Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Jorge Everton aponta denuncias contra indicados pelo Executivo

Jorge Everton aponta denuncias contra indicados pelo Executivo

“Estamos mobilizados em escolher o que é melhor para o estado de Roraima”, disse Jorge Everton - Foto: Alfredo Maia

“Estamos mobilizados em escolher o que é melhor para o estado de Roraima”, disse Jorge Everton – Foto: Alfredo Maia

O deputado Jorge Everton (PMDB) defendeu a independência do Poder Legislativo durante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), na manhã desta quinta-feira, 19. O parlamentar lamentou que as rejeições dos nomes dos indicados do Executivo pelo Plenário nas últimas sessões tenham repercutido negativamente como forma de inviabilizar a administração do atual governo.

“Está ocorrendo muita especulação a respeito dos deputados que estão votando contra ou a favor das indicações da governadora. O voto está sendo livre e consciente. O grupo está independente e não está havendo bandeira política, muito pelo contrário, está mobilizado em escolher o que é melhor para o estado de Roraima”, garantiu o parlamentar.

Everton esclareceu que a reprovação dos indicados para assumir as autarquias ocorreu porque os deputados tiverem conhecimento de denúncias contra os apontados pelo governo. No caso da Junta Comercial do Estado de Roraima (Jucer), por exemplo, a Comissão de Administração, Segurança e Serviços Públicos, recebeu denúncias de possível prática de improbidade administrativa cometida por Ubirajara Riz Rodrigues.

“Estamos no início de Governo e já temos denúncias para ser apurada. Denúncia que chegou com prova, feita pelos vogais do Conselho da Junta Comercial. Não foi anônima sem fundamento não. Inclusive, na próxima terça-feira, dia 24, na reunião da Comissão, iremos deliberar sobre o que fazer com a documentação apresentada, pois apesar de ele [Ubirajara] ter sido rejeitado, e ter que deixar o cargo, iremos encaminhar para que o Ministério Público adote as providências”, afirmou.

Outra denúncia que também será apurada é com relação ao presidente interino do Instituto de Amparo à Ciência, Tecnologia e Inovação (IACT), Lurenes Nascimento, que teve seu nome aprovado durante sabatina no dia 11 de março e será submetido ao Plenário na próxima sessão ordinária. Segundo Everton, Nascimento responde a inquéritos na Polícia Federal e por práticas que não condizem com a administração do serviço público.

“Se no passado existia a prática de não fiscalizar os atos do governo, eu parabenizo o presidente da ALE-RR, Jalser Renier (PSDC), que está conduzindo os trabalhos desta Casa e a forma que está se posicionando o bloco independente, mostra um verdadeiro compromisso com o estado de Roraima”, finalizou Everton ao exigir aplicação correta dos recursos públicos.

Em aparte, líder do bloco G14, George Melo (PSDC), parabenizou Everton pelo pronunciamento e reafirmou o compromisso de independência política do bloco. “Nós entendemos que a comissão é um olhar de cinco deputados. No plenário, são 24. E o Plenário é soberano, onde acontece a discussão final”, explicou Melo ao se referir as votações de todas as matérias e indicações que tramitam na Casa.

Sônia Lúcia Nunes

 

Deixe uma resposta