Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | HMI: em um ano, quase dois mil atendimentos odontológicos

HMI: em um ano, quase dois mil atendimentos odontológicos

A meta é atender 80% das gestantes de alto risco internadas na Ala dos Girassóis - Foto: Ascom/SesauO consultório odontológico do Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazareth (HMINSN) completou um ano com 1.919 atendimentos. Os serviços são destinados apenas às gestantes de alto risco que passam pela Ala dos Girassóis e aos servidores da unidade.

As ações fazem parte do Projeto Cuidando do Cuidador. Somente este ano, foram mais de 4.963 procedimentos realizados pelos três cirurgiões-dentistas, que atendem de segunda a sexta-feira, em horário comercial, mais de 50 leitos do setor de Alto Risco, além dos servidores da unidade.

Alguns dos procedimentos ofertados vão desde preventivos, como limpeza aplicação de flúor, escovação supervisionada, ou seja, quando o dentista ensina a forma correta de escovação à restauração, raspagem gengival, extração, tratamento de urgência e pequenas cirurgias. O trabalho dos profissionais estende também a ação coletiva de educação em saúde.

Inaugurado em maio do ano passado, a proposta surgiu na perspectiva de conscientizar ainda mais as mulheres, que mesmo estando grávidas é de suma importância cuidar da saúde da boca, pois elimina várias situações, um delas, parto prematuro.

Após a primeira consulta, que normalmente é para diagnóstico, logo é feita a limpeza de gengiva e aplicação de flúor, e conforme a necessidade, outros serviços. “À medida que a paciente vai ficando à espera do nascimento do filho, os serviços bucais vão complementando para a gestante”, disse a coordenadora do serviço de Saúde Bucal do HMI, Marcela Monteiro.

A coordenadora frisou que os atendimentos são somente para às internadas da unidade. “As gestantes externas podem procurar o atendimento em qualquer um dos postos de saúde. Quanto aos atendimentos de emergência, as gestantes podem procurar o Pronto Socorro”, orientou.

Na oportunidade, Marcela ressaltou que as mulheres precisam ter um cuidado redobrado com a higiene bucal, pois inflamação aumenta as contrações uterinas. A meta é diminuir os fatores de risco para partos prematuros, algo comprovado que seja uma cárie ou infecção bucal pode desencadear a um parto fora do tempo. “A intenção é atender 80% das gestantes de alto risco internadas na Ala dos Girassóis”, comentou Marcela. 

 

 

 

Deixe uma resposta