Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | CPI da Invasão de Terras: Soldado Sampaio emite parecer com recomendações ao Governo do Estado

CPI da Invasão de Terras: Soldado Sampaio emite parecer com recomendações ao Governo do Estado

Foto: Charles Wellington

A Comissão de Direitos Humanos, Minorias e Legislação Participativa, da Assembleia Legislativa de Roraima, encaminhará ao Governo do Estado uma recomendação formal sugerindo, entre outros pontos, que o organismo de segurança pública do Estado seja orientado para garantir a integridade física, evitando assim conflitos na área referente à invasão de um terreno no município do Cantá, distante 38 quilômetros de Boa Vista.

O pedido faz parte do relatório do deputado Soldado Sampaio (PC do B), apresentado e aprovado na reunião da Comissão nesta quarta-feira, 19. O documento que será entregue ao Governo inclui ainda a sugestão de criação de um banco de dados com as informações das pessoas físicas com base nos dados fornecidos pela Famer (Federação das Associações de Moradores do Estado de Roraima), entidade que procurou a Comissão da Assembleia, solicitando um posicionamento da Casa com relação ao resguardo dos direitos humanos. Com base nessa lista, o relatório propõe que o Executivo realize uma triagem para garantir o direito das pessoas que não possuem imóveis registrados em seu nome.

Conforme o deputado Soldado Sampaio, que elaborou o relatório, “a sugestão apresentada é para que seja cedida uma área institucional ou desapropriada em Boa Vista ou região próxima em município vizinho, no último caso com a justa indenização pelo espaço e bem feitorias, para a criação de loteamento de interesse social urbano visando garantir a moradia das pessoas cadastradas no referido banco de dados”, disse.

O presidente da Comissão, deputado Evangelista Siqueira (PT), ressaltou que “a reunião da Comissão nesta quarta-feira, foi uma sequência do que já havia iniciado ontem, quando acolhemos um documento da Famer e então nomeei o deputado Soldado Sampaio como relator, que devido à urgência do assunto, já apresentou o resultado”, explicou. Siqueira disse que a Comissão estará atenta com relação aos pontos apresentados ao Executivo, inclusive no que diz respeito aos órgãos de segurança, no cuidado em preservar os direitos humanos em qualquer abordagem que for necessária fazer.

Durante a reunião, Sampaio explicou o papel da Comissão dos Direitos Humanos, ressaltando que ela pode opinar e sugerir e lembrou que na Casa há uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para tratar das invasões de terras. O parecer da relatoria da Comissão de Direitos Humanos será enviado também para a CPI.

Shirleide Vasconcelos

 

Deixe uma resposta