Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Internos da PAMC e da Cadeia Feminina iniciam ano letivo 2014. 2

Internos da PAMC e da Cadeia Feminina iniciam ano letivo 2014. 2

Cerca de 350 reeducandos (as) da Penitenciária Agrícola e da Cadeia Feminina do Monte Cristo participaram na manhã desta sexta-feira, 1º, da aula inaugural referente ao ano letivo de 2014.2. 

Segundo o Secretário da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (SEJUC/ RR), Natanael Nascimento, o Estado tem o dever de oferecer uma educação de qualidade a todos os cidadãos. “Se essas pessoas que aqui estão (reeducandos) cometeram delitos, estão pagando por seus erros. Nosso objetivo é que saiam daqui capacitadas e que esse período de reabilitação seja produtivo. É importante que ofereçamos uma perspectiva de vida melhor para esses indivíduos, que atualmente encontram-se excluídos da sociedade, por conta do delito cometido”, disse. 

As aulas serão ministradas por professores do quadro efetivo da Secretaria Estadual de Educação, sob a coordenação da direção da escola, em parceria com servidores da Sejuc.

De acordo com Nascimento, no próximo ano o Governo do Estado dará início a construção de uma nova unidade escolar dentro da PAMC, inclusive já contemplada no Plano Estadual de Educação, com capacidade para 12 salas de aula, que beneficiará cerca de 700 reeducandos por ano.

“Temos uma unidade escolar própria dentro da PAMC, que foi uma grande conquista para o sistema. Mas, como temos um crescimento percentual de 40% de reeducandos por ano precisamos nos adequar para melhor atendê-los, pois sabemos da importância da educação, do conhecimento, para a vida dessas pessoas” ressaltou.

A  Escola Estadual Professora Crisotelma Francisca de Brito Gomes funciona dentro da PAMC e possui 04 salas de aula equipadas, com capacidade para 30 alunos em cada sala, com turmas pela manhã e tarde, nas séries de alfabetização e ensino médio. Estão matriculados 275 reeducandos da PAMC e 29 internas da Cadeia Pública Feminina, neste segundo ano letivo de 2014.

O Sistema oferta aos alunos internos a oportunidade de estudo desde a alfabetização à universidade e atualmente 10 internos fazem cursinho pré-vestibular e 16 estão cursando nível superior.

Importante salientar que os reeducandos do regime aberto também ganham remição de pena por meio do estudo e no momento, 13 estão cursando nível superior, sendo que destes, 08 em universidade pública. Por meio do ProUni/ ENEM, 01 reeducando está estudando na UNIP e 04 na UNOPAR. Em universidades privadas, por meio de vestibular regular,  02 estão na ATUAL/ ESTÁCIO, 03 na UNIP e 02 na UNOPAR e ainda um interno está estudando via ENEM/ FIES na ATUAL/ ESTÁCIO.

Nascimento salienta que ainda este ano será inaugurada uma biblioteca nas dependências da PAMC, onde os internos poderão ser beneficiados também com a remição da pena por meio da leitura.

“A remição de pena por meio da leitura é mais uma ferramenta para o resgate da autoestima e da cidadania dessas pessoas, que podem trocar momentos ociosos por estudo e remir, a cada 12h de leitura, um dia da pena total. Sabemos que a leitura proporciona a construção de pensamentos que vislumbram uma melhor percepção da vida e ainda uma melhor convivência com a sociedade. Esse é mais um fator que irá contribuir para prepará-los melhor, quando do retorno deles à sociedade” disse o secretário.

Durante a solenidade da aula inaugural, no pátio interno da PAMC, ao lado da Escola Estadual Professora Crisotelma Francisca de Brito Gomes, foram entregues também os certificados dos Cursos ofertados pelo SENAI/PRONATEC na área de informática a 12 reeducandos da PAMC.

 

Deixe uma resposta