Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Interior | Microscopistas de Caracaraí recebem treinamento a partir desta segunda-feira

Microscopistas de Caracaraí recebem treinamento a partir desta segunda-feira

Intenção é concluir a ação com 110 microscopistas capacitados - Foto: Ascom/SesauA partir desta segunda-feira, 14, dez microscopistas do município de Caracaraí, a 155 quilômetros da capital, recebem uma instrução sobre o diagnóstico da malária. A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), por meio do Departamento de Vigilância em Epidemiológica (DVE), realiza esta ação em 12 municípios, para reforçar o diagnóstico da doença no Estado. O encontro vai até a próxima sexta-feira, 18.

As atividades de capacitação iniciaram pelo município de São Luiz do Anauá, onde profissionais de São João da Baliza, ambos no sul do Estado, também foram capacitados. Na região, 10 profissionais foram instruídos no mês passado.

Após Caracaraí, a ação segue com 13 profissionais de Rorainópolis, com previsão ainda para este mês. Depois disso, os municípios de Alto Alegre, Bonfim, Normandia, Caroebe, Iracema, Mucajaí, Pacaraima e Uiramutã também devem ser atendidos. A intenção é que até o mês de agosto, 110 profissionais tenham passado pela atualização.

A capacitação é feita por uma equipe multiprofissional do Laboratório Central de Roraima (Lacen). Os profissionais passaram por treinamentos no Ministério da Saúde e agora são multiplicadores deste conhecimento, ao treinar os profissionais sobre a revisão das lâminas. A capacitação dura 40 horas, com certificação para todos os participantes.

O gerente do Núcleo de Controle da Malária em Roraima, Jonas Monteiro, explicou que a atualização dos microscopistas faz parte de um projeto iniciado ano passado e que já foi concluído em alguns municípios no primeiro semestre desse ano. “No mês de junho estamos retomando as ações para atingir todo o Estado”, esclareceu. Ao final da capacitação, o núcleo espera que os profissionais façam parte de um quadro funcional capacitado e qualificado para o trabalho nas regiões onde atuam.

No interior, os municípios que apresentam maior incidência da malária no primeiro semestre deste ano foram Rorainópolis (422), Amajari (371) e Caracaraí (337). Já o município com menor índice é Normandia, com apenas oito casos em 2014. Este ano já foi instalado um laboratório de revisão em Caracaraí, que está em funcionamento desde o último dia 16 de junho. Além disso o Núcleo planeja a implantação do laboratório de sentinela, no município de Pacaraima.

Reunião

A capacitação de microscopistas nos municípios é um dos assuntos tratados durante a 25ª Reunião de Avaliação do Programa Estadual de Controle da Malária, a ser realizada de 16 a 18 de julho. Na ocasião, secretários municipais, gerentes de endemias, coordenadores da Atenção Básica, representantes dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas do Leste e o Yanomami e técnicos da Coordenação Nacional do Programa vão debater as ações de controle da malária em Roraima.

A reunião ocorre a partir da próxima quarta-feira, 16, às 9 horas, no auditório da Eletrobrás Distribuição Roraima, na avenida Capitão Ene Garcez, 691 – Centro.

 

 

Deixe uma resposta