Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Interior | IFRR celebra Acordo de Cooperação com Prefeitura de Bonfim

IFRR celebra Acordo de Cooperação com Prefeitura de Bonfim

Ademar de Araújo Filho com a prefeita Lisete Spies e Arnóbio Gustavo de Magalhães - Foto: Nenzinho Soares

Ademar de Araújo Filho com a prefeita Lisete Spies e Arnóbio Gustavo de Magalhães – Foto: Nenzinho Soares

Na última sexta-feira, 3, o reitor do Instituto Federal de Roraima (IFRR), prof. Ademar de Araújo Filho, percorreu 126 km pela BR-401 para realizar a assinatura do Acordo de Cooperação entre o IFRR e a Prefeitura do Bonfim. O documento estabelece os critérios de cooperação técnica, administrativa, científica, tecnológica e pedagógica entre as duas entidades.O reitor foi recebido pela prefeita, Lisete Spies, e pelo diretor-geral do Câmpus Avançado do Bonfim do IFRR, prof. Arnóbio Gustavo de Magalhães. Na ocasião, as autoridades discutiram como o acordo poderá funcionar na prática, a exemplo da captação de recursos e do desenvolvimento de vários programas do governo federal, bem como avaliaram outros benefícios que o documento trará ao instituto e à prefeitura.

Para a prefeita Lisete Spies, o Acordo de Cooperação “visa melhorar a qualidade de todo o sistema educacional do munícipio por meio de pesquisa e tecnologia, bem como fortalecer a preparação e a inserção dos munícipes no mercado de trabalho. Com isso, ganha toda a comunidade, até mesmo de outros municípios, como Normandia, Cantá e Boa Vista, e também o nosso país vizinho, a Guiana Inglesa”.

O reitor do IFRR destacou a relevância do documento para a educação do estado e para o fortalecimento das relações com os países fronteiriços. “Com a assinatura do acordo, estamos autorizados oficialmente a continuar as nossas ações de formação neste município. Para a Rede Federal, o aspecto mais importante do documento é a confirmação da presença, no extremo norte do País, de uma de suas unidades, atendendo a sua função social e integrando o povo brasileiro com os demais países que estão na fronteira”, disse Ademar Filho.

Anderson Caldas

 

Deixe uma resposta