio. Antes do apito final, o Flamengo ainda teve um gol anulado. Vinicius Júnior colocou a bola nas redes, após rebote do goleiro Carlos, mas a arbitragem invalidou a jogada, marcando impedimento do atacante da equipe carioca.

Derrotar
O Fluminense não encontrou dificuldades para derrotar o Real Noroeste, do Espírito Santo, por 2 a 0 na estreia das duas equipes pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. A partida foi disputada na noite desta quarta-feira, no estádio José Liberatti, na cidade de Osasco e o Tricolor assumiu a segunda posição no Grupo 27, com três pontos ganhos. A liderança da chave é do Grêmio Osasco que, no primeiro jogo da chave, goleou o Interporto-TO por 5 a 0. Na próxima rodada da competição, o Fluminense enfrentará o Interporto-TO, enquanto o Real Noroeste vai encarar o Grêmio Osasco. Logo aos cinco minutos do segundo tempo, Gabriel foi derrubado na área, quando tentava cabecear. O árbitro marcou pênalti para o Real Noroeste, mas Stuart desperdiçou a cobrança, permitindo a defesa do goleiro Léo Lang com o pé. Três minutos depois, Patrick teve a chance de marcar o seu terceiro gol na partida, mas o chute saiu fraco, sem levar perigo para o gol capixaba. Sem ser ameaçado, o Fluminense passou a administrar a vantagem, tocando a bola, sem dar espaços para o time do Espírito Santo que quase não conseguia se aproximar da área carioca. Só aos 26 minutos é que o Real Noroeste chegou com perigo, mas o chute de Lincom acabou bloqueado por Eduardo.

Clássicos
Em um dos clássicos mais antigos do país, Juventus e Portuguesa se enfrentaram nesta quarta-feira na estreia da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Jogando em casa, na Rua Javari, o Juventus venceu o “Dérbi dos Imigrantes” por 1 a 0, com gol de Moicano, e assumiu a liderança do Grupo 28 da Copinha. O Juventus possui um título da Copinha, conquistado em 1985 após vitória por 1 a 0 sobre o Guarani. Já a Portuguesa conta com duas conquistas, em 1991 e 2002. A partida começou com muita correria e pouco futebol apresentado. Quando o ritmo intenso da partida diminuiu, o Juventus abriu o placar. Aos 33 minutos, Moicano aproveitou lançamento da direita e, de primeira, pegou firme na bola, marcando o primeiro gol da partida. A Portuguesa apresentava muita dificuldade para chegar com força ao ataque. Sofrendo com o calor e o forte ritmo da competição, apenas no segundo tempo, três jogadores da Lusa precisaram receber atendimento médico no gramado por conta de cãibras. Enquanto isso, o Juventus mantinha a posse de bola e caminhava tranquilo para uma vitória na estreia da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Raposa
A estreia da Raposa na Copa São Paulo de Futebol Júnior não foi fácil, mas terminou com uma boa vitória sobre o River-PI, por 2 a 0, em duelo na tarde desta terça-feira, no Nogueirão. O resultado deixa o Cruzeiro momentaneamente na liderança do grupo 22, com três pontos, mas aguardando ainda o outro confronto entre Bragantino e União Mogi. Em tarde de muito calor em Mogi das Cruzes, o duelo começou equilibrado. O Cruzeiro teve oportunidades, mas o River tinha uma proposta defensiva interessante, sobretudo, pelo uso dos três zagueiros. Algo, no entanto, era claro: o deslocamento de quase 3.000 km fizeram diferença no físico dos atletas do Piauí. O primeiro tempo, entretanto, teve poucas emoções. Somente no finalzinho que o Cruzeiro conseguiu agredir mais e sofreu um pênalti. Rick Sena bateu no canto direito, mas o arqueiro do River buscou e conseguiu manter a igualdade no placar.

Estreia
O Coritiba fez sua estreia pelo Grupo 18 da Copa São Paulo de Juniores e venceu o Boavista por 1 a 0, no estádio Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá. O placar, mesmo magro, valeu ao Coxa a liderança do grupo, já que Manthiqueira e Itabaiana empataram em 4 a 4 na preliminar e somam um ponto cada. O forte calor atrapalhava o desempenho dos times, ainda que o Alviverde estivesse em vantagem numérica já antes do intervalo com a expulsão de um atacante adversário. No segundo tempo, logo aos cinco minutos, Léo foi derrubado na área e o árbitro anotou a penalidade. Na cobrança, Índio parou no goleiro. Mas, ao sete minutos, Júlio Rusch arriscou de fora da área para abrir o placar. O Coritiba, que entrou em campo com Gabriel, Thalisson Kelven, Romércio, Willian, Léo, Carvalho, Rusch, Matheus Bueno, Lalau, Mosquito e Índio, volta a campo na sexta-feira, quando encara o Itabaiana, às 16 horas (De Brasília). Um pouco antes, às 14 horas, o Boavista enfrenta o Mathinqueira.

