Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Hospital Coronel Mota recebe rouparia hospitalar

Hospital Coronel Mota recebe rouparia hospitalar

Dando continuidade ao processo de abastecimento de rouparia hospitalar iniciado no início deste mês, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) entregou na manhã de hoje, 24, ao Hospital Coronel Mota (HCM), 260 peças de roupas hospitalares. O material faz parte da aquisição de rouparia para atender a todas as unidades de saúde da capital e interior, com investimento na ordem de R$ 1,499 milhão.

Entre os materiais disponibilizados às unidades estão batas para pacientes, fronhas, conjuntos de pijamas cirúrgicos, lençóis para macas, lençóis com elásticos e lençóis sem elástico.

De acordo com o coordenador-geral da Atenção Especializada, Moysés de Oliveira, também foram contemplados com este processo, o Hospital Geral de Roraima (HGR), com um volume de 15.120 unidades de rouparia e o Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazareth (HMINSN) com 13.620, repassados conforme demanda.

As demais unidades da capital, como Policlínica Cosme e Silva (PCS), e Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) devem receber nas próximas semanas. “As unidades do interior receberão todo o material em uma única entrega, na primeira quinzena de agosto”, informou o coordenador.

O HGR e HMI receberão mais de 85% dos materiais destinados à capital. O coordenador esclarece que por serem as maiores unidades hospitalares em estrutura física e demanda por atendimentos de Roraima, é que o HMI e o HGR receberão maior quantidade das rouparias. Oliveira lembra também que as peças entregues suprirão as unidades hospitalares pelo período de um ano.

O secretário de Saúde em exercício, Alysson Lins, lembrou que essa é uma das medidas adotadas para melhorar e humanizar, cada vez mais, o atendimento prestado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “Estamos trabalhando arduamente, para atender o Plano de Recuperação Emergencial da saúde e, com isso, trabalhar em ações que gerem resultados em longo prazo”, disse.

 

 

 

Deixe uma resposta