Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Comissão Especial da ALE-RR aprova Plano de Carreira do TJ

Comissão Especial da ALE-RR aprova Plano de Carreira do TJ

A votação do Plano de Carreira aconteceu na Sala de Reuniões da Casa - Foto: Hisraufre EmilianoA Comissão Especial Externa da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) analisou e aprovou na manhã desta quinta-feira, 3, na Sala de Reuniões da Casa, o Projeto de Lei Complementar nº. 010/2014 de autoria do Tribunal de Justiça de Roraima (TJ-RR), que dispõe sobre a organização do Quadro de Pessoal e o Plano de Carreira dos Servidores do Poder Judiciário.

 

A referida matéria chegou a ser discutida em plenário. Durante o debate, o deputado Soldado Sampaio (PC do B) apresentou uma emenda referente ao Auxílio Alimentação que causou o pedido de vistas do presidente do Legislativo, deputado Chico Guerra (PROS), e do líder do governo na ALE-RR, deputado Zé Reinaldo (PSDB). A previsão é que o Plano seja analisado na sessão ordinária da próxima semana.

De acordo com o presidente da Comissão, deputado Erci de Moraes (PPS), a proposição foi analisada pelos parlamentares membros com cautela. Ele acredita que todas as emendas sugeridas pela equipe de negociações e pelos deputados foram satisfatórias.

“Devemos destacar que fizemos um trabalho bastante responsável e graças aos nossos esforços conseguimos elaborar um Plano que beneficiasse toda a categoria. Nossa intenção é aguardar para que a matéria seja aprovada na semana que vem”, afirmou Moraes.

O retorno da Licença Quinquenal, a correção da distorção de progressões e o pagamento do Auxílio Escola foram as principais emendas inclusas na redação da matéria. A votação contou com a participação do vice-presidente da Comissão, deputado Chicão da Silveira (PDT), e da relatora, deputada Angela Portella (PSC).

“Estamos muito satisfeitos com os resultados dessa negociação e quero também ressaltar a importância do apoio que recebemos dos deputados desta Casa, que buscaram ajustar as emendas propostas, conforme os interesses dos trabalhadores do Tribunal de Justiça”, enfatizou o responsável pela equipe de negociação, Luis Cláudio de Jesus Silva.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta