Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Colunistas | Wilson Barbosa | Panorama Esportivo – por Wilson Barbosa

Panorama Esportivo – por Wilson Barbosa

wilsonbarbosa6Massacrou

Geuvânio comemora seu gol, que deu a vitória ao Santos por 1 a 0 sobre o Cruzeiro - Foto: Friedmann Vogel/Getty Images

Geuvânio comemora seu gol, que deu a vitória ao Santos por 1 a 0 sobre o Cruzeiro – Foto: Friedmann Vogel/Getty Images

O Santos massacrou o Cruzeiro neste domingo, em duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Superior durante toda a partida realizada na Vila Belmiro, a equipe treinada por Marcelo Fernandes venceu por 1 a 0, mas pressionou o adversário mineiro durante os 90 minutos e podia muito bem ter goleado, não fossem defesas de Fábio e duas bolas salvas em cima da linha por defensores adversários. Geuvânio fez o único gol da tarde. O resultado positivo levou a equipe paulista aos quatro pontos e subiu para a quarta posição. Com duas derrotas, o Cruzeiro está na zona de rebaixamento da competição, com nenhum ponto.

Superior

A equipe da Baixada foi amplamente superior na etapa inicial, embora até tenha dado espaços para os mineiros atacarem. O time visitante finalizou apenas uma vez, no entanto, e sofreu com o veloz ataque santista, que alternou investidas pelas duas laterais e deu trabalho para William Faria e Fabrício. Com dez chutes a gol, o Santos demorou para abrir o placar, mas o fez aos 44min da etapa inicial com Geuvânio. O camisa 11 recebeu de Robinho, parou diante de Fabrício e deu um tapa de pé esquerdo, encobrindo Fábio para o delírio dos presentes na Vila Belmiro. Por pouco o time da casa não foi para os vestiários com dois gols de vantagem, pois Robinho teve boa oportunidade de ampliar nos acréscimos, mas o goleiro cruzeirense fez defesa difícil para impedir o segundo. O gol marcado por Geuvânio, no entanto, chamou atenção nas redes sociais e ganhou elogios dos internautas, que pediram até sua convocação à Seleção Brasileira .

Dominado

O Fluminense foi dominado pelo Atlético-MG nesta tarde e acabou derrotado por 4 a 1 , no Mané Garrincha, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro . Apesar da vitória sobre o Joinville na estreia, a goleada deste domingo ligou o sinal de alerta do técnico Ricardo Drubscky, que projeta mudanças para a próxima partida, contra o Corinthians . “Com certeza esse time que jogou inspira mudanças. Todos sabem disso. Dependo do que a equipe mostra em campo para planejar o próximo jogo. Ela não foi bem como um todo. Melhoramos no segundo tempo, mas longe do que podemos fazer. Vamos pensar no que mudar e como mudar”. O treinador acredita na recuperação do Fluminense e num bom desempenho no Brasileirão. “Não posso prever o futuro. Temos que deixar a coisa andar mais. Jogamos mal, sem competitividade. Não entramos no jogo. Mas temos um grupo capaz, podemos dar a volta por cima. Temos que acreditar que podemos fazer coisas boas”.

Defesas

“Não foi uma boa noite para a gente”, opinou Rogério Ceni, na saída do gramado do Moisés Lucarelli, neste domingo. O capitão do São Paulo foi vazado por estar adiantado e não impediu a derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta , mas fez diversas defesas e evitou goleada. “Nosso time não teve oportunidades claras de gol e sofreu muitas”, analisou o goleiro de 42 anos, quatro dias depois da eliminação nas oitavas de final da Copa Libertadores para o Cruzeiro – na ocasião, defendeu duas cobranças na disputa de pênaltis, mas viu três de seus companheiros também errarem. A queda precoce no torneio continental, a propósito, pode ter sido um dos fatores que abalaram a equipe neste domingo, em sua opinião. “Até achei o time um pouco abatido, mas no Campeonato Brasileiro não dá tempo para isso”, falou.

