Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Mecias quer homenagear protagonistas da história da Contabilidade em Roraima

Mecias quer homenagear protagonistas da história da Contabilidade em Roraima

Foto: SupCom ALERR

Os protagonistas da história da Contabilidade em Roraima devem ser homenageados com a Comenda Orgulho de Roraima da Assembleia Legislativa de Roraima. É o que prevê o projeto de decreto legislativo apresentado pelo deputado Mecias de Jesus (PRB), durante sessão desta terça-feira, 11.

Na tribuna, Mecias defender a honraria concedida a pessoas e instituições que desenvolveram a profissão no Estado de Roraima, a exemplo do Conselho Regional de Contabilidade e as instituições de ensino superior como as Faculdades Cathedral, Universidade Estadual de Roraima e Universidade Virtual de Roraima.

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Manoel Dantas, que já foi presidente do CRC e foi fundador da Associação dos Contabilistas, é uma das personalidades que deve receber a comenda.

Também as escolas Euclides da Cunha e Gonçalves Dias, da rede pública estadual de ensino, devem ser homenageadas por terem sido sede dos primeiros cursos técnicos de Contabilidade ofertados em Roraima, e responsáveis pela formação de vários profissionais, a partir do ano de 1951.

Na justificativa do projeto, o deputado ressalta que a intenção é reconhecer “o quanto esses profissionais foram, são e serão importantes para a vida das pessoas e das empresas” do estado. “Conforme a região foi se estruturando e se desenvolvendo, a Contabilidade também foi progredindo para atender aos anseios da sociedade”, disse.

Também devem ser homenageados os fundadores do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de Roraima – o SESCON.

O projeto, possivelmente, ainda deve ser lido durante o expediente da sessão desta quarta-feira, 12, e tramitar na Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final, antes de ser apreciado e votado em plenário.

Élissan Paula Rodrigues

 

Deixe uma resposta