Possibilidade
A chegada de Dario Conca já movimenta o Flamengo. Mesmo sem ter sido apresentado e com estreia prevista somente para maio, o técnico Zé Ricardo revelou que já pensa na possibilidade do argentino atuar ao lado de Diego. O comandante ressaltou que gosta de trabalhar com um sistema de jogo, mas afirmou que pode se adaptar por conta dos jogadores do elenco desde que mantenha o equilíbrio da equipe. “Conceitualmente, acho que quem mais se favorece com dois jogadores talentosos por trás é o centroavante. Eu, particularmente, gosto de atuar com um atacante de referência. Não que seja a única maneira. Se a gente conseguir manter o equilíbrio da equipe, a gente tem condição de fazer esses dois jogadores jogarem juntos. Até porque o que a gente mais procura no futebol é solucionar problemas. Logicamente que uma equipe de futebol não se resume a dois ou três jogadores. A gente precisa manter o equilíbrio da equipe”, disse ao programa Seleção Sportv. Zé Ricardo também falou sobre a chance do Flamengo acertar com o atacante Marinho. O treinador elogiou o atleta e ressaltou que os rubro-negros estão em busca da contratação do jogador do Vitória.

Questionado
Durante a apresentação dos equatorianos Sornoza e Orejuela, o presidente do Fluminense, Pedo Abad, foi questionado sobre a saída do meia Cícero para o São Paulo. O mandatário rechaçou que o jogador tenha sido emprestado aos paulistas e que os cariocas vão pagar parte do seu salário. “Primeiro ponto que vale ressaltar é que o Fluminense não emprestou o Cícero. O clube iniciou um processo de rescisão com o atleta, já que na avaliação da comissão técnica e também da diretoria o jogador não se encaixa no perfil pretendido para o time. É uma decisão interessante para o Fluminense e também para o atleta. A saída dele não envolve a capacidade técnica do jogador e sim a mudança de perfil para o futebol”, disse. A saída de Cícero é vista com bons olhos pela diretoria do Fluminense, que considera seu salário alto. No entanto, o jogador foi um dos destaques da equipe no Campeonato Brasileiro, sendo o artilheiro do clube na temporada. A má campanha na Série A de 2016 fez com que a diretoria tricolor optasse por uma reformulação do elenco. No entanto, até o momento, os torcedores da equipe das Laranjeiras tiveram mais novidades fora de campo, com o retorno do técnico Abel Braga e do diretor executivo Alexandre Torres, do que em novas peças.

Cerimônia
Marlone nunca esteve na Europa, mas terá a chance de conhecer o continente de uma maneira especial: ele concorre à eleição de gol mais bonito do mundo e participará da cerimônia na sede da Fifa na próxima segunda-feira. O jogador do Corinthians viaja à Suíça neste sábado, ao lado da esposa Caroline e da filha Antonella, e carregando na bagagem um terno novo, preto, de grife, que comprou no Brasil. Para ornamentar o visual ele usará um bottom do Timão na lapela do paletó durante a premiação. A utilização do apetrecho pode parecer um simples conceito de moda, mas a simbologia do gesto é bem maior: Alvo de uma proposta do Atlético-MG, o jogador deseja permanecer no Corinthians em 2017. Nos últimos dias, conforme informado pelo LANCE! , a negociação com o clube mineiro esfriou. Por conta da pressão da torcida contrária à transferência, a demora do Galo para realizar uma nova proposta e a falta de acerto financeiro, o Timão endureceu a negociação e não se mostra disposto a abrir mão do camisa 8.

Imagem
A ideia de incrementar o visual com o símbolo do Corinthians foi dos profissionais da empresa que cuida da gestão da imagem de Marlone, que entrou em contato com o departamento de marketing do clube e providenciou o item. O jogador até viajará com seu assessor de imprensa para a Europa. A princípio, a Fifa não veta nenhuma referência ao clube na vestimenta dos jogadores durante a premiação, mas o procedimento não é comum. Marlone ganhou forte identificação com o Corinthians durante o ano de 2016, quando o clube pagou R$ 4 milhões por 50% de seus direitos econômicos. O “abraço” da torcida ocorreu justamente porque ele passou quase todo o primeiro semestre do ano passado sem chances no time titular. Mais utilizado do meio para o fim do ano, ele fechou o ano com 38 jogos, sendo 21 como titular, nove gols marcados e quatro assistências. Um desses gols foi contra o Cobresal (CHI), na última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, em lindo voleio dentro da área. É este o gol que concorre com os do malaio Mohd Faiz Subri e da venezuelana Daniuska Rodríguez.

