Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Hospital Coronel Mota reforça datas de consultas por SMS aos pacientes

Hospital Coronel Mota reforça datas de consultas por SMS aos pacientes

O serviço proporciona maior comodidade ao paciente com consultas marcadas - Foto: Ascom/SesauO Hospital Coronel Mota (HCM) pretende dinamizar o atendimento aos pacientes com consultas já agendadas na unidade e diminuir o número de faltosos às consultas marcadas. Para alcançar essa meta, a direção da unidade firmou, na última sexta-feira, 13, parceria com a Coordenação da Atenção Básica, de Boa Vista. Com a ação conjunta, o HCM reforçará o serviço de mensagem, via celular, ao paciente, informando sobre o horário, local e o nome do médico, um dia antes da consulta marcada, conforme o mapa de agendamentos da unidade.

De acordo com a diretora do HCM, Erineuda Teixeira, a medida faz parte de um projeto idealizado para ajudar a diminuir o número de faltosos às consultas. “Enfrentamos atualmente um problema sério de pacientes que não comparecem às consultas marcadas, o que soma uma evasão de 20% a 30%. E esta ausência prejudica as pessoas que precisam dos serviços, e que são obrigadas a esperar por uma vaga. Por isso pensamos nessa ferramenta, que vai servir como uma estratégia, na tentativa de resolver esse problema”, esclareceu.

Para reforçar o serviço o HCM contará, a partir de agora, com a parceria da Rede de Atenção Básica, que ajudará no envio das mensagens para aqueles que não possuem aparelho telefônico. A parceria foi efetivada nesta sexta-feira (13), durante uma reunião com coordenadores da rede de Atenção Básica, que atuam em Boa Vista. “Quando o paciente for marcar uma consulta, durante o acolhimento será identificado se ele possui ou não celular. Se não possuir, a atendente na recepção identificará o agente comunitário no endereço informado pelo paciente e aí será registrado o profissional que receberá a mensagem e repassará ao usuário” complementou.

Os médicos que atuam na Rede de Atenção Básica, também participaram da reunião. “Fizemos esse primeiro encontro para esclarecer sobre o serviço de referência e contrarreferência, pois precisamos afinar as formas de prestação dos serviços e esclarecer os critérios para o encaminhamento aos serviços especializados, seguindo o protocolo da Atenção Básica”, disse.

O sistema de mensagens atende aos pacientes do Estado. No entanto a direção pretende buscar parceiras com agentes de saúde de outros municípios“Pretendemos ainda em agosto, levar essa ideia para os municípios, pois atendemos também muitos pacientes do interior do estado, e alguns destes faltam às consultas, ou seja, é preciso encontrar uma forma de chegar a todos, e com isso garantir o acesso ao maior número de pessoas que precisam dos serviços desta unidade e evitar gastos desnecessários”, finalizou.

 

 

 

Deixe uma resposta