Positivo

Apesar de focado na Libertadores , o Internacional comemorou bastante sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Nos camarotes do Beira-Rio, jogadores como Aránguiz, D’Alessandro e Valdívia, que sequer concentraram para o jogo deste domingo, vibraram muito após o apito final. O discurso de quem atuou no 1 a 0sobre o Avaí também foi de alívio pelo resultado positivo, já que na estreia a equipe havia sido derrotada pelo Atlético-PR . “Foi uma vitória muito importante, pois tivemos um mau resultado na primeira rodada. A gente precisava vencer em casa e somar pontos o quanto antes. A partida ainda foi um pouco difícil, mas o importante foi o resultado, que nos dá tranquilidade para esse jogo tão importante que temos quarta-feira”, disse o centroavante Rafael Moura, referindo-se ao duelo contra o Santa Fe, em Bogotá, pelas quartas de final da Libertadores.

Confronto

Se dizem que café ajuda a espantar o sono, os torcedores que assistiram pela televisão ao confronto entre Joinville e Palmeiras, neste domingo, em Santa Catarina, certamente tiveram que apelar à bebida para não dormir. Depois de 90 minutos de futebol fraco e quase nenhuma emoção, as duas equipes empataram sem gols em uma Arena Joinville com portões fechados – por causa de punição decorrente de confusão em duelo do time catarinense contra a Ponte Preta , na Série B do ano passado.  “Equilíbrio” é a palavra capaz de definir o confronto realizado com portões fechados em Joinville no fim da tarde deste domingo. No primeiro tempo, o Palmeiras ficava mais com a bola, mas não conseguia infiltrar a defesa mandante – Valdivia, no banco, fez falta. O time alviverde não deu nenhum chute a gol nos 45 minutos iniciais. Por sua vez, a equipe da casa parecia satisfeita em não se expor e também pouco assustava a meta de Fernando Prass. Resultado? 0 a 0 e pouca (para não dizer nenhuma) emoção.

Esquecido

Time reserva no jogo do Inter, estádios sem torcida nas partidas de Goiás , Joinville e Ponte Preta , equipes mandando duelos longe de casa como Corinthians e Atlético-MG.  A segunda rodada do Campeonato Brasileiro definitivamente não foi boa. Mas teve um personagem espetacular, que fez de tudo e que conseguiu, praticamente sozinho, ofuscar nove partidas com uma tarde de gala no estádio mais charmoso do Brasil. Diego Souza, meio-campista do Sport , teve um domingo para ninguém botar defeito. O jogador de 29 anos, que andava meio esquecido depois de brilhar em times do sudeste e de ter uma experiência sem muito brilho na Ucrânia, foi o nome do fim de semana de futebol no País. Diego fez gol, isolou-se na artilharia do Campeonato Brasileiro, provocou a torcida do Flamengo , jogou como goleiro, fez defesas importantes e ainda se revoltou em entrevistas após a partida. Ufa!

Torcedor

O torcedor do Sport por pouco não teve uma tarde inesquecível, neste domingo. Diante do rival Flamengo em pleno Maracanã, o time pernambucano jogou como gente grande, abriu 2 a 0 (com direito a gol e provocação do camisa 87 Diego Souza) e teve o gostinho de vencer o rival fora de casa. Só não conseguiu levar os três pontos para Recife, porque a equipe comanda por Vanderlei Luxemburgo abusou da vontade e arrancou um suado empate por 2 a 2 no fim – quando o Sport tinha o mesmo Diego Souza como goleiro e um jogador a menos na linha após lesão de Magrão. Flamengo e Sport fizeram uma partida muito equilibrada no Maracanã. No primeiro tempo, foram poucas as chances criadas pelos dois times. Gol? Só no minuto final, anotado por Diego Souza, de pênalti, após infração cometida por Canteros em Joeliton. Na comemoração, o meia apontou para o número 87 de sua camisa – em referência ao ano do polêmico Campeonato Brasileiro que teve Sport e Flamengo como “campeões”.

