Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Morte do taxista: articulação entre Sistema de Segurança de Roraima e Venezuela permite devolução de táxi a familiares

Morte do taxista: articulação entre Sistema de Segurança de Roraima e Venezuela permite devolução de táxi a familiares

Veículo foi entregue á família do taxista morto - Foto: Dedson MachadoNo final da manhã desta segunda-feira, 16, o secretário de Segurança Pública, coronel Amadeu Soares e a diretora do Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) da Polícia Civil, Eliane Gonçalves entregaram o carro taxi Prisma, de placa NBA-3074, pertencente ao taxista Humberto de Almeida Marinho, 49, vítima de latrocínio em Roraima, aos seus familiares.

O taxista Humberto Marinho foi morto em uma área rural de Boa Vista, no dia 19 de maio, por Edson Silva de Melo, 25, que terminou sendo preso em Santa Elena de Uairén, após se envolver em um acidente de carro naquele país. O veículo foi apreendido em Santa Elena de Uairén.

Logo após o crime uma comitiva de taxista esteve no gabinete do secretário de Segurança Pública pedindo providências para recuperar o veículo, único bem que os familiares da vítima tem para prover o sustento de suas filhas.

Foi montada uma comitiva formada pelo secretário de Segurança Pública, a diretora do DHPP e do diretor de Comércio Exterior da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento, Eduardo Oestreicher, que esteve reunida em maio com os vices-cônsul do Brasil em Santa Elena, Cláudio Bezerra e Ubiraci Reis Bastos e o advogado do Consulado Rafael Acevedo.

“Naquela oportunidade tratamos sobre a deportação de Edson de Melo, o que ocorreu ainda  em maio e a devolução do veículo Prisma branco,  com a chefe do Ministério Público de Santa Elena, Maria Gabriela”, disse o secretário.

Soares explica que a Secretaria de Segurança Pública e a Polícia Civil elaboraram e apresentaram uma exposição de motivos formalizando o pedindo, tendo em vista a questão humanitária, uma vez que o veículo táxi é a única fonte de renda dos familiares do taxista morto.

O veículo foi entregue em Santa Elena à diretora do Departamento de Proteção à Pessoa, Eliane Gonçalves que o levou até a Delegacia de Pacaraima. De lá, um carro guincho do Departamento Estadual de Trânsito o removeu da até Boa Vista, onde foi submetido a perícia e no final da manhã de hoje entregue à mãe da vítima, Francisca Almeida Marinho, 78 e à irmã dele, Rosana Pereira, 36.

Emocionadas, as duas mulheres choraram muito ao receberem o veículo. Para Rosana Pereira, a morte do irmão ainda é um choque muito grande. Ela conta que ele deixou duas filhas e que ainda faltam 18 parcelas do veículo a serem pagas.

“Sei que nada vai trazer o meu irmão de volta, mas ele tem duas filhas menores ainda e esse é o único meio que temos para sustentá-las. Se não tivéssemos esse apoio das autoridades de Roraima, acho que nunca iríamos conseguir trazer o carro do meu irmão de volta. Mas ficamos confiantes ao perceber o interesse deles em nos ajudar”, disse ela.

O vice presidente do Sindicato dos Taxistas, Marino Costa, disse que ficou muito satisfeito com a atuação das autoridades de Roraima que trabalharam para trazer o veículo de volta.

“Estávamos confiantes e acreditando que daria certo. Hoje temos a oportunidade de acompanhar essa devolução. Tínhamos juntado dinheiro para trazer o carro de volta, mas como as autoridades de Roraima trouxeram o veículo, vamos aplicar o dinheiro para consertar o carro que ficou bastante danificado depois do acidente em Santa Elena e assim contribuir com a família de nosso amigo que ainda está enlutada”, disse”.

O secretário de Segurança Pública enfatizou a importância de se criar mecanismos que protejam mais o cidadão em Roraima.

“Nós envidamos todos os esforços para trazer o veículo a Boa Vista e entregar aos familiares. Queremos ampliar em Roraima os mecanismos de proteção ao cidadão e contamos para isso com o apoio de toda a sociedade organizada”, disse ele.

 

 

 

Deixe uma resposta