Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Malária: capacitação de microscopistas em São Luís começa dia 30

Malária: capacitação de microscopistas em São Luís começa dia 30

A capacitação dos microscopistas faz parte do plano de ação de 2014 - Foto: Ascom/SesauA equipe do Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima (Lacen/RR) organiza os últimos preparativos para viagem ao Sul do Estado, na semana que vem. A equipe de técnicos do Laboratório se deslocará ao município de São Luís, no sul do Estado, onde dará início a capacitação de microscopistas da malária. A saída dos profissionais está marcada para esta segunda-feira, 30, a partir das 8h, e a capacitação se estenderá até o dia 04 de julho e atenderá também profissionais de São João da Baliza.

Os técnicos do Lacen ficarão em São Luís até o dia 04 de julho, no dia 07 seguem para Caroebe, onde ficam até 11 de julho, entre os dias 14 e 18 de julho, serão capacitados os microscopistas de Caracaraí, em seguida a equipe se deslocará para Rorainópolis, onde ficará de 21 a 25 de julho. Alto Alegre será o quinto município a ser atendido, entre os dias 28 de julho e 1º de agosto. No mês de agosto serão atendidos os municípios de Bonfim, Normandia, Iracema, Mucajaí, Pacaraima e Uiramutã. As atividades encerrarão no dia 29 de agosto e serão direcionadas para a capacitação de 110 microscopistas, totalizando uma cobertura em 12 municípios.

Segundo o gerente Estadual do Núcleo de Controle da Malária em Roraima, Jonas Monteiro Souza, a cada semana serão qualificados, no mínimo, cinco profissionais. “Planejamos esse cronograma de ação no início do ano, quando foi feito o planejamento das ações para 2014. Trata-se de um trabalho fundamental para a formação de multiplicadores, o que vai ajudar a diminuir a demanda do Laboratório Central e ao mesmo tempo, contribuir para a formação dos profissionais que atuam no Estado, já que todos os técnicos receberão certificados pela formação de 40 horas. Com isso esperamos garantir maior agilidade e segurança no trabalho de prevenção, controle e diagnóstico da malária”, acrescentou.

A capacitação dos microscopistas faz parte do plano de ação de 2014, no entanto outras ações foram fortalecidas nos últimos meses, entre elas a instalação de mais de 500 mosquiteiros impregnados, no município de São João do Baliza, cursos de qualificação para agentes de endemias no município de Normandia e implantação do laboratório de sentinela no município de Bonfim, na fronteira com a Guiana, no mês de fevereiro. “E não para por aí, queremos o quanto antes implantar outro laboratório de sentinela, desta vez, na fronteira com a Venezuela, no município de Pacaraima, nos mesmos padrões da unidade implantada no Bonfim, e com isso reforçar as ações de prevenção e controle nas fronteiras”, finalizou Monteiro.

Conforme a diretora do Lacen, Roseane Silva de Souza, a unidade é de média e alta complexidade que tem a finalidade de coordenar a rede de laboratórios. “Nossa finalidade é acompanhar as ações das unidades públicas, privadas e conveniadas que realizam a análise de interesse em saúde pública, além de atuarmos também na realização de exames nas áreas epidemiológicas, sanitárias e ambiental. A unidade atende a demanda da capital e dos municípios, por isso nossa equipe de técnicos realiza trabalhos de supervisão e capacitação em todos nos municípios de Roraima”, esclareceu.

 

Deixe uma resposta