Sequência

A sequência de protestos de parte da torcida do Corinthians após a eliminação nas oitavas de final da Copa Libertadores talvez seja interrompida depois da vitória deste sábado sobre a Chapecoense . Ainda que a atuação não tenha sido das melhores, o time venceu por 1 a 0 e saiu de campo aliviado por dar uma resposta principalmente àqueles que chamaram os atletas de mercenários. Ao final da partida, o técnico Tite saiu em defesa do grupo. “Não quero, do torcedor, racionalidade. Mas a gente também tem que tomar cuidado em pontuar ao falar em ‘torcida do Corinthians’. Muitos não concordam, passaram para mim um carinho muito grande. Uma coisa, eu vou falar: esse grupo não é de vagabundo, de mercenário. Isso, eu posso afirmar. Torcedor está chateado, sim, mas não tem vagabundo e mercenário aqui, não”, falou.

Conquistas

Criticado por parte da torcida do Corinthians depois da eliminação para o Guaraní, do Paraguai, Cássio externou seu descontentamento na noite deste sábado, depois da vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense. Goleiro do título mundial de 2012, ele voltou a assumir seus erros na Copa Libertadores deste ano, mas lembrou que tem história de conquistas no clube. “Para ser bem sincero, fiquei chateado. É claro que errei, falhei. Assumi meu erro. Mas, às vezes, parece que o cara quer falhar. Eu não quero falhar, não quero tomar gol, não quero ser eliminado. Aí, se esquece o que a gente já fez, as campanhas que fizemos. Fomos eliminados nos campeonatos, mas tínhamos uma sequência boa”, disse, em Araraquara.

Suspensão

Afastado do futebol por problemas de saúde, Muricy Ramalho resolveu externar situações polêmicas que vivenciou enquanto treinador do São Paulo . Na última passagem pela formação do Morumbi, que teve início em 2013, o ex-treinador do time tricolor revelou que certos atletas chegaram a simular lesão e forçar cartões amarelos, buscando a suspensão automática que os privava de viagens longas e desgastantes. “Tinha jogador que não queria jogar um jogo, outro não queria viajar. Tinha gente que simulava lesão, forçava cartão”, expôs o comandante, em entrevista à Rede Record. Mesmo longe da equipe são-paulina, Muricy teve seu nome gritado recentemente, junto com o de Telê Santana – a quem concebe como inspiração -, na vitória sobre o Cruzeiro , por 1 a 0, no primeiro compromisso válido pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América, competição na qual os paulistas acabaram eliminados pela equipe mineira nos pênaltis, em Belo Horizonte.

Contratado

O experiente comandante de 59 anos, responsável por livrar o São Paulo do rebaixamento em 2013, após ser contratado como substituto de Paulo Autuori, também afirmou ter rejeitado propostas de trabalho para cuidar da saúde. O ex-atleta já retirou uma vesícula e procura curar o quadro de diverticulite. “Já tive sondagens do mundo árabe e da China, mas vou ficar parado até o fim do ano. Preciso me cuidar”, contou. Tranquilo com a nova rotina, Muricy, tricampeão brasileiro pelo time paulistano, acompanha e se emociona com as partidas da equipe do Morumbi pela televisão. O próximo compromisso dos comandados de Milton Cruz ocorre neste domingo, às 18h30 (de Brasília), diante da Ponte Preta , no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Os são-paulinos venceram o Flamengo na estreia, por 2 a 1, em casa.

Liderança

O estreante Lulinha marcou, e o Botafogo teve uma vitória maiúscula neste sábado, em duelo com o CRB válido pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro . O meia-atacante revelado pelo Corinthians fez o segundo na goleada por 4 a 1 no Estádio Nilton Santos, segundo resultado positivo dos comandados de René Simões na segunda divisão.  A equipe alvinegra foi aos seis pontos e assumiu a liderança do torneio ao lado do Sampaio Corrêa, que teve os mesmos números que da equipe carioca nos dois primeiros jogos. O CRB é o décimo, com três pontos. O Botafogo foi amplamente superior desde o início, não dando chances para o CRB atacar. A equipe carioca fez apenas um gol no primeiro tempo, em uma jogada iniciada por Sassá pela ponta esquerda. O meia-atacante disparou pela ala, cruzou para dentro da área e Bill, desmarcado, desviou de primeira para abrir o placar.

