Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Variedades | Encontro debate ações para promover o turismo comunitário

Encontro debate ações para promover o turismo comunitário

Superintendente de Turismo falou sobre fortalecimento do setor em Boa Vista – Fotos: Andrezza Mariot

Representantes do setor turístico da Região Norte participam durante esta semana do 6º Encontro de Turismo Comunitário da Amazônia: Protagonismo das populações tradicionais e povos indígenas. O objetivo é discutir sobre as atividades turísticas desenvolvidas em toda a região. Os debates ocorrem na Universidade Federal de Roraima (UFRR), no prédio do Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais (Pronat), no campus Paricarana, até domingo, 26.

A superintendente de turismo da Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura, (Fetec), Alda Amorim, participou na tarde desta sexta-feira, 24, da mesa redonda sobre políticas públicas e turismo comunitário, destacando o turismo como importante atividade econômica e de transformação social para Boa Vista. Ela também apresentou as ações da gestão municipal para o desenvolvimento do setor na capital.

“Estes encontros dão a oportunidade de apresentarmos toda a infraestrutura e organização dos projetos atuais e futuros do turismo sustentável em nossa capital, buscando a melhoria não só dos moradores de Boa Vista, mas também dos turistas que por aqui passam. Trabalhar com o turismo é um privilégio”, destacou.

De acordo com a superintendente, está sendo elaborado um plano principal de turismo, garantindo que os trabalhos realizados nas comunidades, inclusive indígenas, tenham infraestrutura adequada e que as ações ocorram de forma planejada.

“Somos a única capital brasileira localizada acima da Linha do Equador, porta de entrada para importantes destinos turísticos na Amazônia. Investimos na infraestrutura, pois temos consciência de que vivemos em uma localização privilegiada. Ao mesmo tempo que estamos longe de grandes centros do país, também estamos na fronteira entre dois países e com o riquíssimo estado do Amazonas”, ressaltou.

A Fetec, por meio da Superintendência de Turismo de Boa Vista, tem focado seus esforços em ações estruturantes para a construção de mecanismos e políticas de suporte às atividades do setor turístico de Boa Vista e do seu entorno, que acaba contemplado todo o estado de Roraima.

As ações reforçam o compromisso da Prefeitura de Boa Vista com a ampliação de um dos setores mais importantes para a economia. Ao investir na infraestrutura, o poder público possibilita que empresas e comunidades possam desenvolver projetos na área de turismo, explorando de forma sustentável todo o potencial do setor, gerando renda e desenvolvimento.

O Encontro de Turismo Comunitário da Amazônia já passou por outras cidades do Norte do país e ocorre pela primeira vez em Boa Vista. Tem por objetivo criar um espaço de discussão e debate sobre as atividades turísticas desenvolvidas por populações tradicionais e indígenas em toda a região norte, contribuindo com as políticas públicas voltadas ao turismo comunitário e ao desenvolvimento econômico e social de toda a região.

Prefeitura investe na infraestrutura da cidade e das comunidades para fortalecer o setor turístico

A Prefeitura tem reforçado o investimento em infraestrutura da cidade, desenvolvendo projetos com a finalidade de melhorar a capital para o morador e ampliar as possibilidades para o visitante, tanto na área urbana como na zona rural do município.

Atualmente, a prefeitura executa o projeto de Mobilidade Urbana de Boa Vista, um trabalho de reestruturação que contribui para o desenvolvimento da cidade de forma segura, eficiente e planejada. O projeto inclui a ampliação de terminais de ônibus, construção de abrigos climatizados e construção de ciclovias, como forma de melhorar a locomoção dos moradores e dos turistas.

A parceria com o Ministério do Turismo proporciona a melhoria de espaços públicos, por meio de revitalização e construção de praças e parques. Boa Vista conta com 54 espaços públicos destinados ao lazer, seguros e acessíveis ao morador e ao visitante.

Os investimentos também se estendem à zona rural do município e comunidades indígenas. A comunidade Darora, localizada na Terra Indígena São Marcos, foi a primeira região da capital a receber energia pública por meio de painéis solares, uma energia limpa e renovável.

A iniciativa da Prefeitura de Boa Vista beneficiará diretamente cerca de 50 famílias que antes dependiam de geradores, garantindo infraestrutura necessária para o desenvolvimento da região e proporcionando aos povos tradicionais a possibilidade explorar o setor turístico de forma sustentável. A ideia é levar o projeto para outras comunidades.

A valorização das tradições dos povos indígenas e o investimento na infraestrutura das comunidades é uma preocupação da Prefeitura de Boa Vista, que atua para fortalecer essas localidades. As ações incluem ainda, cuidados com a rede municipal de saúde, educação, infraestrutura locais. Também a valorização da culinária e do artesanato indígena em eventos nacionais e internacionais, entre outros investimentos com foco na sustentabilidade.

 

Deixe uma resposta