Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Interior | Laboratórios reforçam controle de qualidade da água nos municípios

Laboratórios reforçam controle de qualidade da água nos municípios

Os laboratórios de análise da água já foram instalados em sete municípios do interior – Foto: Ascom/ Caerr

Para melhorar cada vez mais a qualidade de vida dos moradores do interior, o Governo de Estado, por meio da Caerr (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) instalou laboratórios de análise da água nos municípios de São Luís, São João do Baliza, Caroebe, Alto Alegre, Mucajaí, Caracaraí e Normandia.

O trabalho faz parte do planejamento de ações da Caerr e é executado para fortalecer o processo de tratamento da água. “Os laboratórios são importantes para o sucesso do trabalho, por isso a proposta é montar laboratórios nos municípios onde a Caerr atua e com isso agiliza o controle de qualidade da água fornecida aos usuários”, esclareceu o presidente da Caerr, Danque Esbell.
Segundo ele, antes as equipes precisavam se deslocar até à localidade para fazer a coleta da água, o que causava certa demora no resultado, por conta da distância. Agora com o laboratório funcionando no município, o processo ficou mais dinâmico, pois toda a análise é feita diariamente e as deficiências são resolvidas de imediato.

Novos laboratórios

Este ano o planejamento inclui a ampliação dos serviços com a implantação dos laboratórios nos municípios de Rorainópolis, Pacaraima e também na localidade Félix Pinto, no município do Cantá.

“Nesse momento os espaços físicos estão sendo otimizados para deixar o ambiente dentro dos padrões técnicos como determina a legislação e depois será feita a instalação dos equipamentos necessários para análise da quantidade de cloro, PH, cor e a turbidez”, salientou a química do Núcleo de Controle de Qualidade da Caerr, Anna Paula Travassos.

A instalação dos laboratórios de análise da água faz parte do compromisso do Governo do Estado, por meio da Caerr, em atender as normas estabelecidas pela Portaria Federal 2.914/11, do Ministério da Saúde, que dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e padrão de potabilidade.

“Nos laboratórios são verificados os padrões de potabilidade da água estabelecidos pela Portaria de forma que o monitoramento é feito desde a captação da água bruta até a distribuição, além disso, é feito o monitoramento do município de forma geral”, Anna Paula.

Serviços

Além das análises feitas diariamente nos laboratórios, o Núcleo de Controle de Qualidade realiza ainda a inspeção mensal do trabalho executado nos municípios e os relatórios são encaminhados aos órgãos de fiscalização que atuam na área.

“A equipe é deslocada à região para fazer a inspeção in loco em cada ponto de coleta, na saída para o tratamento e nos poços que fazem o abastecimento aos moradores. Tudo feito dentro das exigências da Lei”, enfatizou Danque Esbell.

Deixe uma resposta