Superioridade

O Náutico sofreu para vencer o Boa Esporte na tarde deste sábado, pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. No Estádio Municipal Prefeito Dilzon Luiz de Melo, em Varginha (MG), pernambucanos e mineiros protagonizaram partida sem grandes emoções, que se encaminhava para o empate por 0 a 0, até que, no último minuto, os pernambucanos conseguiram balançar as redes com Diego. Os anfitriões não conseguiram aproveitar a superioridade numérica adquirida a partir da metade do segundo tempo e acabaram acumulando outra derrota. Com o resultado, os donos da casa continuaram sem conquistar pontos e entraram na zona de rebaixamento. Os visitantes, por sua vez, aparecem com seis somados, na zona de acesso à elite do futebol.

Pênalti

Após empate com o Bahia na estreia, o América-MG segue sem vencer na Série B do Campeonato Brasileiro . Na noite deste sábado, a equipe mineira foi derrotada pelo Luverdense fora de casa por 1 a 0, em Lucas do Rio Verde. O gol mandante foi marcado pelo meia Osman (de pênalti) na primeira etapa, e os visitantes pressionaram na etapa complementar, mas não conseguiram empatar. Com o resultado, o Luverdense, que havia perdido para o Náutico na estreia, conquistou sua primeira vitória na competição, somou três pontos e assumiu a décima colocação. Já o América, que tem apenas um ponto na tabela, ocupa a 17ª posição. Na terceira rodada, a equipe mineira recebe o Santa Cruz no Independência, na tarde do próximo sábado. Já a equipe de Lucas do Rio Verde visita o ABC , no mesmo dia, no Estádio Frasqueirão

Virada

Na primeira partida disputada em sua nova casa, o Oeste acabou derrotado, de virada, pelo Vitória por 2 a 1, no estádio José Liberatti. A estreia do time de Itápolis em Osasco não foi ruim apenas dentro de campo. No total, apenas 559 pessoas foram prestigiar o duelo, que teve renda pífia de apenas R$ 1180,00. O Oeste começou o jogo pressionando. Sem estranhar o campo em Osasco, se fez em casa e abriu o placar logo aos 9min. Junior Negão, na entrada da área, ajeitou e deu o passe para Waguininho, que mandou a bola para o fundo do gol.

Superou

Após derrota para o Paraná na estreia, o Ceará enfim venceu na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, pela segunda rodada, o time cearense superou o Atlético-GO em casa por 2 a 0 no Estádio Presidente Vargas. Ambos os gols alvinegros saíram no segundo tempo, em chutes de fora da área de Uillian Correia e Marinho, respectivamente. O placar só não foi maior porque o goleiro visitante, Márcio, teve grande atuação e fez defesas importantes. Com o triunfo, o Ceará soma seus primeiros três pontos na tabela e ocupa o sétimo posto na classificação. Já o Atlético-GO, que havia estreado com vitória diante do Boa Esporte, cai para a décima posição, também com três pontos.

Classificação

Em uma atuação muito abaixo da apresentada na rodada inaugural, o Paraná Clube sofreu sua primeira derrota na Série B do Campeonato Brasileiro de 2015 ao cair diante do Santa Cruz, por 4 a 1, no estádio do Arruda, no Recife. Com o resultado, as duas equipes somam três pontos na classificação, permanecendo em posições intermediárias. A equipe coral precisou de 6min para abrir o placar, contando com a ajuda do zagueiro Rodrigo, que desviou contra as próprias redes. Porém, o próprio Rodrigo deixou tudo igual, aos 39min. No segundo tempo, aos dez minutos, após boa troca de passes, Nathan cabeceou para fazer o segundo do Santa. Anderson Aquino, aos 27min e aos 37min, fechou a contagem. Na próxima rodada, o Santa Cruz enfrenta o América Mineiro, no sábado, em partida marcado para a Arena Independência, em Belo Horizonte. Já o Paraná Clube recebe o Boa Esporte, no mesmo dia, na Vila Capanema, em Curitiba.

