Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Encontro com prefeitos: Suely Campos anuncia repasse de R$ 670 mil por mês aos municípios

Encontro com prefeitos: Suely Campos anuncia repasse de R$ 670 mil por mês aos municípios

Parceria foi firmada durante encontro da governadora Suely Campos com prefeitos e secretários estaduais, realizado nesta terça-feira, no Palácio Senador Hélio Campos - Foto: Fernando Oliveira

Parceria foi firmada durante encontro da governadora Suely Campos com prefeitos e secretários estaduais, realizado nesta terça-feira, no Palácio Senador Hélio Campos – Foto: Fernando Oliveira

Visando melhorar a vida dos moradores do Interior do estado, a governadora Suely Campos acertou com os prefeitos dos municípios que irá repassar mensalmente R$ 670 mil para que cada prefeitura execute os serviços mais urgentes em prol da população. O acordo foi feito durante o 2º Encontro com os Prefeitos do Estado de Roraima, realizado na tarde desta terça-feira, dia 17, no Palácio Senador Hélio Campos.

O encontro, que durou seis horas, contou com a participação de todos os prefeitos do Interior, exceto o de Caroebe, além de 13 secretários estaduais e assessores. Os valores dos repasses por prefeitura variam de acordo com a quantidade de habitantes dos 14 municípios: Caracaraí, Rorainópolis, Mucajaí e Alto Alegre receberão a quantia de R$ 60 mil por mês; Bonfim, Cantá e Pacaraima receberão R$ 50 mil, e Amajari, Caroebe, Iracema, Normandia, São João da Baliza, São Luís do Anauá e Uiramutã receberão o valor mensal de R$ 40 mil cada.

Para firmar o convênio, as prefeituras deverão apresentar junto à Seplan (Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento) um Plano de Trabalho Anual que deverá constar em que ações o recurso será aplicado, de modo que cada prefeito decidirá as prioridades de sua região. Outra exigência é que as prefeituras estejam adimplentes junto à Receita Estadual.

A governadora Suely Campos destacou que a parceria irá solucionar questões como iluminação pública, recapeamento de ruas, limpeza urbana e manutenção de vicinais. “Nossa ajuda será para que os serviços cheguem até os moradores do Interior. As prefeituras têm patrulhas mecanizadas, mas não têm recursos para o combustível. Nessa parceria que fizemos, o Estado irá fornecer condições para que os prefeitos resolvam os problemas que mais afligem seus municípios”, afirmou.

De acordo com o secretário estadual de Fazenda, Kardec Jackson, o repasse seguirá todas as etapas legais. “Vamos cumprir o que manda a lei e acompanhar a utilização desses recursos”, frisou.

O presidente da Associação dos Prefeitos do Interior, Moacir Mota, afirmou que essa parceria será de extrema importância para Roraima. “Os laços se estreitaram e esse é um novo caminho para a realização de ações dentro dos municípios. Os convênios serão muito importantes para o desenvolvimento de vários setores”, comemorou.

Secretários apresentam ações realizadas no Interior

O recurso será distribuído para os 14 municípios do Interior, considerando o número de habitantes

O recurso será distribuído para os 14 municípios do Interior, considerando o número de habitantes

Durante o encontro foram apresentadas as ações que o Governo tem desenvolvido no Interior do estado desde o início do ano nas áreas de Infraestrutura, Saúde, Educação e Produção, além de estratégias de prevenção e combate aos efeitos da estiagem.

O secretário estadual de Infraestrutura, Flamarion Portela, explicou que mesmo com poucos recursos, estão sendo recuperadas mais de 70 pontes. “Além disso, estamos trabalhando para desenvolver o setor energético de Roraima, para que possamos ter estabilidade nesse sentido. O Governo tem compromisso com a produção e estamos trabalhando para dar melhor condições para os produtores escoarem suas mercadorias”, frisou.

Sobre o setor produtivo, a Seapa (Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) apresentou as ações desenvolvidas para o fortalecimento da produção em Roraima, como a Casa do Produtor Rural, a distribuição de calcário, o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), que foi retomado e irá atender a 837 pequenos produtores do interior. Além do apoio à agricultura familiar, por meio de convênios para a aquisição de produtos para a merenda escolar, a retomada do Projeto Passarão, e também o desenvolvimento da mandiocultura, piscicultura, fruticultura e beneficiamento de grãos.

Na Saúde, foram apresentadas as atividades que buscam a descentralização dos serviços prestados pelo setor. Entre elas está a estruturação do Hospital Ottomar de Souza Pinto, em Rorainópolis, que hoje atende a 11 especialidades. A implantação de Casas de Partos em todos os municípios e o programa Visão para o Povo, que leva oftalmologistas aos moradores do interior, além da Caravana Saúde do Povo, responsável por levar especialidades médicas a cada semana para uma região diferente do Estado.

O secretário-adjunto da Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), Paulo Linhares, anunciou a contratação de novas ambulâncias para o Interior. “Cada município irá receber uma ambulância que dará suporte no socorro e remoção de pacientes do interior”, destacou.

A Defesa Civil apresentou durante o encontro, as ações de combate à estiagem que estão sendo realizadas para diminuir os impactos da seca no Estado. Somente em 2015 foram distribuídos pelo Corpo de Bombeiros mais de 1 milhão de litros de água potável para comunidades do interior. Além disso, foram abertas duas mil cacimbas, e a instalação de bases nos municípios para o combate a incêndio, com a capacitação de brigadistas da própria região.

O Secretário Executivo da Defesa Civil, Cleudiomar Ferreira, explicou que a instalação de bases é fundamental para que os focos de incêndio não tomem grandes proporções. “Buscamos nos municípios, produtores que possuam o perfil para atuar como brigadistas, e realizamos a capacitação e a certificação para que possam nos auxiliar nesse trabalho”, afirmou.

Ainda durante o encontro foi discutida a necessidade da criação de um calendário de eventos culturais do estado, para que os municípios possam receber apoio do Governo na realização de atividades culturais, e no aumento do turismo e geração de renda.

Dina Vieira

 

 

Deixe uma resposta