Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | DST/HIV/Aids: Sesau leva informações sobre prevenção a profissionais do sexo

DST/HIV/Aids: Sesau leva informações sobre prevenção a profissionais do sexo

O uso do preservativo é a principal forma de prevenção contra DSTs - Foto: Ascom/SesauProfissionais do sexo receberão da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), informações importantes sobre a prevenção às doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Durante o “1º Puta Dei Roraima”, realizado pela Associação de Profissionais para Pesquisa Educação, Saúde e Assistência Social (Apesar), o Núcleo de Controle Estadual de DST/HIV/Aids vai expor ao público-alvo, que faz parte do grupo de risco para essas doenças, a importância do uso do preservativo e as incentivam a buscarem os insumos nas unidades públicas de saúde. O evento acontece nesta quarta-feira, 4, no Centro de Cidadania Nós Existimos, a partir das 8h30.

Apesar da alta taxa de transmissão da doença no Estado, muitas profissionais do sexo ainda desconhecem as formas de contágio e de prevenção. O vice-presidente da Apesar, Anderson Souza, salientou ainda os atos de violência institucional praticado contra este público, o que acaba inibindo-as de procurar assistência. “Muitas vezes estas profissionais são discriminadas quando procuram os pontos de distribuição de preservativo, o que acaba dificultando o acesso delas à prevenção”, esclareceu.

Além dos serviços de saúde, o I Puta Dei (um trocadilho com a palavra “day”, que significa “dia”, em inglês) também vai oferecer palestras no âmbito judiciário, onde serão abordados os direitos deste público que é alvo de muitos casos de física e institucional. A data, lembrada internacionalmente, remete ao dia 02 de junho 1975, quando mais de 100 prostitutas ocuparam a Igreja Saint-Nizier em Lyon, a fim de chamar a atenção para suas condições precárias de vida e de trabalho.

A Apesar é parceira da Sesau no que diz respeito ao controle e prevenção das DSTs. Atualmente, a Ong realiza um trabalho de prevenção em Bonfim, Pacaraima e Boa Vista. Os municípios foram estrategicamente escolhidos por serem regiões de fronteira e Boa Vista, por ser capital. O trabalho é voltado às profissionais do sexo mediante investimento financeiro da Sesau, investidos na prevenção de DSTs e levantamento de dados sobre os pontos de prostituição.

Aids em Roraima

De 2006 a maio de 2014 foram notificados 946 casos de AIDS, sendo 615 em homens e 331 em mulheres. Conforme os dados do Sistema de Informações de Agravos de Notificação (Sinan Net), destes, 247 pessoas morreram, sendo 161 homens e 86 mulheres.

O tratamento e a assistência são gratuitos e acontecem na Rede de Atenção à Saúde do Estado. Para tratamento e recebimento de medicação o Estado oferta o Serviço Assistencial Especializado (SAE), o Centro de Testagem e Aconselhamento – CTA, para internações há três Hospitais (Hospital Geral de Roraima, Hospital Coronel Mota, com serviços ambulatoriais especializados, além do Hospital da Criança).

 

 

 

Deixe uma resposta