Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Inaugurado Centro de Qualidade de Vida dos profissionais de segurança

Inaugurado Centro de Qualidade de Vida dos profissionais de segurança

Centro fica na Academia de Polícia Integgrada - Foto: Antonio DinizO Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública, inaugurou nesta quinta-feira, 29, o Centro de Qualidade de Vida (CQV), que vai atender aos profissionais de segurança com serviços de saúde e biopsicossocial. A unidade está instalada na Academia de Polícia Integrada Coronel Márcio Santiago (Apics).

Instituído por meio do Decreto N. 16.222-E de outubro de 2013, o Centro vai atender servidores da Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Detran, Smtran e Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), com atendimentos em saúde, psicológico, orientação nutricional, ginástica laboral, fisioterapia e orientação financeira.

Com isso, será reduzido o nível de estresse dos profissionais, dando mais qualidade de vida a eles e a seus familiares, conforme apresentou o secretário da Segurança Pública, coronel Amadeu Soares, que representou o governador Chico Rodrigues na solenidade.

“O governador Chico Rodrigues teve uma grande sensibilidade em amparar e dar guarida a esses homens e mulheres. A sociedade nos cobra ações mais eficientes, em que não é dado o direito de errar. Para isso é que deve ocorrer investimento na figura do profissional, que é quem faz o sistema de segurança funcionar”.

Em 2008, Roraima esteve entre os oito estados brasileiros escolhidos pelo Ministério da Justiça para a implantação dos Núcleos de Gerenciamento de Estresse. Inicialmente, foi feito um diagnóstico a fim de identificar os níveis de estresse presente entre os profissionais. Com isso, verificou-se as condições de trabalho destes e posterior elaboração de uma política com foco na melhoria da qualidade de vida.

Para o sargento PM Elton Nascimento, a instituição do Centro vem para atender as grandes dificuldades encontradas principalmente naqueles que estão na linha de frente do combate à criminalidade. Em seu discurso, o militar demonstrou satisfação por conta do cuidado que agora lhes será dado.

“Passamos por muitas situações difíceis. Já presenciamos mortes, tentativas de suicídios, violência de todo tipo. E mesmo com o nosso papel de representar o Estado naqueles momentos, nosso psicológico sempre fica abalado. Por isso este Centro vai nos fazer despejar todas as coisas ruins que ficam gravadas em nossa mente”.

Cada uma das instituições de Segurança terá seu núcleo de saúde e atendimento biopsicossocial, onde inicialmente serão atendidos os servidores e, conforme haja necessidade, estes serão direcionados a uma ação maior no Centro de Qualidade de Vida.


 

Deixe uma resposta