Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | DST/AIDS: Saúde comemora Dia dos Namorados estimulando prevenção

DST/AIDS: Saúde comemora Dia dos Namorados estimulando prevenção

Preservativos em forma de coração e frases de conscientização foram distribuídos pelos corredores da Sesau - Foto: Ascom/SesauNo Dia dos Namorados, a maior prova de amor que se pode dar ao companheiro é a proteção. E é justamente com esta mensagem que o Núcleo Estadual de Controle de DST/HIV/AIDS aproveita a data para lembrar sobre um assunto sério: a importância da prevenção às doenças sexualmente transmissíveis.

 

“Ficando ou namorando, continue se amando. Use Camisinha”, “Seja qual for a fantasia, use camisinha!”, “Pratique o amor. Se tiver sexo, que seja seguro!”, “Quem ama cuida e protege”. Essas foram algumas mensagens que, acompanhadas de preservativos masculinos dispostos em forma de corações, foram espalhadas pela sede da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) e pela Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde (CGVS).

A gerente do Núcleo de Controle Estadual de Controle de DST/HIV/Aids, Kissa Nunes, lembrou que a iniciativa partiu de maneira conjunta entre as técnicas do núcleo. Segundo ela, as ações de conscientização são contínuas, mas sempre que há datas comemorativas, o núcleo aproveita a oportunidade para massificar a importância do uso do preservativo, que é a única forma de proteção às doenças transmitidas por meio do sexo.            “Esta é mais uma oportunidade de reforçarmos a importância do sexo seguro. Alguns dos corações já estão com preservativos faltando e a intenção é justamente essa, fazer a distribuição de uma forma diferente”, pontuou a gerente.

Neste ano, o Dia dos Namorados tem um diferencial, pois coincidiu com a abertura da Copa do Mundo. Pensando nisso, o núcleo vai distribuir mais de dois mil preservativos aos torcedores que assistirem à abertura da competição no Parque Anauá, durante a programação realizada pelo Governo do Estado. A iniciativa segue o exemplo da campanha nacional “Proteja o Gol, nesta partida não deixe a Aids marcar”, do Ministério da Saúde,

No Estado, de 2006 a maio de 2014 foram notificados 946 casos de AIDS, sendo 615 em homens e 331 em mulheres. Destes casos, 247 pessoas morreram, sendo 161 homens e 86 mulheres.

 

 

 

Deixe uma resposta