Especulação
A intensa busca por um volante gerou uma pequena dor de cabeça para o Atlético. Nos últimos dias surgiu uma especulação do interesse alvinegro no futebol de Marcelo, revelação do Vitória no último Campeonato Brasileiro, mas o clube desmentiu o boato. A assessoria de imprensa do Atlético descartou o interesse preto e branco no futebol do jogador do clube baiano. “Sobre o assunto Marcelo, do Vitória. Segundo Eduardo Maluf, embora seja um bom jogador, que está despontando no mercado, no momento não interessa ao Atlético. O empresário André Cury não tem autorização para falar em nome do clube”, destacou o comunicado passado à imprensa. André Cury trabalha quase como um parceiro do Atlético. Foi ele o responsável por ajudar o Galo na contratação de Erazo, Maicosuel, Lucas Pratto e Otero. O Atlético busca um volante com urgência. A equipe alvinegra perdeu dois titulares na janela de transferências, Leandro Donizete ficou sem contrato e fechou com o Santos, já Júnior Urso precisou retornar ao futebol chinês.

Acertada
O presidente do Coritiba, Rogério Portugal Bacellar, adotou cautela para tratar a praticamente acertada negociação entre Corinthians e o clube paranaense para a aquisição dos direitos federativos do atacante Kazim Richards. No mesmo dia em que apresentou alguns reforços para a próxima temporada e explicou as diretrizes do Coxa, o mandatário negou que tenha recebido uma proposta oficial pelo turco. “O Corinthians não apresentou proposta oficial ainda. Enquanto não tiver, ele é jogador do Coxa”, afirmou o dirigente, indo na contramão do que tem falado o Alvinegro. Em entrevista concedida na semana passada, o técnico Fábio Carille já havia reconhecido que o jogador está praticamente certo como contratação. Desde então, o atleta já até realizou exames médicos. O entrave para um anúncio oficial é a definição da forma de pagamento dos R$ 1,2 milhão que serão utilizados pelo Timão na transferência. A ideia do clube é parcelar em ao menos duas vezes, mas os paranaenses querem receber o dinheiro integralmente pelo atleta. Como as duas diretorias têm boa relação, as pessoas envolvidas nas tratativas asseguram que, na reapresentação do elenco corintiano, no dia 11 de janeiro, Kazim estará entre os atletas.

Reestruturação
Foram apresentados oficialmente os três primeiros reforços da Chapecoense para sua reestruturação em 2017. O zagueiro Douglas Grolli, o meia Nadson e o atacante Rossi já vestiram a camisa da Chape na manhã desta quarta-feira, na sala de coletivas da equipe. Grolli, Nadson e Rossi agora se juntam ao técnico Vagner Mancici e o executivo de futebol Rui Costa – anunciados há pouco menos de um mês – como primeiros nomes anunciados pelo Furacão do Oeste catarinense. Revelado pela Chape em 2008, Douglas Grolli esteve presente no título catarinense de 2011 e fez parte do elenco que começou a caminhada rumo à Série A do Campeonato Brasileiro.

Esmeraldino
Depois de uma boa passagem pela Ponte Preta, o zagueiro chega por empréstimo de um ano à Arena Condá cedido pelo Cruzeiro. Cria do Palmeiras, Nadson foi um dos destaques do Paraná na última temporada. Após 42 jogos, o meia de 27 anos conseguiu rescindir seu contrato com o Tricolor paranaense para assinar com a Chape pelos próximos dois anos. Quem também jogou a série B do Brasileirão em 2016 foi Rossi. Com a camisa do Goiás, o atacante marcou nove gols em 31 jogos pelo clube esmeraldino. O ofensivo de 23 anos assinou um contrato de três anos. Além dos três reforços apresentados oficialmente nesta quarta, a Chapecoense também já fechou com o goleiro Elias e o volante Moisés. Ambos devem vestir o manto verde pela primeira vez nos próximos dias.

