Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | DST/Aids: Sesau conclui capacitação com testes rápidos entre servidores

DST/Aids: Sesau conclui capacitação com testes rápidos entre servidores

Nessa quinta-feira serão feitas as partes teórica e prática na Sesau - Foto: Ascom/SesauA Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) encerra nesta quinta-feira, 17, uma capacitação para profissionais da área de saúde na área de prevenção, controle e tratamento de DST/AIDS. As atividades serão realizadas no auditório da Sesau, sendo que pela manhã foi a parte teórica e a partir das 14h, a parte prática, sem horário estipulado para encerramento. A capacitação, que começou na última terça-feira, é promovida para aproximadamente 30 enfermeiros do Distrito Leste e duas enfermeiras do município de Uiramutã.

Conforme a técnica do Núcleo Estadual de Núcleo de Controle DST/HIV/Aids, Neusa Nascimento, a capacitação faz parte de um projeto de atualização dos conhecimentos entre os profissionais que atuam na saúde. “Trata-se de um momento importante, onde teremos a oportunidade de falar sobre as políticas de saúde adotadas no país, as atividades desenvolvidas até agora nos municípios, e principalmente tirar dúvidas sobre as ações adotadas nas comunidades indígenas”, esclareceu.

Entre os assuntos tratados estão o Aconselhamento e Acolhimento de Usuários na Rede Credenciada ao SUS, Legislação do Teste Rápido e Validação pelo Ministério da Saúde, Prevenção e Tratamento de Hepatite B e C e Sífilis. “É cada vez mais importante orientar e discutir com os servidores de saúde as ações nas áreas de planejamento e execução do trabalho direcionados a estas doenças, de forma que os profissionais saibam como executar o serviço desde o recebimento da demanda na Rede Básica de Saúde até o acolhimento nas unidades especializadas”, complementou.

No período da tarde foram concluídos os debates e iniciada a parte prática com encenação sobre o que foi tratado nos três dias do evento, ou seja, serão formadas duplas que deverão encenar a execução das ações, aplicando as técnicas do que foi assimilado no encontro. “Esperamos que as duplas possam transmitir de forma prática o que entenderam, para que os colegas vejam e ao mesmo tempo avaliem se os ensinamentos repassados foram proveitosos, por isso planejamos para a prática a realização de testes rápidos pelos próprios servidores, de forma que possamos prestigiar e avaliar se o processo de acolhimento e aconselhamento para o parceiro está sendo feito da forma correta, ou se ainda é necessário adequações”, salientou.

Quando se fala em ações de acolhimento é importante falar sobre o Serviço de Assistência Especializada (SAE), uma unidade de referência destinada ao atendimento de pessoas com diagnóstico positivo para HIV/AIDS. A unidade funciona anexo no Hospital Coronel Mota (HCM), pela manhã e a tarde. No local o paciente é atendido e encaminhado para acompanhamento por uma equipe multidisciplinar formada por psicólogo, assistente social, enfermeiro, médico infectologista, clínico geral, farmacêutico e pediatra.

 

Deixe uma resposta