Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Deputado questiona nomeação do novo presidente do Iper

Deputado questiona nomeação do novo presidente do Iper

Deputado Flamarion Portela criticou nomeação do novo presidente do instituto - Foto: Secom/ALE-RRLevando em conta toda a situação do Estado, que pela segunda vez no ano decreta situação de emergência em setores fundamentais para sociedade, Saúde e Educação, uma demonstração de o Estado precisa do máximo de recursos possíveis para promover as melhorias necessárias, e ao mesmo tempo o discurso do Governo do Estado, de que precisa cortar gastos, o deputado estadual Flamarion Portela (PTC) questiona o porquê do governador Chico Rodrigues (PSB) mandar buscar uma pessoa de fora de Roraima ao custo de R$ 40 mil ao mês para dirigir o Instituto de Previdência de Roraima (Iper).

O questionamento do deputado, realizado na manhã desta terça-feira, 3, durante a sessão na Assembleia Legislativa do Estado de Roraima (ALE-RR), se referia a posse do economista Carlos Vinicius Raposo, funcionário de carreira do Banco do Brasil do Rio de janeiro, no cargo de presidente do Iper, ocorrida na manhã de hoje, na sede da instituição.

“Tem se falado o tempo todo no Governo em economizar, mas vai pagar R$ 40 mil para um funcionário de carreira do Banco do Brasil, de fora do estado, para que ele fique a frente do Iper. Como o Governo do Estado pretende economizar desta maneira? Pois esse funcionário que vem de fora, ganha R$ 40 mil reais pelo Banco do Brasil e o Governo vai ter que pagar isso para ele, foram os encargos. Que economia é esse que dizem que querem fazer?”, questionou o deputado.

Ele observou ainda o fato de que de mais uma vez uma pessoa de fora do estado estar sendo trazida para gerir um órgão público em Roraima. “O funcionário que estava lá a frente era uma servidor efetivo do Iper, porque tira-lo para colocar alguém que vem de fora, que não conhece nada da realidade de Roraima? Será que a sociedade roraimense nunca tem ninguém para exercer essas funções estratégicas para o estado?”, criticou.

No mês passado o advogado Andrey Hollanda, servidor efetivo do Iper, foi nomeado como presidente interino do órgão. A nomeação de Hollanda ocorreu cumprimento a exigências feitas pelo Ministério da Previdência, que determina que o presidente tenha a CPA 10 (Certificação Profissional Anbima Série 10), certificação de profissionais do mercado financeiro quanto à extensão dos conhecimentos que têm.

 

 

Deixe uma resposta