Comoveu
A tragédia aérea envolvendo a equipe da Chapecoense no final de novembro comoveu o mundo todo. Em uma homenagem as vítimas do acidente, a Copa Flórida irá realizar um “Jogo das Estrelas”, no dia 15 de janeiro, com parte da renda revertida para o clube catarinense. Em vídeo publicado no Facebook oficial do torneio, jogadores de futebol e esportistas convidam o público para comparecer ao jogo amistoso. O vídeo conta com Gabriel e Matheus, filhos do técnico Caio Júnior, uma das vítimas do acidente. Os brasileiros Kaká e Cafu também estarão presentes na partida, além de Cyle Larin, eleito calouro do ano na liga norte-americana de futebol, Steve Nash, ex-jogador de basquete, e o cantor brasileiro Daniel. O “Jogo das Estrelas” terá parte da renda revertida para a Chapecoense. Dez dólares de cada ingresso será revertido para o clube de Santa Catarina, visando ajudar a equipe à reestruturar o elenco.

Competição
O torneio norte-americano chega a terceira edição em 2017. No primeiro grupo da competição estão os brasileiros Atlético-MG e Bahia, que enfrentam Bayer Leverkusen, Wolfsburg, Estudiantes e Rowdies, entre os dias 08 e 15 de janeiro. Já o segundo grupo conta com os brasileiros Corinthians, São Paulo e Vasco, além do River Plate, do Barcelona do Equador e dos colombianos do Millionarios, que jogam entre os dias 15 e 21 de janeiro. Além da Copa Flórida, a Chapecoense participará de outro evento internacional em janeiro. A equipe catarinense recebeu um convite para participar do AL KASS International Cup, em Doha, no Catar. A competição acontece no período de 21 a 31 de janeiro. O torneio Sub-17 contará com grandes clubes europeus, como Real Madrid, Bayern de Munique, Paris Saint-Germain, Roma e PSV.

Vínculo
O Botafogo anunciou, por meio de seu Twitter, que o atacante Luis Henrique optou por não renovar seu vínculo com o clube. Mesmo assim, os cariocas seguem com 35% dos direitos econômicos do jogador. “O atleta Luis Henrique, sua mãe e seus empresários optaram por não mais renovar o contrato com o Clube, apesar do alto salário que recebe”, escreveu o Fogão, que ressaltou ser um direito do atleta não estender o vínculo: “Este é um direito dele, previsto na Lei Pelé. Através de um acordo, o Botafogo preservou 35% dos seus direitos econômicos”. Aos 18 anos, o atacante era tratado como uma das principais promessas do time de General Severiano, mas não recebeu tantas chances no último Campeonato Brasileiro. Ao todo, Luis Henrique participou de apenas cinco partidas no Nacional, sendo somente uma sob o comando de Jair Ventura, técnico que segue na equipe em 2017. Agora, o jovem busca um novo clube para a próxima temporada, enquanto o Fogão segue a montagem de seu elenco para disputar a Libertadores, além do Campeonato Carioca, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro.

Nordestino
A primeira grande zebra da Copa São Paulo aconteceu na primeira rodada do Grupo 9. Em partida disputada na noite desta terça-feira, no Estádio Municipal Luisão, em São Carlos, o Botafogo-PB derrotou o Vasco por 1 a 0, gol marcado por Walter, no primeiro tempo. O resultado fez justiça ao time nordestino que soube construir a vantagem e depois mostrou um bom esquema defensivo que soube segurar a pressão da equipe de São Januário. O Vasco decepcionou e mostrou que encontrará dificuldades para se classificar para a próxima fase da competição. Debaixo de uma chuva fraca, Vasco e Botafogo-PB começaram a partida em ritmo lento e o primeiro momento de perigo só aconteceu aos sete minutos, quando Robinho foi derrubado no bico da área, mas a cobrança explodiu na barreira e a zaga nordestina aliviou o perigo. O Botafogo só apareceu na área carioca aos 20 minutos. Após cruzamento na área, Marcos Gauto pegou de primeira, mas a bola bateu na zaga e saiu para escanteio.

Empresa
O Flamengo segue sendo o plano A do Flamengo para este ano. A diretoria aguarda a definição do imbróglio que envolve a administração do estádio para definir se vai ou não voltar a jogar no Templo do Futebol. A empresa francesa Lagardère, em parceria com a brasileira BWA, disputa a concessão contra os ingleses da CSM. Este segundo grupo firmou uma parceria com Flamengo e Fluminense. Em meio à expectativa, o presidente Eduardo Bandeira de Mello diz que a equipe da Gávea pode jogar no Estádio Luso-Brasileiro na Libertadores. “Caso não tenhamos o Maracanã na Libertadores, vamos jogar na Ilha. Existe uma relação de carinho do Flamengo com o Maracanã. Estamos muito empenhados em conseguir uma boa solução. Essa talvez seja nossa principal contratação, que não sabemos se vamos conseguir concretizar”, disse o mandatário rubro-negro. Na noite de quarta-feira, o Conselho Deliberativo do clube aprovou um pedido de empréstimo do clube de R$ 12 milhões. A quantia será usada para obras no estádio Luso-Brasileiro.

