Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Duas mulheres são presas por tráfico de drogas em ação integrada da Polícia Civil

Duas mulheres são presas por tráfico de drogas em ação integrada da Polícia Civil

Islaene e Ana Paula foram presas em flagrante - Foto: Dedson MachadoUma ação integrada entre as equipes da Polícia Interestadual (Polinter), Divisão de Captura (Dicap) da Seccretaria de Justiça e Cidadania, a Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) e Departamento de Narcóticos (Denarc), resultou na prisão de duas mulheres por sentença condenatória de tráfico de drogas. No momento da ação, os policiais apreenderam base de cocaína em poder de uma delas.

As prisões foram expedidas pela Vara de Crimes de Tráficos de Drogas contra Islaeni Silva dos Santos, 34, e Ianna Paula Pereira de Oliveira, 29.

De acordo com informações do delegado titular da Polinter, Jorge Everton, no momento do cumprimento do mandado de sentença condenatória, foram encontrados na casa da acusada Islaeni Silva dos Santos, no bairro Caranã, 300 gramas de pasta base de cocaína, a quantia de R$826,00 em notas miúdas, balança de precisão e vários aparelhos de telefones celulares. A droga estava espalhada por vários cômodos da casa.

O delegado destaca que todo o material é característico de quem pratica o tráfico de drogas. Neste caso, além de ser cumprido o mandado de prisão contra ela, a  mulher foi também autuada em flagrante por tráfico de drogas.

A segunda prisão foi da cabeleireira Ianna de Oliveira, no bairro Sílvio Botelho. Segundo informações do delegado titular da DRE, Edson Pessoa, a mulher havia sido presa pelo crime de tráfico de entorpecentes anteriormente, após ser abordada por uma equipe do Pelotão de Cavalaria da Polícia Militar. Na época, segundo ele, ela escondia a droga na mochila escolar do filho, que foi apreendida.

“Essas ações são integradas e visam um enfrentamento mais qualificado à criminalidade.Trata-se de uma diretriz da Secretaria de Segurança Pública e da Delegacia Geral de Policia Civil, objetivando o compartilhamento das informações, resultando em  ações mais positivas para o cumprimento dos mandados prisões e nas realizações de prisões em flagrantes”, disse o diretor do Denarc.

As acusadas foram conduzidas à DRE, onde serão ouvidas e posteriormente encaminhadas a Cadeia Pública Feminina. 

 

 

 

Deixe uma resposta