Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Interior | Crédito Rural: extensionistas recebem treinamento para elaboração de projetos

Crédito Rural: extensionistas recebem treinamento para elaboração de projetos

Aula será ministrada por analista do Banco do Brasil, detalhando procedimentos para elaboração das novas planilhas – Foto: Ascom Seapa

Nesta terça-feira, 21, cerca de 40 extensionistas da Seapa (Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) irão participar do 2º Encontro de Extensionistas para Treinamento de Planilhas do Banco do Brasil para o Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar).

O objetivo é manter os profissionais atualizados sobre a elaboração de projetos e normas para o Plano Safra 2016-2017. Em 2016, Roraima obteve cerca R$ 7 milhões em financiamentos por meio de projetos elaborados por técnicos da Seapa. A meta para este ano é chegar a R$ 15 milhões.

O encontro será no laboratório de informática da Univirr (Universidade Virtual de Roraima), na alameda dos Bambus, bairro Pricumã. A abertura está programada para as 7h30, com pronunciamento com representante do Banco do Brasil e do secretário adjunto da Seapa, Wolney Costa. O treinamento segue até o meio dia com intervalo para o almoço e retorna às 14 horas, encerrando às 17h30.

Segundo o chefe da Divisão de Crédito Rural da Seapa, Emerson dos Santos, para que todo o recurso disponível por meio do Plano Safra possa ser acessado, o trabalho de Assistência Técnica e Extensão Rural é de fundamental importância e o treinamento quanto às normas vigentes a cada ano é indispensável.

“A meta para este ano é acessar um pouco mais do que o dobro do que em 2016, quando foram disponibilizados R$ 7 milhões. Com nossos extensionistas preparados e atualizados, pretendemos chegar à marca de R$ 15 milhões. Um projeto bem elaborado e seguindo todas as normas é um bom início e as chances de que ele seja aprovado são altas”, declarou.

Santos destacou que o principal atrativo do Plano Safra são as taxas de juros. “Se o produtor estiver sempre em dia com a instituição financeira, os juros são os mais baixos do mercado. O investimento realizado proporciona o crescimento da atividade desenvolvida na propriedade, tornando o negócio rentável”, disse.

Assistência Técnica

Para que o produtor tenha acesso ao serviço de assistência técnica para elaboração de projetos, o primeiro passo é demonstrar interesse de financiar. Em seguida o técnico visita a propriedade e analisa a potencialidade da atividade e a viabilidade técnica, ao mesmo tempo em que verifica documentos da propriedade e do produtor.

Caso o financiamento seja viável e a documentação esteja em dia, o técnico emite uma DAP (Declaração de Aptidão) ao Pronaf [Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura familiar]). Em seguida, o técnico encaminha o produtor ao agente financeiro para educação do crédito.

O passo seguinte é o levantamento patrimonial, quando o técnico elabora o projeto de contratação do crédito, que é encaminhado aos agentes financeiros. Após aprovação, o produtor inicia a execução sendo acompanhando por técnicos com orientações nas áreas agrícola e financeira.

Isaque Santiago

 

Deixe uma resposta