Confirmados
O Botafogo chegou à soma de sete reforços confirmados para o elenco que se prepara para o Campeonato Paulista. As últimas duas novidades, o volante Marcão e o meia Bernardo foram apresentados na tarde da última quarta-feira, no Estádio Santa Cruz. Contratado para ser uma das referências do time no Paulistão, Bernardo, ex-Cruzeiro, Vasco e Palmeiras, assume esta responsabilidade e não esconde a satisfação por ter aceitado o convite do Tricolor. “Esse vai ser o meu primeiro Paulistão e eu estou muito contente por ter assinado com o Botafogo, do fundo do meu coração. Já rodei por vários clubes grandes e tenho certeza que aqui serei muito feliz” afirmou o atleta que defendeu o Coritiba no último Campeonato Brasileiro. Bernardo ganhou projeção no futebol brasileiro durante as passagens que teve com a camisa do Vasco. O atleta fala em recuperar estes bons momentos na temporada 2017. Assim como Bernardo, Marcão, ex-Linense, assina com o Pantera até o final do Paulistão. Antes de Marcão e Bernardo, a diretoria botafoguense já havia confirmado as contratações de Raul Prata, Gualberto, Fernandinho, Bileu e Isaac Prado.

Encostado
Aos 21 anos, Marcelo Hermes foi apresentado como novo reforço do Benfica, na manhã desta quinta-feira. O lateral-esquerdo, que estava encostado no Grêmio no último ano, assina com o time português até junho de 2021. “O Benfica é um grande clube. Qualquer jogador sonha em um dia poder jogar na Europa, principalmente em uma equipe tricampeã. É um sonho realizado. Estou muito feliz” afirmou o lateral, apresentando suas principais características à torcida encarnada: “Sou um lateral-esquerdo defensivamente bom, que gosta de apoiar no ataque” resumiu. Hermes atuou na categoria de base do Grêmio desde os 15 anos de idade. O lateral-esquerdo foi integrado ao elenco principal em 2015, mas seguia recebendo valores equiparados aos atletas dos juniores. Antes assinar com o Benfica, o jogador de 21 anos recebeu proposta para ampliar seu contrato com o Grêmio até 2019. Os valores oferecidos pelo clube gaúcho, no entanto, não foram suficientes para decretar a renovação contratual. Na última temporada, Hermes foi reserva de Marcelo Oliveira. O jovem lateral disputou 20 jogos com a camisa do Grêmio e marcou dois gols – contra Fluminense e Santos, ambos pelo Campeonato Brasileiro.

Comprado
Primeiro jogador profissional da gestão do presidente Carlos Eduardo Pereira a ter parte do passe comprado – o Botafogo desembolsará R$ 3 milhões (duas parcelas de R$ 1,5 milhão) por 60% -, João Paulo chega com grande expectativa, principalmente da diretoria que já havia tentado sua contratação em 2016. Camisa 10 do Santa Cruz no Campeonato Brasileiro do ano passado, ele, para muitos, brigaria com Montillo e Camilo por uma vaga na equipe de Jair Ventura, mas não é bem assim. O próprio faz questão de explicar sua verdadeira função. “Muita gente se confunde em relação a função que faço em campo, principalmente por eu ter jogado com a 10 no Santa Cruz. Porém, fiz um papel um pouco mais defensivo como um segundo volante, chegando ao ataque. Um verdadeiro número oito. Também sei fazer a função mais ofensiva, mas jogava mais recuado ano passado”. Em 34 partidas no Campeonato Brasileiro do ano passado, João Paulo deu três assistências, fez 52 desarmes, finalizou 64 vezes e marcou duas vezes. Além disso, foi o jogador do Santa Cruz que mais recebeu faltas: 67.

