Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Hanseníase: Sesau realiza qualificação para auxiliar o combate à doença no Interior

Hanseníase: Sesau realiza qualificação para auxiliar o combate à doença no Interior

O objetivo é diminuir a demanda de atendimentos na Clínica Coronel Mota que recebe pacientes dos municípios – Fotos: Secom RR

Para que haja um diagnóstico eficaz contra hanseníase no interior do Estado, a Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) está realizando uma qualificação para 70 profissionais da saúde sobre manejo clínico e prevenção de incapacidades.

Com duração de três dias, o encerramento do curso será nesta quarta-feira, 19, na CGVS (Coordenação Geral de Vigilância em Saúde). Fisioterapeutas, enfermeiros e médicos da Atenção Básica dos 15 municípios de Roraima participam da capacitação.

“O curso foi muito interessante porque dessa vez tivemos aulas práticas com a demonstração de um paciente, o que facilita o aprendizado”, relatou a coordenadora do Núcleo de Combate a Tuberculose e Hanseníase do município de Bonfim, Rosa Mercedes.

O médico e presidente da Sociedade Brasileira de Hansenologia, Marco Andrey, demonstrou como é feito o procedimento clínico num paciente com suspeita de hanseníase.

“Os profissionais estão tendo a oportunidade de tirar dúvidas de como realizar um diagnóstico, o que será decisivo no tratamento do paciente na Atenção Básica. Tudo isso para identificar a doença antes de entrar na fase de incapacidade quando não há mais cura”, explicou o presidente.

A gerente do Núcleo de Controle da Hanseníase, Márcia Silva de Souza, explicou que com a capacitação vai diminuir a grande demanda de atendimentos na CECM (Clínica Especializada Coronel Mota) que recebe pacientes de todos os municípios. “Isso por conta da insegurança dos profissionais na Atenção Básica, que não realizavam o diagnóstico, apenas encaminhavam os pacientes com suspeita de hanseníase para a Clínica Especializada Coronel Mota que realizava todo o atendimento”, relatou a gerente.

Além da capacitação, o Núcleo realizou a Campanha Doenças em Eliminação, para combater a hanseníase, geo-helmintíase (verminoses), que foi realizada nas escolas públicas de Roraima com crianças de 5 a 14 anos, resultando na detecção de 11 pacientes nessa faixa etária que já estão recebendo todo o atendimento nas unidades de saúde.

Hanseníase

Em 2015 foram detectados 119 casos de hanseníase em Roraima. Em 2016 foram 113 casos e no primeiro trimestre de 2017 foram confirmados 41 totalizando 273. O quantitativo é considerado preocupante, no entanto demonstra que a população tem procurado ajuda nas unidades de saúde.

A hanseníase é uma doença infecciosa causada por uma bactéria chamada Mycobacterium leprae, que acomete primeiro a pele e os nervos periféricos, e pode atingir também os olhos e os tecidos do interior do nariz. O primeiro e principal sintoma é o aparecimento de manchas de cor parda, ou enrijecidas, que são pouco visíveis e com limites imprecisos.

 

Deixe uma resposta