Competição

O Sampaio Corrêa assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B , ao derrotar o Macaé , por 3 a 1, em partida disputada na noite desta sexta-feira, no Castelão. O time maranhense que obteve a segunda vitória na competição, agora soma seis pontos ganhos, O Macaé, que havia vencido na primeira rodada, segue com três pontos, e ocupa, provisoriamente, a quinta posição. O jogo marcou a estreia do técnico Léo Condé no Sampaio Corrêa. O treinador, que fez sucesso na Caldense, vice-campeã mineira, armou um esquema para explorar os espaços concedidos pelo Macaé para construir o resultado. O Macaé foi melhor no primeiro tempo, mas não soube aproveitar as oportunidades e acabou sendo derrotado.

Desarranjo

O Bragantino recebeu o Paysandu, neste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid, e venceu por 1 a 0 a partida válida pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Jogo normal, certo? Sim, se não fosse um desarranjo intestinal sofrido por ninguém mais ninguém menos que o árbitro do confronto, minutos antes de a bola rolar. É isso mesmo! Antonio de Carvalho Schneider teve aquele famoso “piriri” pouco antes de apitar pela primeira vez na tarde e, com isto, precisou atrasar o início do jogo. Por quanto tempo? 20 minutos. O médico do Bragantino foi chamado para atender o juiz e relatou que ele estava com “indisposição estomacal”. Depois, contou o que, de fato, havia acontecido: “ele teve uma queda de pressão, um pouco de palidez, foi medicado, mas já está recuperado”, afirmou. Quando Antonio de Carvalho Schneider enfim subiu ao gramado, a torcida foi ao delírio e comemorou como se tivesse acontecido um gol.

Tribunal

Mesmo sem o apoio de seus torcedores, o Bahia fez o dever de casa e conheceu a vitória na Série B de 2015, que teve a segunda rodada inaugurada na noite desta sexta-feira. Atuando no estádio de Pituaçu, que não abriu os portões para o público, por causa de uma punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Bahia goleou o Mogi Mirim , recém-promovido à segunda divisão, por 4 a 1. Os tentos tricolores foram anotados por Maxi Biancucchi, Léo Gamalho e Zé Roberto, duas vezes. Geovane descontou. Com o resultado expressivo, a equipe dirigida por Sérgio Soares segue invicta, visto que empatou com o América-MG , na estreia, em Belo Horizonte, por 1 a 1. Por sua vez, o Mogi, comandado por Edinho Nascimento, filho de Pelé e ex-goleiro do Santos , continua sem somar pontos na divisão de acesso. Os mogimirianos acabaram superados na estreia pelo Criciúma , em pleno Romildão, por 2 a 1.

Rigorosas

A punição de perda de mando de campo vai ter regras mais rigorosas no atual Campeonato Brasileiro . Uma alteração no Regulamento Geral de Competições (RGC) da CBF faculta ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) a decisão de impor ao infrator a realização de jogos com portões fechados. Até 2014, muitos clubes preferiam transferir suas partidas para locais em que havia a garantia de estádios cheios e ainda lucravam com a punição. Ao pé da letra, o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBDJ) estabelece que o(s) jogo(s) de um clube que sofre perda de mando de campo deve(m) ser disputado(s) a uma distância mínima de 100 quilômetros de sua praça de desportos. E não faz nenhuma menção à realização de partidas com portões fechados.

Distúrbios

No entanto, o atual RGC deixa a critério do STJD a decisão de impor ao clube penalizado – por casos de violência ou distúrbios graves nos estádios – que jogue com portões fechados. Nessa situação, não será permitida, em nenhuma hipótese, a presença de torcedores, a venda de ingressos e a expedição de convites. Isso inclui os sócios dos clubes, os portadores de cadeiras perpétuas e de ingressos permanentes, e os proprietários de camarotes, como consta no Artigo 64 do RGC. “Em 2006, quando eu cheguei ao tribunal, havia o entendimento de que algumas punições deveriam ser aplicadas com jogos de portões fechados. Foram as TVs que pediram que não houvesse estádio sem público. Que isso prejudicava a transmissão; sem som, sem gente nas arquibancadas. Então, houve a primeira mudança. Mas agora vamos novamente analisar os casos e fazer uso, quando necessário, das penas que determinam ao clube jogar sem a presença de público”, contou ao Terra o presidente do STJD, Caio César Vieira Rocha.