Passado
De olho no futuro, o Atlético-MG se apega a um passado recente para investir em dois reforços para suprirem setores carentes no clube em 2017. Os nomes do volante Arouca e do zagueiro Bruno Rodrigo permeiam os bastidores do clube, e os atletas têm grandes chances de serem contratados pelo Galo para a atual temporada. A diretoria atleticana se espelha em casos recentes de sucesso no clube para apostar que Bruno Rodrigo e Arouca darão certo com a camisa do Atlético-MG. O caso de Bruno Rodrigo se assemelha ao de Leonardo Silva, capitão do clube desde 2014. Leonardo Silva deixou o rival Cruzeiro, em 2010, e se transferiu diretamente para o Atlético-MG, quando a diretoria cruzeirense abriu mão da renovação de contrato com o defensor e não demonstrou interesse em cobrir a proposta do Galo ao atleta. No clube alvinegro, o jogador foi titular absoluto nos últimos seis anos e é considerado por muitos um dos melhores zagueiros da história atleticana. Leonardo Silva tem 280 jogos com a camisa atleticana e é o zagueiro que mais marcou gols pelo clube mineiro, sendo 28 até agora.

Condição
Bruno Rodrigo defendeu o Cruzeiro nos últimos quatro anos e foi bicampeão brasileiro pela Raposa. Foi titular em quase todo o período. Porém, perdeu a condição no segundo semestre após queda de rendimento no início do Brasileiro, sob o comando de Paulo Bento. A diretoria do Galo não confirma o interesse em Bruno Rodrigo, mas pessoas próximas ao zagueiro dão como certa a negociação. Já o caso de Arouca é exatamente o mesmo comparado ao de Pierre, volante experiente que está no Fluminense. Pierre chegou ao Galo em agosto de 2011 depois de não estar sendo aproveitado no Palmeiras. Bancado pelo então técnico Cuca, Pierre foi contratado pelo Atlético-MG e rapidamente se tornou ídolo da torcida. Fez parte da conquista da Libertadores e foi um dos símbolos da raça do grupo vencedor dos anos de 2012, 2013 e 2014. Arouca, assim como Pierre, não vem sendo aproveitado no Palmeiras. O nome de Arouca é bem visto pela diretoria e pelo técnico Roger Machado. O clube já admitiu interesse no volante e o negócio deve evoluir nos próximos dias.

História
O ano de 2016 foi marcante para Paolo Guerrero. Igualou no Flamengo a sua melhor temporada, a de 2013, quando defendia o Corinthians. Foram 18 gols pelo clube rubro-negro e três pela seleção peruana – mesmos números anotados há três anos. Mas o “grand finale” aconteceu nos últimos dias: o atacante lançou em Lima, no Peru, o filme que conta a história de sua vida. E tudo no melhor estilo dos “blockbusters” de Hollywood, com direito até a tapete vermelho. “Sou jogador de futebol, não sou ator. Já fiz muitos comerciais aqui (no Peru), agora a participação no filme, mas eu sou jogador de futebol. Eu tinha o sonho de fazer um filme sobre a história da minha infância” contou o jogador, que conversou com o Globo Esporte ao lado do ator mirim Rony Shapiama, de 10 anos, que interpreta o Guerrero criança no longa metragem. No bate-papo, ídolo e fã mostraram entrosamento. Rony, que foi escolhido entre mais de 5 mil crianças num concurso exibido na TV peruana, quer seguir os passos do jogador do Flamengo. Já atua nas categorias de base do Alianza Lima. Mas até aqui, a trajetória parece seguir outros rumos. Após o filme, o ator foi convidado para gravar uma novela no País.

Ambiente
O pior ano de sua história levou o Inter a um cenário inédito em 2017. O clube irá disputar a Série B pela primeira vez em seus quase 108 anos, e o ambiente novo leva a diretoria a se cercar de informações acerca da competição. Em seus esforços para devolver o Colorado à elite, o departamento de futebol prepara uma espécie de estudo acerca da Segunda Divisão, com foco no processo de reestruturação de outros grandes clubes que já foram rebaixados e se ergueram. O material foi solicitado pelo vice de futebol Roberto Melo, para arquitetar um levantamento de uma série de números das equipes e de cenários por que passaram nas últimas edições. A ideia é utilizar as estatísticas em todos os aspectos do planejamento do departamento e evitar “surpresas”. Assim, o Inter irá analisar fatores como a a idade e a origem dos jogadores que faziam parte do grupo de outros grandes clubes na Série B para delinear a própria montagem do elenco. Até mesmo detalhes da campanha das equipes será levada em conta.

