Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Ouvidoria cria projetos para ampliar participação popular na gestão pública

Ouvidoria cria projetos para ampliar participação popular na gestão pública

Hermenegildo Coelho: Queremos a Ouvidoria mais presente, com todas as condições de atender ao povo e isso será estendido também para os municípios do Interior” - Foto: Fernando Oliveira

Hermenegildo Coelho: Queremos a Ouvidoria mais presente, com todas as condições de atender ao povo e isso será estendido também para os municípios do Interior” – Foto: Fernando Oliveira

A OGE (Ouvidoria Geral do Estado) inicia processo de reestruturação e já está trabalhando na implantação de projetos, para criar novos canais de comunicação com a população. Além da instalação de postos de atendimento em locais estratégicos, um novo número, com apenas três dígitos, será ativado para receber as demandas da comunidade. Além disso, o Projeto Vozes das Ruas vai realizar serviço itinerante na Capital e no Interior.

“Dar voz ao cidadão significa aproximá-lo do Estado e das decisões, e a governadora Suely Campos quer ouvir as vozes das ruas”, disse o novo ouvidor-geral do Estado, Hermenegildo Coelho, ao mencionar os projetos a serem executados na gestão dele.

Segundo ele, serão criados, em parceria com outros órgãos, Pacs (Postos de Atendimento ao Cidadão) em locais considerados estratégicos. Inicialmente, será reativado o posto de atendimento localizado na Rodoviária Internacional de Boa Vista e outro será aberto na Casa do Cidadão, no bairro Senador Hélio Campos. “Queremos a Ouvidoria presente nesses locais, com todas as condições de atender ao povo e isso será estendido também para os municípios”, afirmou.

Outra iniciativa a ser colocada em prática, visando aproximar mais a Ouvidoria do cidadão, é a colocação de urnas em órgãos públicos da Capital e do Interior, inclusive em escolas, para o recebimento de reclamações, denúncias, sugestões e elogios da população sobre serviços oferecidos pelo Estado. “Ouvir a sociedade é essencial para a cidadania e para a democracia. Além disso, as demandas apresentadas pela comunidade contribuem para melhorar a gestão e até para criar novas políticas públicas”, disse o ouvidor-geral.

Já o Projeto Vozes das Ruas será executado por meio da Ouvidoria Itinerante, promovendo ações na Capital e em todos os municípios do interior. O atendimento por telefone também será reativado até o final deste mês, segundo Hermenegildo Coelho. O serviço será realizado por meio de um número de apenas três dígitos e, a exemplo do serviço feito pelo número 800-280-9518, as ligações serão gratuitas.

O planejamento para maior aproximação com a comunidade inclui também, conforme o ouvidor-geral, a participação dos presidentes de associações de moradores de bairros. “Queremos oferecer cursos de qualificação para os presidentes de associações, independente de questões políticas, porque eles também são formadores de opinião, estão próximos da população e podem nos auxiliar, recebendo as demandas da comunidade e trazendo para nós”, explicou.

A reestruturação da Ouvidoria Geral, com a criação de regimento, o oferecimento de cursos para os ouvidores e a subordinação técnica das demais ouvidorias à OGE também estão inclusos nos planos a serem executados na atual administração.

Albani Mendonça

 

Deixe uma resposta