Providências

A alteração se deu por iniciativa da procuradoria do STJD e tende também a evitar algumas situações constrangedoras para os auditores. De acordo com Caio, houve casos no tribunal em que advogados dos clubes pediam que houvesse a punição. “Já aconteceu isso. O advogado vir e dizer abertamente: ‘quero ver meu cliente (o clube) condenado’. Isso não pode se repetir”, comentou o presidente. A perda de mando de campo é prevista pelo Artigo 213 do CBJD. Pode ser aplicada ao clube que “deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir” desordens em sua praça de desporto; invasão do gramado ou lançamento de objetos no campo. Em situações que envolvem distúrbios generalizados entre as torcidas, a punição pode ser extensiva aos dois clubes.

Zagueiro

Depois de falhar na estreia da Série B, anotando um gol contra o patrimônio, o zagueiro Wesley Matos se redimiu na Copa do Brasil ao marcar o gol de empate contra o Ceará, no Independência. O defensor se diz feliz por ter ajudado o America-MG, e acredita que o Coelho tem muitas chances de avançar na Copa do Brasil no jogo de volta. “Eu fui abençoado nessa partida em poder ajudar com um gol. Eu sempre digo que o futebol é uma das melhores profissões que existem. Você tem a vantagem de reverter em um lance que fui infeliz na próxima partida com um gol importante. Estamos vivos na competição. Sabemos que o Ceará é uma equipe muito difícil, mas temos totais condições de chegar lá e reverter esse placar”, declarou. A partida da volta entre América-MG e Ceará ocorre na próxima quarta-feira, às 22h, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. Antes, o Coelho vai a Lucas do Rio Verde enfrentar o Luverdense pela segunda rodada da Série B, neste sábado, às 21h.

Temporada

Depois de uma temporada difícil, marcada por dois rebaixamentos, o torcedor do Vila Nova tinha todos os motivos para ficar ressabiado com a equipe. Em 2015, o clima mudou entre os fanáticos pelo clube vermelho e branco de Goiânia e o tom é de otimismo quanto à retomada do sucesso. O primeiro passo no Campeonato Brasileiro Série C foi com o pé direito e o colorado sonha com mais um acesso neste ano. A vitória sobre o Cuiabá foi magra, 1 a 0, com gol marcado pelo estreante Moisés na metade final do segundo tempo. Os mais de cinco mil torcedores que foram ao Serra Dourada não viram uma exibição de gala do time, mas saíram satisfeitos com o primeiro triunfo na competição nacional e com o sentimento de otimismo estampado nos sorrisos.

Rebaixamento

Após o rebaixamento, a Portuguesa iniciou a Série C do Campeonato Brasileiro , neste domingo, com o objetivo de fazer boa campanha para garantir o acesso à Série B . Mas logo na estreia acabou derrotada pelo Londrina por 2 a 1, de virada, no Estádio do Café, pelo Grupo B da competição. Durante o primeiro tempo, o Londrina apresentou as maiores chances de marcar. A equipe fez valer o título de mandante e ditou o ritmo da partida, segurando maior posse de bola e se aproveitando da defesa aberta da Portuguesa, utilizando Paulinho como principal peça no setor de criação. O lateral foi responsável pelas melhores jogadas do time, tanto que logo aos quatro minutos, viu uma brecha na área adversária e avançou, driblando a marcação. Na hora de cruzar, a zaga da Lusa conseguiu chegar a tempo e afastar o perigo.

Partidas

A Série C do Campeonato Brasileiro teve seu pontapé inicial na tarde deste sábado, com duas partidas. Pelo Grupo B da competição, o Tombense perdeu por 1 a 0 em casa para o Tupi-MG, que balançou as redes com Gabriel Davis. Já pela chave A, o Confiança recebeu o ASA e empatou por 1 a 1. O gol mandante foi marcado por Amaral, enquanto o dos visitantes foi anotado por André Nunes, ambos na primeira etapa. A vitória do Tupi longe de seus domínios foi conquistada no fim da partida, aos 40 minutos da etapa complementar, quando Gabriel Davis completou bom contra-ataque puxado por Genalvo. Os donos da casa não esboçaram reação e iniciaram a terceira divisão nacional com revés diante de sua torcida.

