Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Esporte | Jogos Intercampi: provas de atletismo revelam talentos na Vila Olímpica

Jogos Intercampi: provas de atletismo revelam talentos na Vila Olímpica

As provas de atletismo realizadas na manhã deste sábado, 1º, na Vila Olímpica Roberto Marinho, revelaram talentos e apresentaram resultados positivos dos treinamentos intensivos da fase preparatória para os Jogos Intercampi 2017 do Instituto Federal de Roraima (IFRR).

A professora de Educação Física do Campus Novo Paraíso (CNP), Anna Silva, diz que a preparação depende, em grande parte, da vontade dos alunos não só competir, mas em participar. “Nós professores e técnicos damos apenas o apoio, o incentivo, e os resultados dependem do esforço de cada um, pois não dispomos ainda de uma estrutura adequada para os treinos da modalidade, como a caixa de areia para os saltos em distância e gaiola para as provas de arremesso de peso e disco, então precisamos adaptar os espaços”, relatou a professora acrescentando que, mesmo com as limitações, as participações nos eventos esportivos são fundamentais para o aprimoramento dos atletas. “Eles se sentem valorizados, rendem não só no esporte, mas também nos estudos”, acrescentou.

Peso e disco

A professora Anna é a responsável pela preparação da Kercia Sabino de Macedo, aluna do curso Técnico em Agroindústria, que disputou as provas de arremesso de peso e lançamento de disco. Na primeira, Kercia conquistou o 1.° lugar e, na segunda, ficou na 2.ª colocação. “Me dediquei bastante aos treinamentos, focando nas técnicas para melhorar meu nível de rendimento. No ano passado, também venci essas provas, mas na etapa regional dos Jogos dos Institutos Federais não obtive êxito, ficando em 4.° lugar no arremesso de peso e 5.° lugar no lançamento de disco. Agora consegui baixar minha marca em cerca de 1 metro nas duas provas”, relatou Kercia.

A atleta faz questão de ressaltar a importância dos jogos para a integração entre os campi. “Os jogos favorecem a socialização e, com as competições, nos dedicamos para alcançarmos resultados positivos”, finalizou.

A prática de esporte é comum na família de Kercia, pois a irmã Camilla Sabino de Macedo é medalhista de ouro no tênis de mesa, na disputa individual e em dupla, dos Jogos dos Institutos Federais (JIFs) de 2016. Camilla agora é acadêmica do curso de Licenciatura em Educação Física do Campus Boa Vista (CBV).

Marcelo Vinícius Guivares Fonseca, aluno do curso Técnico em Agropecuária, do CNP, competiu sozinho na prova masculina do arremesso de peso e lançamento de disco e diz que a falta de competitividade em algumas provas, principalmente nas individuais é um fator que acaba desmotivando os atletas. “Nos preparamos bastante e quando chegamos à competição e disputamos apenas para registrar o tempo ou a marca é desmotivador. Penso que deve haver um maior incentivo por parte dos professores para que mais alunos passem a treinar e elevem a modalidade nos campi, assim teremos mais competitividade”, disse Marcelo.

Provas de meio-fundo – Na prova de 1.500 metros, masculino e feminino, os atletas do CBV, Guilherme Marques Braga dos Santos e Patrícia Kethelem Rodrigues de Melo, ambos do CBV, foram os únicos competidores da prova e concluíram com o tempo de 7 minutos 8 segundos e 31 centésimos e 7 minutos 8 segundos e 59 centésimos, respectivamente. Para Patrícia, que em 2016 foi medalha de ouro nessa mesma prova, neste ano, participar de duas modalidades dificultou a preparação para a competição. “Esse ano foi mais difícil, pois tive que dividir meu tempo entre os treinamentos de atletismo e handebol, mas mesmo assim consegui melhorar meu tempo em cerca de um minuto”, destacou. A atleta participou ainda da prova de 800 metros e conquistou o 1.° lugar com o tempo 3 minutos e 38 segundos.

Já para Guilherme, a participação dos Jogos Intercampi é novidade, pois é seu primeiro ano no IFRR. “É meu primeiro ano nos jogos e por isso não tive como me preparar, especificamente, para a competição. Mas já participo de um grupo de corrida de outra instituição, então já tenho algum preparo físico. A partir de agora pretendo me preparar para os próximos jogos, pois apesar do nervosismo antes das provas, é empolgante competir pelo nosso campus”, frisou Guilherme.

Provas rasas

Outro atleta que teve destaque no atletismo foi Matheus Pessim Vargas, aluno do curso Técnico em Agroindústria, que conquistou o 1.° lugar na prova de 100 metros e também competiu nas provas de revezamento 4 X 100 metros e 4 x 400 metros.

Matheus mora a 92 Km do CNP e diz que a rotina intensa vivida para ir a escola todos os dias dificulta a dedicação aos treinamentos. “Apesar de todo o desgaste que passamos diariamente, tendo que treinar, muitas vezes, no intervalo do almoço, alcançar a vitória é muito gratificante”, comemorou.

Virginia Albuquerque

Deixe uma resposta