Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Variedades | Novembro da Música: violinista ensina técnicas contemporâneas para alunos e professores do IBVM

Novembro da Música: violinista ensina técnicas contemporâneas para alunos e professores do IBVM

O workshop reuniu cerca de 50 pessoas - Fotos: Fernando Teixeira

O workshop reuniu cerca de 50 pessoas – Fotos: Fernando Teixeira

Pela segunda vez em Roraima, o violonista paulista Edgard Montrezol veio com a importante missão de somar conhecimentos junto aos alunos do Instituto Boa Vista de Música. Durante esta semana, o música realizou um workshop que reuniu cerca de 50 pessoas, entre alunos e professores do Instituto Boa Vista de Música (IBVM). O curso, que faz parte das programações do Novembro da Música, finaliza nesta sexta-feira, 13.

Apesar de vir da região sudeste, foi na região amazônica que Montrezol encontrou o prazer pela música. Vivendo desde a adolescência em Manaus (AM), o músico se especializou em violão clássico e já percorreu diversos estados brasileiros levando a arte e a erudição em torno do instrumento.

“Quando recebi o convite para vir a Roraima pela primeira vez, fiquei muito contente, pois essa interação é importante. E agora retornamos a esta terra, para contribuir com jovens músicos, ressaltar a importância de se aprofundar na música e também mostrar o nosso trabalho”, disse.

Entre as temáticas abordadas estão técnicas contemporâneas que exploram a sonoridade, melhoram a performance e que dão mais clareza e segurança na execução do instrumento. Grande parte do conteúdo ministrado compõe a chamada escola Abel Carlevaro – músico uruguaio que é mundialmente conhecido por suas peças eruditas e métodos de ensino.

ibvm13Montrezol elogiou a política cultural promovida pela Prefeitura de Boa Vista e pelo IBVM, que segundo ele, é algo incomum em diversas cidades. “A cultura é a base disciplinar para uma vida inteira e fomentar essa cultura é uma das maiores contribuições que podem ser feitas à sociedade, moldando o caráter e melhorando as relações sociais existentes”, disse.

Músico desde os 14 anos, o professor Vitor Hugo é professor do IBVM há dois anos. Para ele, o conhecimento ministrado por Edgard Montrezol é um reforço não apenas aos jovens músicos, como também há quem já está na “estrada” há um pouco mais de tempo. “As técnicas empregadas por ele são de grande categoria. Conhecê-las e aplicá-las no instrumento é algo fantástico. Tenho certeza que todos que participam deste workshop sairão daqui com um nível a mais de conhecimento”.

A jovem Bárbara Vitória, de 11 anos, estuda violão desde os oito no IBVM. Para ela, todas as aulas que vem recebendo tiveram reforço com o workshop desta semana. E ela já sabe o que quer fazer quando crescer. “Quero ser violinista, mundialmente famosa. Quero me aperfeiçoar bastante no instrumento e também sai pelo mundo, tocando música boa”, disse.

Fábio Cavalcante

 

Deixe uma resposta