Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Variedades | Dia de Cooperar atende mais de 500 pessoas na Cadeia Feminina

Dia de Cooperar atende mais de 500 pessoas na Cadeia Feminina

Foram oferecidos diversos atendimentos de saúde às reeducandas da Cadeia Feminina - Fotos: Eides Antonelli

Foram oferecidos diversos atendimentos de saúde às reeducandas da Cadeia Feminina – Fotos: Eides Antonelli

As 114 reeducandas da Cadeia feminina tiveram uma semana diferenciada com as ações do Dia de Cooperar que encerrou neste sábado, 4. Pela manhã, tanto as mulheres privadas de liberdade quanto os familiares, receberam atendimentos gratuitos de vacinação, testes de glicemia, aplicação de flúor com kit de escovação.E ainda, corte de cabelo, clínica geral, aferição de pressão arterial, distribuição de preservativos, emissão de carteira de trabalho e atividades de recreação infantil. A ação foi possível por meio um Termo de Cooperação Mútua firmado entre a OCB (Organização das Cooperativas do Brasil em Roraima) e a Sejuc (Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania).

As atividades começaram na segunda-feira, 30, com cursos de panificação, confecção de bijuterias em papel, artesanato em papelão, horticultura orgânica e oficinas de modelagem de sobrancelhas, maquiagem, comunicação, expressão oral e cooperativismo empreendedor.

O diretor da unidade prisional, sargento Henrique De La Roque ressaltou a importância das parcerias firmadas para o atendimento penal adequado. “É preciso oferecer esse atendimento às reeducandas com cursos, palestras e oficinas, de forma que elas ocupem o tempo com atividade que possa gerar renda para as famílias e, consequente, evite que haja reincidência no crime e possam voltar ao sistema prisional”, declarou.

Os cursos e oficinas foram encerrados na quinta-feira, 2, e na sexta-feia, 3, as reeducandas participaram de palestras e um aulão descontraído de Zumba. Todo o material produzido durante os cursos sendo, o artesanato em papelão, as bijuterias e os alimentos foram doados para os familiares das custodiadas.

Para a reeducanda, Angélica Uchoa, as atividades mudaram a rotina, levando conhecimento e oportunidade de recomeço para quando elas alcançarem a liberdade. “Temos que aproveitar todos os cursos oferecidos, aprender uma profissão que nos permita trabalhar e ajudar nossas famílias de forma digna”, disse.

Cooperativa

diadecooperar16As ações do Dia “C” 2015 (Dia de Cooperar) – Juntos pelo Bem, ocorrem de forma simultânea em quase todo o Brasil. O presidente do Sistema OCB/RR, Silvio de Carvalho, disse que a mobilização atendeu as expectativas e o objetivo, incluindo alternativas de renda com os cursos de capacitação e informações para a criação de uma cooperativa dentro da unidade voltada para a geração de renda que possa ajudar as famílias.

“Trouxemos a proposta a partir da solicitação da Sejuc e estamos dispostos a dar o apoio necessário para que elas [reeducandas] possam confeccionar produtos e comercializar lá fora com renda voltada para ajudar os familiares durante o tempo em que estiverem cumprindo pena”, afirmou Carvalho.

O secretário Estadual de Justiça e Cidadania, Josué Filho destacou que todas as parcerias firmadas têm o objetivo de mudar a realidade do sistema prisional roraimense a partir da preparação das reeducandas para o convívio social e qualificação profissional. “Essa é meta que estamos trabalhando nessa nova gestão. E a criação da cooperativa é viável para que elas tenham uma atividade que gere renda para as famílias e a Sejuc vai apoiar e buscar os meios e parcerias para tornar a cooperativa uma realidade”, complementou.

Tiana Brazão

 

Deixe uma resposta