Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Hemocentro segue com Campanha e convoca novos doadores

Hemocentro segue com Campanha e convoca novos doadores

Dos fatores negativos, o tipo “O” é a maior preocupação, pois o estoque está zerado - Foto: Ascom/SesauCom aproximação da Copa do Mundo e as festas juninas, o Hemocentro lançou a Campanha “Sangue Campeão Roraima” no último sábado, 31, nas redes sociais. A iniciativa é antecipar as possíveis demandas que poderão surgir no período festivo, deixando o banco de sangue com capacidade para atender torcedores e foliões que excedem no trânsito da capital ou em outras situações críticas.

O clima de verde e amarelo na unidade começa, de fato, a partir do dia 09, quando os profissionais irão personificar os corredores e salas nas cores do Brasil. A Campanha será encerrada dia 14, no Dia Internacional do Doador de Sangue. Nos seis dias de atividades está sendo organizada um atendimento diferenciado aos doadores de sangue.

Segundo a diretora-geral do Hemocentro, Regina Rebouças, a unidade tem reforçado, a cada dia, as parcerias com entidades públicas e particulares, como forma de manter o estoque sempre regular. “Estamos com limite de segurança, beirando ao estoque de risco. Além de existir a organização dos serviços de hemocentros do país, onde um tem que ajudar no abastecimento do outro”, explicou.

Quatro instituições confirmaram apoio durante a Campanha. Nesta quarta-feira, 04, dezenas de servidores do Instituto Federal de Roraima (IFRR) serão solidários com o Hemocentro, doando sangue para atender pacientes que necessitam de cirurgias. No dia 10 de junho, será o momento dos estudantes do curso de Agronomia, da Universidade Federal de Roraima(UFRR) doarem sangue. Já no dia 14, será a vez da Associação de Capoeira Golpes Gaditas encerrará a Campanha no Dia Internacional.

Ainda este mês está programada a doação por servidores da Escola Municipal de Administração Pública, da Prefeitura de Boa Vista. “Parcerias firmadas que ajudam a manter o estoque regularizado, complementando o trabalho feito pelos doadores cadastrados e novos doadores”, comentou Regina.

RH Negativo

O setor de captação do Hemocentro está convocando, principalmente, doadores de sangue de Rh negativo com urgência para reposição do estoque. O estoque ficou crítico para atender as emergências e urgências do Hospital Geral de Roraima (HGR). Já os fatores positivos estão normalizados.

Segundo a diretora de Captação do Hemocentro, Terezinha de Jesus Khan, dos fatores negativos, o tipo “O” é a maior preocupação. Como o “O” negativo é doador universal, ou seja, doa para qualquer tipo sanguíneo, ele foi o primeiro a ser zerado do estoque. A preocupação é que apesar desta vantagem, o “O” Negativo só recebe dele mesmo. “Se alguém precisar passar por cirurgia e tiver esta tipagem, o Hemocentro não poderá atender”, alertou a diretora.

Conforme Terezinha de Jesus Khan existem 164 bolsas de sangue na unidade que aguardam o resultado da sorologia, ou seja, o aval que certifica que o sangue está adequado para doação. Terezinha explica que diariamente o Hemocentro recebe doadores, no entanto nos últimos dias as doações têm sido feitas de forma nominal. A doação nominal é aquela em que uma pessoa realiza a doação em nome de um paciente específico, que normalmente tem uma cirurgia agendada.

O setor de captação já está convocando por telefone os doadores de sangue de Rh negativo, conforme o período de doação. A coleta funciona de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 12h, e das 13h30 às 18h, mas a unidade fica aberta no intervalo de meio dia para fazer a entrega de exames de sorologias (após 30 dias da doação) e de declarações. No sábado, a unidade abre no horário de 7h às 13 horas. O Hemoraima fica na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, depois do HGR.

Para os doadores regulares, é preciso observar os intervalos das doações. A diretora explicou que no caso do homem, o período mínimo é de 61 dias, e da mulher, 91 dias.

Requisitos

Doar sangue é seguro, por isso qualquer pessoa em boas condições de saúde, apresentando documento oficial com foto, entre 16 até 17 incompletos (acompanhados dos pais ou responsáveis legais) e para quem já é doador, até 69 anos.

A pessoa precisa ter mais de 50 kg e não deve estar em jejum, mas é preciso evitar a ingestão de alimentos gordurosos até 2h antes da doação. Pessoas com febre, gripe ou resfriado não podem doar temporariamente, assim como grávidas e mulheres no pós-parto.

Nas duas horas que antecedem ao procedimento, o candidato à doação preenche um cadastro, e em seguida é avaliado clinicamente. Se não houver nenhum obstáculo clínico, a coleta é realizada logo em seguida. Outras informações no (95) 2121-0883.

 

 

 

Deixe uma resposta