Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Variedades | Empresários do setor têxtil participam de palestra no Ipem-RR

Empresários do setor têxtil participam de palestra no Ipem-RR

A ação teve por finalidade prevenir possíveis irregularidades e fraudes na venda e compra dos produtos – Foto: Neto Figueiredo

Na manhã desta quarta-feira, 15, o Ipem-RR (Instituto de Pesos e Medidas de Roraima) promoveu uma palestra de orientação sobre o regulamento de etiquetagem para os empresários do setor têxtil.

O diretor técnico de Qualidade e Metrologia do Ipem-RR, Alfredo Gadelha, ressaltou que as fiscalizações do Instituto visam garantir que o consumidor adquira produtos de qualidade e não causar prejuízo aos empresários, nem apreender mercadoria, ou emitir autuações e multas.

“Estamos realizando um trabalho de sensibilização e repasse de informação, baseado no regulamento do Inmetro [Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia] com objetivo de alertar e evitar que os comerciantes adquiriram e revendam produtos fora das conformidades e que possam causar danos à saúde do consumidor”, explicou Gadelha.

O empresário Antônio Santos aprovou a inciativa, e comentou que a forma didática abordada durante a palestra foi de fácil entendimento. “Sou consciente que por lei, as informações contidas nas etiquetas de roupas, travesseiros, colchões, e produtos têxteis em geral, são obrigatórias e devem estar sempre à vista do consumidor. O conteúdo abordado hoje foi esclarecedor, tirou dúvidas pequenas que nós, quando compramos dos fornecedores, às vezes não nos atentamos”, comentou.

Palestra

O conteúdo da palestra explicou como entender melhor a etiqueta obrigatória, bem como a simbologia relacionada aos modos de conservação dos produtos e a fazer escolhas mais adequadas, preservando a roupa e a saúde.

A presença da etiqueta e a confiança nas informações nela contidas, monitoradas por ações rotineiras de fiscalização, diminuem o risco de fraude. É a garantia do produto, caso precise trocá-lo por defeito ou por apresentar falhas após a lavagem, como encolhimento ou manchas.

“Outro alerta importante é quanto à segurança infantil. É preciso ficar atento a cordões, botões, zíper e até pedrinhas, lantejoulas e outros enfeites, pois apesar de tornar o produto esteticamente mais atraente, podem representar um perigo às crianças, em particular àquelas com até três anos, como riscos de sufocamento e até de morte”, finalizou Gadelha.

Neuzelir Moreira

 

Deixe uma resposta