Levantamento
“Já pedi. Tenho o levantamento dos últimos anos, principalmente dos grandes clubes que caíram e subiram, quais foram as dificuldades que eles já tiveram, como era composto o grupo, a idade, de onde foram trazidos os jogadores, como foi a campanha. Já se tem esse material, mas estou solicitando mais informações, porque não temos o “know how”. Então estamos nos cercando do maior número de informações para não sermos surpreendidos e para saber tudo o que deu certo e o que deu errado nas outras equipes” afirma o vice de futebol Roberto Melo ao GloboEsporte.com. O principal exemplo de reestruturação a ser seguido é o Corinthians, que passou pela experiência em 2008. O Timão apostou em atletas com perfil emergente, como Chicão, Elias e Douglas, e conseguiu selar o retorno à elite com a melhor campanha entre os grandes clubes já rebaixados. Em 2009, na Série A e já reformulado, conseguiu arquitetar um projeto mais ambicioso, com Ronaldo e Roberto Carlos, a ponto de se sagrar campeão da Copa do Brasil – justamente diante do Inter – cerca de meio ano após subir.

Cenário
Desde o retorno à Primeira Divisão, o clube paulista já conquistou o Brasileirão em duas oportunidades, em 2011 e em 2015. Em 2012, o Corinthians ainda sagrou-se campeão da Libertadores e do Mundial. Em seu planejamento de grupo, o próprio Colorado mira um perfil de atleta emergente, com vontade de aparecer no cenário nacional a partir do resgate para voltar à Série A. “É o perfil que a gente busca como profissionais. Que estejam imbuídos desse espírito de construir coisas importantes na carreira. Pelo perfil de jogadores que a gente procura, a Série B não é nenhum problema. Pelo contrário. Os atletas veem isso como projeto profissional, um projeto importante. O Inter é um grande clube. Não deixa de ser porque só porque jogará a Série B. Todos os profissionais que vierem têm de virem imbuídos de querer muito, de comprar o projeto e levar para a Série A” garante Melo. Outro “case” de sucesso apontado é o do Palmeiras, rebaixado em 2012. Após disputar a Segundona em 2014, o Verdão conquistou a Copa do Brasil em 2015 e o Campeonato Brasileiro, em 2016.

Propostas
O ano de 2016 não foi dos melhores para o Fluminense. Apesar do título da Primeira Liga, o time teve uma queda de produção na segunda parte da temporada e acabou ficando no meio da tabela do Campeonato Brasileiro. Um dos jogadores mais criticados pelo torcedor foi Wellington Silva, que pode estar de saída do clube. Em entrevista ao GloboEsporte.com, o lateral exaltou seus números pelo Tricolor na competição nacional e admitiu propostas de outras equipes. “Todo jogador que atua na defesa sabe de sua responsabilidade e que erros podem ser fatais. Não acredito que duas ou três falhas representem o meu desempenho com a camisa do Fluminense em 2016. Nenhum jogador gosta de errar e comigo não é diferente. Às vezes as coisas não acontecem como nós esperamos. No ano passado fui um dos líderes de desarmes da equipe. Críticas sempre vão existir, mas os jogadores tem que saber lidar com isso” declarou. Wellington Silva, que chegou até a atuar improvisado na esquerda, foi o líder do Flu em desarmes no Brasileirão, com 89 – quarto melhor número da competição. Seus números individuais, inclusive, lhe renderam uma vaga na seleção do Cartola FC. Wellington também foi o vice-líder do time em cruzamentos certos, com 24, e contribuiu com duas assistências.

Calendário
O Cruzeiro vai começar 2017 com o pé no acelerador. Nos primeiros 31 dias, pode disputar 10 jogos oficiais. A mudança no calendário para esta temporada fez com que o Campeonato Mineiro, a Primeira Liga e a Copa do Brasil começassem praticamente juntos. No dia 29 de janeiro, o time estreia no estadual, diante do Villa Nova-MG, em Nova Lima. Três dias depois, faz o clássico com o Atlético-MG, na rodada de abertura do Grupo C da Primeira Liga. O primeiro jogo na Copa do Brasil será dia 15 de fevereiro contra o Volta Redonda, no interior fluminense. A data ainda não foi confirmada oficialmente pela CBF, mas a entidade já reservou os dias 8 e 15 de fevereiro para a primeira fase da competição nacional, e o Cruzeiro já tem jogo marcado para dia 8. Pela Primeira Liga, enfrenta a Chapecoense, em Chapecó.

