Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Ministério aprova proposta de compra de grupo gerador para maternidade

Ministério aprova proposta de compra de grupo gerador para maternidade

Os investimentos dos dois grupos gerados giram em torno de R$ 1,260 milhão - Foto: Ascom/SesauUma das duas propostas voluntárias cadastradas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para aquisição de dois grupos geradores de emergências teve resposta positiva do Ministério da Saúde (MS). O órgão ministerial aceitou a proposta de destinar um grupo ao Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazareth (HMINSN), mas os recursos ainda não foram disponibilizados. Entretanto, os trâmites seguem com celeridade, e assim que os recursos forem liberados, será feita licitação para compra.

Cada grupo vem com dois geradores de energia. Quanto à proposta para atender ao Hospital Geral de Roraima, e em especial a segunda UTI (Unidade de Tratamento Intensiva) da unidade, segue para análise do Ministério. Cada grupo gerador custa em torno de R$ 630 mil. Portanto, o investimento dos dois grupos juntos gira em torno de R$ 1,260 milhão.

De acordo com o secretário de Saúde em exercício, Alysson Lins, o benefício maior é descartar a interrupção da energia elétrica na unidade, caso ocorra alguma queda na rede elétrica da rua. “Com mais grupos geradores, conseguiremos atender com maior eficácia, principalmente, áreas críticas de um hospital, como berçário, UTIs, Centros Cirúrgicos”, exemplificou.

Lins mencionou que a proposta é substituir os atuais geradores que funcionam no HMI pelos novos equipamentos. Um deles que hoje está disponível para ser acionado em caso de necessidade é proveniente de empréstimo de uma empresa estatal. “Estamos apenas aguardando a liberação dos recursos para fazer a compra desses novos equipamentos e garantir mais tranquilidade”, informou.

O coordenador-geral da Atenção Especializada da Sesau, Moysés de Oliveira, acrescentou que no HGR será diferente. Com a chegada dos novos geradores, a unidade contará com o reforço dos que já estão operando. “O hospital necessita de um reforço no fornecimento da energia, devido a ampliação da unidade. Outro porém é atender as duas UTIs, Centro Cirúrgico, área de emergência e Trauma, como as demais dependência que precisam de eletricidade”, frisou.

Oliveira lembrou que cada um dos geradores, a contrapartida do Estado será de 10% de recursos próprios investidos em cada grupo gerador. “Acreditamos que a insegurança das pessoas não existirá mais. Estamos trabalhando para oferecer cada vez mais conforto e tranquilidade aos usuários”, destacou.

Potência

O gerador, sendo da linha Diesel, a potência é de 700 KVA e 560 Kwe, trifásico, com fator de potência 0,8, na tensão de 220/127 Vca, em 60 Hz, para funcionamento singelo e automático. Itens que compõem o gerador é de motor a diesel, seis cilindros, sistema de preaquecimento da água de refrigeração, conjunto de atenuadores de ruído para instalação em sala de alvenaria, grau de regulagem eletrônica de velocidade do motor, recipiente diário de consumo para combustível de 250 litros, entre outras series de especificação técnica.

 

 

Deixe uma resposta