Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Lançada em Roraima Campanha ‘Mais Mulheres na Política’

Lançada em Roraima Campanha ‘Mais Mulheres na Política’

Cerimônia realizada no Palácio Senador Hélio Campos reuniu representantes femininas na política, além de mulheres integrantes de entidades - Foto: Secom-RR

Cerimônia realizada no Palácio Senador Hélio Campos reuniu representantes femininas na política, além de mulheres integrantes de entidades – Foto: Secom-RR

Mais representatividade das mulheres na política, com a proposta de garantir mais igualdade entre os sexos nas esferas de poder. Esta é a proposta da Campanha Nacional ‘Mulheres na Política – A Reforma que o Brasil Precisa’ lançada em Roraima no final da tarde desta segunda-feira, 18, no Palácio Senador Hélio Campos.No estado que elegeu a única governante mulher nas últimas eleições, a solenidade foi realizada na presença de lideranças políticas femininas, como as senadoras Ângela Portela (RR), Vanessa Grazziotin (AM) e Regina Souza (PI), além de deputadas federais e estaduais, e representantes da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres da Presidência da República, ONU Mulher, dentre outros.

A Procuradoria Especial da Mulher no Senado e a Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados estão lançando a campanha em todos os estados, iniciativa que preconiza garantir que as mulheres ocupem pelo menos 30% das cadeiras nos parlamentos brasileiros.

A governadora Suely Campos abriu o evento pontuando que o feito de ser a única representante do sexo feminino à frente do Executivo estadual do País lhe trás um peso ainda maior de responsabilidade. Ela relembrou sua trajetória política e enfatizou a importância da iniciativa, apoiada por seu governo, para mudar a realidade brasileira que coloca o Brasil na amarga 124ª posição entre 188 países em uma ordem decrescente de participação feminina na política. “Essa ampliação das mulheres no cenário político é muito importante para o País. Não queremos mudar o mundo, só queremos mais igualdade na política”, destacou.

Para a senadora Ângela Portela, há falta de apoio político, incentivo dos partidos para a candidatura das mulheres. E explica que essa reforma teria início já nas eleições municipais de 2016 e, a cada cinco anos, haveria um acréscimo de 5% nessa reserva, até que se alcance 50%. “Estamos buscando apoio no Congresso para realizar essa mudança”, enfatiza a senadora.

Para que essa mudança e luta das parlamentares se concretize, a senadora Vanessa Grazziotin explica que estão passando pelos estados brasileiros para envolver a sociedade nessa luta, “para que possam nos ajudar a sensibilizar os parlamentares a realizar essas mudanças, já que é histórico o excesso de discriminação sofrido pelas mulheres”, pontua a senadora.

A senadora faz um comparativo da desigualdade entre a mulher na sociedade e no meio político. “Na política não temos o mesmo protagonismo que conquistamos na sociedade – temos estudo, conseguimos destaque profissional, cuidamos de nossa casa e ocupamos apenas 10% das cadeiras na política”, reflete. E completa: “Essa é uma luta de toda sociedade para que possamos aperfeiçoar nosso País”.

O lançamento da campanha contou também com a presença de Susi Teodoro, representante da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres da Presidência da República, que incentiva e fomenta a iniciativa e que a Secretaria está com o desafio de realizar a 4ª Conferência de Políticas Públicas para as Mulheres, prevista para março de 2016. “Por isso, neste ano estamos focados em apoiar estados e municípios em suas conferências, já que é na base a necessidade de dar voz às mulheres e mudarmos essa realidade”.

Simone Cesário

 

Deixe uma resposta