Praticamente
Entre 29 de janeiro e 26 de fevereiro, o Cruzeiro tem nove jogos marcados. Caso elimine o Volta Redonda, na primeira fase da Copa do Brasil, entra em campo dia 1º de março para o jogo da segunda fase. Neste caso, enfrentaria São Francisco-PA ou Botafogo-PB. Com isso, totalizaria 10 jogos em 31 dias, o que dá praticamente uma partida a cada três dias. Neste período, serão cinco jogos pelo Campeonato Mineiro (Villa, Tricordiano, Tupi-MG, URT e Caldense), três pela Primeira Liga (Atlético-MG, Chapecoense e Joinville) e os dois da Copa do Brasil. Para isso, o Cruzeiro está montando um elenco forte e numeroso para 2017. Além dos atletas que já estão no clube e dos novos contratados, o clube vai promover alguns jogadores que estão no time Sub-20.

Fracassar
Após ver as negociações com o Sport fracassar por Rithely, o Corinthians acertou com outro volante que disputou o Campeonato Brasileiro pela equipe pernambucana. Trata-se de Paulo Roberto, de 29 anos, jogador que pertence ao Grêmio Osasco Audax. O meio-campista chega ao Timão para um empréstimo de um ano, com preço de compra fixado. Os valores, porém, não foram divulgados. Vinculado ao Audax até o fim de 2017, o atleta tem passagens recentes por clubes como Ponte Preta, Figueirense e Bahia. Pelo Leão, onde ficou seis meses, participou de 16 partidas, sendo titular em 14 delas. Não marcou gols no período. O empréstimo dele no Sport era até o fim de 2016. Com números defensivos ruins na temporada passada, a comissão técnica do Corinthians via necessidade na contratação de um primeiro volante. Hoje, os três jogadores da posição são incógnitas. Aos 33 anos, Cristian tem mais um ano de contrato, mas não agrada. Warian, alçado da base aos 20 anos, e Jean, de 22, contratado do Paraná em setembro, ainda não foram testados. Camacho, que chegou a jogar na função nesta temporada, será utilizado por Carille com maior liberdade, atuando como segundo volante no 4-2-3-1 ou na segunda linha do esquema 4-1-4-1. Ainda sem grandes contratações, o Corinthians mantém acertos com os atacantes Jô e Luidy, ex-CRB, e tem negociações bastante avançadas com Kazim, que pertence ao Coritiba.

Lacunas
Entre as seis contratações feitas pelo Santa Cruz até agora, duas delas podem ser vistas como opções para o técnico Vinícius Eutrópio preencher as lacunas deixadas pelas saídas de líderes do elenco. Aos 34 anos, o volante David é um exemplo, já que em sua carreira foi capitão vários anos no Goiás e sempre foi um jogador que costuma falar bastante em campo. O goleiro Julio Cesar, ex-Náutico, é o outro que tem o perfil. Além das características já mostradas em sua carreira, um outro ponto que pesa em favor de David é o fato de ter trabalhado já três vezes com o técnico Vinícius Eutrópio. Os dois estiveram juntos no Fluminense, Grêmio Barueri e Atlético-PR. “David é um jogador que já trabalhei três vezes. Adquiriu muita experiência e tem uma liderança técnica. Acredito que deve ser uma das lideranças, mas não acho que teremos só um. Isso não adianta”. Vinícius Eutrópio detalhou como pretende fazer com que os seus jogadores se tornem líderes do elenco e espera que vários candidatos apareçam durante a pré-temporada.

Aproveitado
Até agora, as chances que Cal Rodrigues teve no Náutico foram breves. Apenas três jogos disputados (um como titular) durante toda a temporada de 2016, para um total de 132 minutos. Porém, ao que tudo indica, ele deve ser melhor aproveitado em campo neste ano. Além do que se comenta no clube, é fácil ver elogios do técnico Dado Cavalcanti ao garoto de 20 anos, cria da base do Timbu. Até então, todas as chances recebidas por Cal Rodrigues foram como volante. Meia durante quase toda a sua passagem nas categorias de base do Náutico – onde está desde 2011 -, ele pode retornar à antiga posição. E disse que pode até ser o jogador de meio campo mais próximo da área adversária. Algo como Vinícius fazia no ano passado. “Eu acho que cada jogador tem sua característica. Eu tenho que entrar e ser Cal. Jogar com minhas características que eu tenho desde a base. Eu até posso jogar na mesma função de Vinícius se formos falar de características de cada um, mas eu não gosto de comparações. Gosto de fazer o meu jogo”. Por causa da pouca idade, era bem possível que o garoto estivesse ansioso para começar a jogar. Porém, mostrando uma personalidade incomum para um jogador de 20 anos, Cal Rodrigues se mostra seguro.

(*) Wilson Barbosa é jornalista e cronista esportivo. Email: www.wilsonbarbosatreze@gmail.com

Deixe uma resposta