Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Interior | Desempregado é preso em Mucajaí por desobediência a decisão Judicial

Desempregado é preso em Mucajaí por desobediência a decisão Judicial

Kennedy Américo Melo - Foto: Polícia CivilO desempregado Kennedy Américo Melo, 31, foi preso no início da manhã desta sexta-feira, 11, no Centro de Mucajaí, por policiais civis, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, decretado pelo juiz Ângelo Augusto Graça Mendes. Ele desobedeceu a uma determinação judicial.

De acordo com informações prestadas pela delegada titular de Mucajaí, Edneia Chagas, no dia 27 de maio deste ano, Kennedy Américo Melo, apelidado de “Buchudo”, o operador de máquinas pesadas, Kennedy Ferreira de Souza, conhecido por “Luizão”, 32, e o garçom, Gabriel Oening Figueiredo, 18, foram presos em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico pela equipe de policiais do Setor de Operações da Delegacia de Polícia Civil de Mucajaí. Pelo menos 100 gramas de pasta base de cocaína, além de dois veículos utilizados para suporte nas ações criminosas foram apreendidos.

Na época da prisão, uma denúncia anônima dava conta de que na residência do funcionário da Prefeitura de Mucajaí, Pedro Carlos Monteiro de Figueiredo, conhecido por “Pedro Beneon”, havia drogas e que o local servia como ponto de venda. Os policiais desarticularam a quadrilha, mas Pedro Beneon conseguiu fugir e teve a prisão preventiva decretada.

Desobediência

Os acusados Kennedy Melo e Kennedy Souza receberam liberdade provisória para responder ao processo em liberdade, devendo cumprir algumas determinações judiciais, tais como recolhimento noturno e proibição de frequentar bares e similares.

Segundo a delegada, houve desobediência por parte dos dois em relação a determinação judicial e o juiz decretou a prisão preventiva deles destacando que a decisão visa “garantir a ordem pública, fortalecendo a crença social no Poder Judiciário, do qual não se admite vacilo diante de tais casos”.

Kennedy Melo foi preso, mas Kennedy Ferreira de Souza não foi localizado e se encontra na condição de foragido, pois não foi encontrado em nenhum dos endereços fornecidos por ele à Justiça.

A delegada disse ainda que Pedro Beneón continua foragido e que também está com a prisão preventiva decretada. Kennedy Melo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passará por exame de corpo de delito e posteriormente encaminhado à Penitenciária Agrícola de Monte Cristo.

 

 

Deixe uma resposta