Pontuação

Com o resultado positivo, a representação de Juiz de Fora soma três pontos e fica provisoriamente na liderança do Grupo C, que ainda terá mais quatro jogos neste fim de semana. Já o Tombense fica zerado na pontuação e com saldo de -1 gol. Pela segunda rodada, o Tupi recebe o Guaratinguetá no Estádio Municipal de Juiz de Fora, no próximo sábado (23 de maio). No mesmo dia, o Tombense visita o Madureira, em Conselheiro Galvão. Na partida realizada em Aracaju, capital do Sergipe, a torcida viu dois gols no primeiro tempo, e menos movimentação na etapa complementar. O Confiança abriu o placar aos 22 minutos, quando Amaral invadiu a área e chutou cruzado para superar o goleiro Pedro Henrique. O empate do ASA, no entanto, aconteceu aos 40, quando Alex Henrique completou cruzamento e viu o goleiro Everson fazer a defesa. Oportunista, André Nunes aproveitou o rebote e decretou o empate.

Mandantes

O Juventude abriu sua participação na Série C do Campeonato Brasileiro com empate por 1 a 1 fora de casa diante do Brasil de Pelotas, no Estádio do Vale, no Rio Grande do Sul. Enquanto os mandantes abriram o placar logo no início da partida, com gol de pênalti do atacante Nena, a representação de Caxias do Sul chegou ao empate aos 10min da etapa complementar, quando Brenner marcou. A partida marcou também a estreia do veterano meia Paulo Baier pelo Juve. Com o resultado, ambas as equipes, que integram o Grupo B da competição, somam um ponto na tabela e já saem atrás do Tupi-MG, que venceu o Tombense fora de casa neste sábado. As outras três partidas da chave (Londrina x Portuguesa, Caxias x Madureira e Guaratinguetá x Guarani) acontecem neste domingo. O Brasil de Pelotas volta a campo no próximo sábado (23), pela segunda rodada da Série C, quando enfrenta a Portuguesa no Pacaembu. Já o Juventude recebe o Caxias no domingo (24), no Estádio Alfredo Jaconi.

Dívidas

Os clubes que não pagarem suas dívidas com o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) podem até ser impedidos de participar de competições, já neste primeiro semestre de 2015. O anúncio oficial de medidas mais rigorosas para os inadimplentes deve ser feito ainda em maio, pelo presidente do STJD, Caio César Vieira Rocha. São cerca de 20 clubes em constante situação irregular com o tribunal. Não há nenhum time da Série A do Brasileiro na relação. “Com frequência, há uns 20 cubes que deixam de pagar as multas (impostas pelo tribunal). Várias vezes, nós parcelamos as quantias e mesmo assim isso não surte efeito. Já parcelamos até o parcelamento, a pedido dos devedores, e também não adiantou nada. Às vezes, acertam uma ou duas parcelas, de um total de dez, e simplesmente param de pagar”, declarou Caio

Dominou

O Salgueiro começou a Série C do Brasileirão com o mesmo ritmo que levou o time ao inédito vice-campeonato Pernambucano. Neste domingo, o Carcará foi até Campina Grande e dominou o Botafogo-PB. Com gols de Kanu e Paulinho Mossoró, a equipe do técnico Sérgio China venceu por 2 a 1 e volta para o sertão de Pernambuco com os três primeiros pontos no grupo A da competição nacional.  Superior durante boa parte do jogo, o Salgueiro começou a construir o resultado aos 24 minutos do primeiro tempo, com o atacante Kanu. Dez minutos depois, foi a vez do meia Paulinho Mossoró ampliar a vantagem. Aos 16 do segundo tempo, André Lima diminuiu o placar, mas não foi o suficiente.
Após a vitória, o Carcará volta a jogar na Série C no próximo domingo, no Cornélio de Barros, contra o Águia de Marabá. Já o Belo, visita o ASA, no mesmo dia, em Arapiraca, tentando a recuperação. Na quarta-feira, encara o Treze, pelo quadrangular decisivo do Campeonato Paraibano.

wilsonbarbosa3(*) Wilson Barbosa é jornalista e cronista esportivo. Email: www.wilsonbarbosatreze@gmail.com

Deixe uma resposta